Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Governo fere classe trabalhadora

Por Eder Casagrande

23 de dezembro de 2016 : 13h56

[s2If !current_user_can(access_s2member_level1) OR current_user_can(access_s2member_level1)]

Estômago de Aço – Clipping analítico da grande imprensa

Por Eder Casagrande, analista de mídia do Cafezinho

Boa tarde.

O anúncio da flexibilização das leis trabalhistas e a redução dos juros do cartão de crédito foram os principais assuntos noticiados pela grande imprensa. A esse respeito, a Globo blindou Temer, sugestionando à população que trata-se de medidas benéficas e solucionadoras dos problemas econômicos.

Até segunda.

Feliz Natal!

[/s2If]

[s2If !current_user_can(access_s2member_level1)]
Para continuar a ler, você precisa fazer seu login como assinante (no alto à direita). Aproveite a nossa promoção de Natal. Além de preços promocionais, ganhe uma assinatura extra para dar de presente aos amigos! Clique aqui.[/s2If]

[s2If current_user_can(access_s2member_level1)]

  • JN

Governo quer reduzir juros do cartão de crédito no 1º trimestre de 2017

Tempo da matéria: 2:49 min

Matéria entrevistou consumidores perguntando sobre pagamento do mínimo na fatura dos carões. Usou tons positivos para comunicar medida do governo, dizendo que a economia será naturalmente aquecida.

Governo anuncia propostas para modernizar leis trabalhistas de 1940

Tempo da matéria: 8:03 min

eggweg

Vejam como o título é tendencioso. Empurram mudanças goela abaixo da população sem ter discutido antes.
Os 8 minutos da matéria foram usados para apresentar detalhadamente as mudanças contidas na proposta. Como contraponto (se é que podemos assim chamar) leram nota da CUT, gastando menos de 10 segundos, ao fim da matéria.

Em café da manhã com jornalistas, Temer diz que não pensa em renúncia

Tempo da matéria: 3:48 min

Tipo de matéria que mostra como a Globo ainda blinda o presidente. Ainda que toque em assuntos delicados, como Lava Jato, por exemplo, o faz com parcimônia, preservando a “idoneidade” de Temer. Destacou algumas falas do presidente, como sua afirmação sobre não pensar em renúncia.

BC revisa previsão do PIB de 2016 de -3,3% para -3,4%

gt

Acordo de leniência expõe corrupção no alto escalão de Lula e Dilma

Tempo da matéria: 11:43 min

JN selecionou trechos de documento da justiça brasileira e americana em que há citações a Lula, Dilma e seus respectivos ministros, como Palocci e Mantega. Fica claro a ideia de atrelar apenas a políticos do PT o envolvimento com a corrupção através da Odebrecht. Como contraponto leram nota de todos os citados durante matéria.

  • TV UOL

Veja os fatos que marcaram o noticiário internacional

Boechat defende modernização das leis trabalhistas

  • Folha de São Paulo

Capa

capa-folha

Comecemos pelo humor de Zé SimãoUeba! Réutrospectiva 2016!

Uma pitada: “Detesto retrospectiva. Retrospectiva é como olhar a vida pelo retrovisor do carro! E o que você planeja fazer em 2017? Me recuperar de 2016! Pra se recuperar de 2016 vai precisar de uns três anos! Feliz 2020!”

Bernardo Mello FrancoImpopular, sem se incomodar

Segundo o Ibope, 72% dos brasileiros não confiam no presidente. De cada dez pessoas, só uma aprova o governo, diz o Datafolha.

Segundo o Datafolha, 75% dos brasileiros acreditam que ele defende os ricos, e 58% o consideram desonesto.

Bernardo discorre sobre os dados acima. Diz que embora um presidente não deva governar com vistas a aplausos, governar de costas para a população também não faz sentido. Destaca que a presença de Paulo Skaf, presidente da FIESP, no anuncio da proposta que modifica as leis trabalhistas, evidencia que trata-se de favorecimento ao empregador e perda de direitos dos trabalhadores.

Vinicius Torres FreireQuanto vale o presentinho de Temer

Vinicius questiona o quanto é relevante a liberação do saque das contas inativas do FGTS e a redução na taxa de juros do rotativo de cartão de crédito. Diz que embora não possa ser considerada medida irrelevante, não é suficiente para vivificar a economia. De todo modo o trabalhador ao menos terá dinheiro vivo nas mãos.

  • O Globo

Lauro JardimPetrobras pede mediação do TST para negociar com sindicatos e evitar greve

“A Petrobras deu entrada ontem no TST com um pedido de mediação para a negociação com os sindicatos de petroleiros para tentar fechar o acordo coletivo. Os petroleiros não aceitaram a proposta de reajuste da Petrobras e estão ameaçando entrar em greve nos próximos dias — as refinarias poderiam parar antes do fim do ano. O modelo de uma estatal pedir ao TST que faça a mediação já foi feito por algumas estatais, com sucesso, como por exemplo com a EBC”.

O caso ilustra, no contexto geral, como a representatividade dos trabalhadores, mediante sindicato ou organizados espontaneamente, diluiu-se. Fragilização generalizada, tanto no setor privado quando no público, como no caso dos servidores estaduais que correm riscos de exoneração e arrocho salarial.

Panorama políticoTrabalhador em desvantagem

Síntese do panorama: O presidente da CUT, Wagner Freitas, esteve com o ministro Ronaldo Nogueira. O da UGT, Ricardo Patah, com Temer. Adílson Araújo, da CTB, com Temer e Henrique Meirelles. Paulinho da Força, da Força Sindical, com Temer e Eliseu Padilha. E nada.

 

Aproveite a nossa promoção de Natal. Além de preços promocionais, ganhe uma assinatura extra para dar de presente aos amigos! Clique aqui.

Para sugestões, críticas, elogios ou um “oi”- redacaoestomago@gmail.com

Dê uma nota para o post de hoje (avaliação anônima).[ratings]

[/s2If]

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Torres

23 de dezembro de 2016 às 15h44

Considero as duas medidas benéficas.
Nossa legislação trabalhista é arcaica e cheia de impostos que oneram o trabalho.

Responder

    Igor Gonçalves De Macedo

    23 de dezembro de 2016 às 18h03

    Se vc tivesse trabalhado um dia na vida, nem recebendo os salamaleques que te pagam para encher o saco aqui vc teria coragem de vomitar essa asneira…

    Responder

      Torres

      23 de dezembro de 2016 às 18h55

      Devo trabalhar talvez há mais tempo que vc tem de vida.
      Lamento, Igor.
      Seja respeitoso.
      Pensamos diferente.
      Eu vejo as medidas como muito benéficas.
      Aqui no Brasil é caro demais empregar gente.
      Precisamos ter mais empregos.

      Responder

Deixe um comentário para Torres

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina