Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Apanhado em escândalo de corrupção, Geddel reage aumentando pixulecos dos deputados

Por Redação

24 de novembro de 2016 : 19h46

A estratégia do Governo para blindar Geddel Vieira Lima está em progresso. Nesta quarta-feira, 23, o Governo enviou um comunicado inédito pelo qual informou a senadores e deputados que havia sido “recomposto o valor de R$ 440 mil” para cada emenda parlamentar individual a que tem direito cada congressista, o que elevará o total anual de R$ 13,6 milhões para cada.

O dinheiro é uma forma de apreciação pela lealdade da base governista no episódio Geddel e IPHAN, e ocorre em um momento em que o Governo entende que há condições financeiras para revisar e retomar valores que o orçamento havia bloqueado.

De acordo com texto do e-mail intitulado “Ajustes em emendas individuais”,  “o Sistema Integrado de Planejamento e Orçamento estará aberto de 24 de novembro a 5 de dezembro”. Desta forma, autores de emendas individuais que necessitam do Orçamento da União podem solicitar aos ministérios executores os ajustes necessários “em virtude da ampliação constantes de relatório de avaliação de receitas e despesas primárias”.

 

Informações de Rubens Valente, da Folha de SP

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Atreio

25 de novembro de 2016 às 11h15

velhos, brancos e ricos não representam a população brasileira.
cadê a foto oficial desse governo? ah, não gostam de mostrar pq eh aqeula igual a de 64…..

sem crime sem impeachement.

lewadinho tá com a bola. faça seu trabalho e corrija seu erro!

Responder

Acmsouza.

25 de novembro de 2016 às 08h20

CONGRESSO SOB SUSPEIÇÃO. congresso brasileiro está sem aval para legislar, visto que, cai sobre sobre mais de 40% de seus membros fortes acusações, as mais graves e variadas, que mancha sua competência para aprovar qualquer ato legislativo.

Responder

Luiz

25 de novembro de 2016 às 04h36

…esse porquinho tem que pegar cana…e grossa..

Responder

alt13

24 de novembro de 2016 às 23h07

24-11-2016, 21h41
PF informa à pasta da Justiça que Calero gravou Temer, Geddel e Padilha
Depoimento de ex-ministro à PF leva crise para gabinete presidencial

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O Ministério da Justiça recebeu da Polícia Federal a informação de que o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero entregou ao órgão gravações de conversas com o presidente Michel Temer e os ministros Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) e Eliseu Padilha (Casa Civil). Um auxiliar de Padilha também teria sido gravado.

O depoimento de Calero à PF levou a crise que envolvia o ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria) para o gabinete presidencial. O ex-ministro da Cultura disse que se sentiu “enquadrado” por Temer devido à sugestão de remeter à AGU (Advocacia Geral da União) a decisão sobre a licença do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) para um empreendimento imobiliário. Segundo Calero, Temer ficou ao lado do ministro da Secretaria de Governo.

Geddel queria a liberação da construção de 30 andares numa área histórica de Salvador. Calero defendia a posição que autorizava a construção de 13 pavimentos.

Quem conversou com Temer ouviu o seguinte: ele teria sugerido o envio do caso à AGU depois de Calero ter dito que não tomaria uma decisão. Segundo essa argumentação, quando há embates entre ministérios e órgãos do governo a respeito de uma política pública ou de uma autorização federal, é natural que se peça um posicionamento à AGU.

A oposição já ensaia uma articulação para pedir o impeachment de Temer. Aliados de Temer defenderam o presidente, sustentando que ele não pressionou Calero e não tem o hábito de agir assim.

Responder

    nadja

    25 de novembro de 2016 às 11h01

    A GLOBO querendo da´outro golpe dentro do golpe, irão colocar quem? gilmau?

    Responder

timteobatalha

24 de novembro de 2016 às 22h40

>>>Delação de executivos da Odebrecht mira 130 políticos<<<

Ésta é a tropa de choque de michel temer!!
Acrescentem a estes os demais asseclas de eduardo cunha!!!

Todos ilegítimos. Obtiveram mandato eleitoral mediante fraude!!!
Todos os atos, decretos, medidas provisórias, projetos de lei, emendas, venda de estatais…venda do pre-sal…TUDO É TOTALMENTE PASSIVO DE REVOGAÇÃO POIS TEM A MANCHA DE TODOS OS ILEGÍTIMOS!!!!!

Responder

Pedro Pedro

24 de novembro de 2016 às 21h38

GOLPISTAS são assim, GOLPISTAS. Se juntarem os GOLPISTAS com os parlamentares SUJÍSSIMOS EM GOLPES, teremos um país afogado até a medula em GOLPES e BANDIDAGENS. Não sobra um, meu irmão…

Responder

Ben Alvez

24 de novembro de 2016 às 21h26

“A estratégia do Governo para blindar o ministro da cultura Geddel Vieira Lima”

O suíno mudou para a cultura?

Suinocultura :)

Responder

    Pedro Pedro

    24 de novembro de 2016 às 21h38

    O “suíno” é a mais podre exemplificação da “cultura” que permeia os GOLPISTAS.

    Responder

marcelo jose

24 de novembro de 2016 às 20h42

Esse modelo chamado presidencialismo de coalizão, institucionalizou em nosso sistema político práticas nefastas como essa e outras como a distribuição de cargos estratégicos no governo e suas controladas. O fim de comportamentos assim, são sempre contra a boa prática do serviço público. Penso que nessa tal reforma política em discussão no Congresso, temas como este deveriam ser pautados, além das inúmeras benesses que tem um congressista hoje, mas preferem discutir quem vai levar mais do fundo partidário e do tempo de tv, são infames, sem generalizar.

Responder

Deixe um comentário para timteobatalha