Clacso 2018, ao vivo

Doutor em economia denuncia: Lava Jato sabotou o país

Por Miguel do Rosário

30 de janeiro de 2017 : 14h47

Assistam ao vídeo abaixo, com depoimento do economista Antonio Corrêa de Lacerda, doutor pela Unicamp e coordenador do Programa de Estudos Pós-graduados em Economia Política da PUC-SP. É um dos principais economistas do país. Sua opinião sobre a Lava Jato é entática: ela foi irresponsável em destruir grandes empresas nacionais, produzindo desemprego, recessão e crise fiscal.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

21 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

ico

05 de fevereiro de 2017 às 00h18

Que absurdo.
Depois que o governo quebrou a grande maioria das empresas por estorção de seus recursos, ainda vêm acusando a lava jato de fazer o que eles fazem.

Responder

Claudia

31 de janeiro de 2017 às 10h20

Acho incrível pessoas tentando defender ladroes. Fala sério, sustentamos um bando de gente inútil, que roubam o país a anos. Cada um que vem à tona, fala-se de bilhões e trilhões, e vcs vem dizer q é a lava-jato. Quem detona nossas empresas são os corruptos que colocam na Presidência das nossas empresas homem bucéfalos incompententes e roubam bilhões. Quero ver qdo abrirem a caixa preta do BNDES. Um país q empresta dinheiro e não recebe de volta. A previdência está falida por ROUBO. E vem com papinho de que o país está com menos jovens, vcs querem ser burros e sustentar bandidos? Esse professor deveria ter vergonha de falar uma besteira! NÃO QUERO MAIS SUSTENTAR BANDIDO, o imposto que eu pago me faz falta no dia a dia. Não é para esses caras ficarem info para Paris com meu dinheiro, se para alguém com o meu dinheiro nada mais justo que eu vá.
Pelo menos com a porra da lava-jato, com os vazamentos ficamos sabendo como é a cara de Brasília, d é isso que esse pessoal não engole. Antes nos pagávamos as contas do roubo deles q nem gado, hj a galera se revolta, hj sabemos q não é crise mundial que fez desemprego ou …. hj sabemos a são os homens q fizeram essa porra, e não estamos dispostos a mais sacrifício. Hj sabemos a a crise do Estado tem culpados, pega o dinheiro desses caras e desses empresários ladroes e devolve para o estado, paga os servidores que estão morrendo de fome, sem poder comprar remédios, com suas contas atrasadas e estão pagando juros altíssimos. Esse professor deveria está defendendo a prisão do Pezão por não pagar salário, salários são subsistências. Ou então que os bancos não. Ontem juros dos servidores, como pode deixar de pagar e ficar por isso mesmo. E vem dizer q é a lava-jato??? Fala sério por causa dela hj sabemos pq o estado está assim

Responder

    Miguel do Rosário

    31 de janeiro de 2017 às 20h00

    Você é um cidadão comum que acredita na mídia. Entendo você perfeitamente. È muito difícil mudar a cabeça de um cara assim, que enfia na cachola que os males do brasil foram inventados por lula.

    Responder

kirkivanilde

30 de janeiro de 2017 às 22h22

Esse juizeco consseguio quebrar um. País.me envergonho de ser brasileiro.

Responder

Juscelino Fontenele

30 de janeiro de 2017 às 19h36

Esse cara quer fazer todo mundo acreditar que o que estava levando o Brasil á insolvencia não era a roubalheira generalizada que tomou conta do País,é a investigação que é responsavel por isto.voce está brincando. com a inteligência dos outros.

Responder

    Miguel do Rosário

    30 de janeiro de 2017 às 20h35

    Cara, roubalheira não significa nem 1% do que o Brasil perde com fim de empresas, entrega de patrimônio e sonegação. Coxinha é muito bobo.

    Responder

    Vitor

    30 de janeiro de 2017 às 21h42

    Com certeza não era a roubalheira, esta sempre existiu. Quer saber o que ferrou o país? Olhe as diferenças nas política econômica no primeiro mandato de Lula e no primeiro mandato de Dilma…

    Responder

LUIZ TAVE

30 de janeiro de 2017 às 18h59

Eu nunca tive duvidas que o STF APOIOU O GOLPE DE ESTADO NO BRASIL ! A ministra Carmen Lucia , Criticou o comportamento de alguns bichos vira latas do planalto durante o velorio do Min Teorizavascki . Eu pergunto ; sera que a min Carmen lucia, e seu pares do stf ja` desejaram ao LULA e aos Filhos , O pronto restabelecimento da saude da primeira Dama legitima que o Brasil consagrou !

Responder

Walter Pastori da Fonseca

30 de janeiro de 2017 às 17h28

So os facistas que nao perceberam o mal que a lava jato esta fazendo ao pais os mane so vibram quando algum empresario vai preso e entrega todo mundo essa deveria ser realizada em sigilo absoluto cobrando as empresas os valores de proprina os politicos envolvidos e pricipalmente proibindo os delegados e procuradores de darem entrevista sobre o caso os espertos que torcem quando algum empresario vai preso ou aparece o nome de algum politico.Esses caras vao passar por isso daqui a pouco vao esta levando a vida que sempre levaram e os empregados e as pequenas empresas e medias que prestaram serviço pra grandes empresas que nao estao recebendo fazemos o que com eles seus eles.Os delegados, procuradores e juizes vao continuar recebendo seus salrios e outros beneficios e os desempregados receberao o que entao seus paspalhos facistas pense bem antes de endeuzar a operação.

Responder

antonio eusebio da costa

30 de janeiro de 2017 às 17h05

o que doutor está denunciando é a inversao dos valores formaram uma corrupçao sistemica e culpado é operaçao lavajato pelas perdas o que existem é um poder judiciario muito forte transparente

Responder

    Miguel do Rosário

    30 de janeiro de 2017 às 17h31

    poder judiciário transparente? está de brincadeira?

    Responder

    Marcos sannuto

    30 de janeiro de 2017 às 18h50

    o professor não falou que a lava jato é culpada ,o que ele falou é que a destruição de empresas pela lava jato é um absurdo , e é mesmo vamos punir os executivos e politicos corruptos mas as empresas têm que ser preservadas , foi isso que ele falou; eu nunca acreditei nessa porcaria que só persegue o Lula e protege os golpistas e vendilhões que estão destruindo o pais.

    Responder

Vitor

30 de janeiro de 2017 às 16h41

O doutor da Unicamp só esquece de mencionar que a economia vem destruindo empregos desde 2014. Parece que Guido nunca passou por aqui…

Responder

    Des

    30 de janeiro de 2017 às 17h10

    Também esqueceu de mencionar a crise de 29.

    Responder

      Vitor

      30 de janeiro de 2017 às 17h27

      Des, vc bemmmmmm mais inteligente que isso…

      Responder

    Joao

    31 de janeiro de 2017 às 07h22

    Vitor, você é bobinho assim mesmo ou e um trolls?

    Responder

José Ruiz

30 de janeiro de 2017 às 15h27

acaba dando a impressão de que a destruição dos ativos “foi sem querer”, foi um “efeito colateral” do combate à corrupção.. não.. a destruição dos ativos é o objetivo primordial da operação.. nós estamos em guerra.. o país foi invadido e o inimigo está destruindo o Brasil.. não tem nada a ver com combate à corrupção.. esse foi um pretexto, um caminho para se chegar ao objetivo de anular o B dos Brics.. em qualquer lugar sério do planeta esses caras (todo mundo sabe quem) seriam considerados traidores da pátria e condenados severamente.. vamos ver quanto tempo o povo brasileiro vai levar para entender isso..

Responder

Alan romero

30 de janeiro de 2017 às 15h10

O judiciário do Brasil é um judiciário made USA, é um judiciário de outro país dentro do Brasil.
É um judiciário antinacional isso deveria ser denunciado e investigado.
O que estão fazendo é isso o judiciário antinacional cooptado por outra nação tem como objetivo eliminar a concorrência, perseguindo e destruindo empresas nacionais brasileiras.
Pode ver que empresas internacionais relatadas ou envolvidas nos mesmos casos nunca são investigadas pelo judiciário brasileiro e seus dirigentes não são punidos, as empresas não são multadas ou punidas e nem são proibidas de participar de licitações e de obras públicas, como estão sendo as brasileiras. Algo muito nefasto está sendo executado no Brasil e vejam até a Embraer, os bancos públicos, a Petrobrás, a Cocremat, tudo que seja empresa nacional forte e competitiva vem sendo destruída pelo poder judiciário antinacional do Brasil!
É preciso abrir a caixa preta do judiciário, o MPF e esses juizes , delegados e procuradores e toda a mídia precisam pagar pela destruição da soberania nacional!

Responder

    Abelardo

    30 de janeiro de 2017 às 15h18

    Alan Romero, você resumiu a ópera….. sem retoques….parabéns.

    Responder

    Gonzalo

    30 de janeiro de 2017 às 21h52

    A história do Brasil é essa. Temos Delmiro Gouveia e o Conde de Maua só pra citar dois nomes antes do Gurgel e tantos outros empresários no Brasil que foram “tampados”. Cada época com sua tecnologia. Mas a história se repete mais uma vez. (Obs.: não é pleonasmo, é isso mesmo.)

    Responder

    Gonzalo

    30 de janeiro de 2017 às 21h54

    A história do Brasil é essa. Temos Delmiro Gouveia e o Visconde de Maua só pra citar dois nomes antes do Gurgel e tantos outros empresários no Brasil que foram “tampados”. Cada época com sua tecnologia. Mas a história se repete mais uma vez. (Obs.: não é pleonasmo, é isso mesmo.)

    Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com