Live com Miguel do Rosário (convidado especial: Luiz Moreira)

Lava Jato e Globo formam uma máquina de destruir votos, empregos e direitos

Por Miguel do Rosário

05 de março de 2017 : 13h24

A última novidade da Lava Jato é a prisão sem sentença e sem aval do Judiciário, concebida inteiramente pelos procuradores do Ministério Público Federal.

Na matéria da Folha publicada ontem, usa-se o adjetivo “polêmico” para se referir à medida.

Trecho:

O maior acordo de colaboração premiada já feito no país, assinado por 77 acionistas e executivos da Odebrecht e pela Procuradoria-Geral da República, tem um trecho considerado polêmico por especialistas em direito e advogados que tiveram acesso ao documento, ainda sob sigilo. (…) dos 77 delatores, apenas 5 já foram condenados pela Justiça. Isso quer dizer que os outros 72 delatores cumprirão pena sem que tenham sido sentenciados por um juiz. Dezenas serão submetidos a penas de prisão domiciliar sem terem sido formalmente investigados ou denunciados.

Polêmico é uma maneira delicada de se dizer “bizarro”…

Dos especialistas consultados pela Folha, apenas um não viu problema na prisão sem sentença: Tracy Reinaldet, um advogado de 27 anos, que defendeu Alberto Yousseff.

O primeiro entrevistado dá um adjetivo mais adequado ao caso: “chocante”.

Gustavo Badaró, professor de direito processual penal da Faculdade de Direito da USP, informou-se com advogados de delatores da Odebrecht sobre os termos do documento. Ele classificou o acordo como chocante.

“A lei 12.850, que regula a delação premiada, determina que haja três fases num acordo. A primeira é a negociação. Depois, a homologação por um juiz. E então a sentença, que será aplicada observando os benefícios negociados. O que se fez no caso da Odebrecht não foi isso. Existem pessoas que não foram sequer investigadas e vão cumprir pena sem inquérito, sem denúncia e sem sentença”, diz Badaró.

Para o professor, a homologação deveria ter observado a voluntariedade, a legalidade e a regularidade do acordo assinado entre delatores e procuradores, como prevê a lei. “Um acordo assim não deveria ter sido homologado”, diz Badaró.

Um outro trecho ajuda a explicar melhor as condições em que se deram as delações da Odebrecht (muito parecidas com situações vividas por outras empresas envolvidas):

Outro advogado [da Odebrecht] declarou que o acordo foi assinado porque era de interesse da Odebrecht e dos executivos que a questão fosse finalizada logo. Ele pontua, porém, que estava claro que a lei foi desrespeitada.

Ou seja, a Lava Jato chantageou a Odebrecht: ou delatam ou destruímos tudo. Eles delataram, mas pelo jeito tarde demais: a empresa já foi destruída. Os acionistas da empreiteira hoje tentam vender a empresa, e arrecadar uma quantia que permitam pagar as dívidas.

O poder do MP, de decretar a prisão dos executivos da Odebrecht sem aval do judiciário, é mais um capítulo do terrorismo político e do caos penal que a Lava Jato produziu. Quem ousará fazer uma delação que não corrobore exatamente os desejos e as narrativas de um Ministério Público truculento, midiático e politizado?

O saldo da Lava Jato com a destruição da Odebrecht, porém, será uma das maiores dívidas trabalhistas, bancárias e fiscais da história do país, além de milhares de obras paralisadas no Brasil e em outras dezenas de países, em geral países pobres que precisavam dessas obras.

A Folha, apesar de simular pluralidade, ao expor algumas críticas às bizarrices lavajatenses, sempre deu aval aos arbítrios da operação.

O jornal hoje amanheceu, por exemplo, cheio de gráficos com a quantidade de “propina” que a Odebrecht pagou em tais e tais países.

Essa matemática lavajatense é um tanto curiosa, por eleger uma empresa singular como um bode expiatório da corrupção privada mundial.

E qual empresa? A mais sofisticada e mais internacional empresa de engenharia que o Brasil já possuiu, aquela na qual o Estado brasileiro, via financiamento público, investiu dezenas e dezenas de bilhões de dólares, desde a década de 70, de repente se torna, para a mídia brasileira, o principal símbolo da corrupção do país.

No Brasil, concessões de TV são entregues a famílias de sonegadores, apoiadores de golpes, sustentadores de ditaduras, latifundiários, oligarquias enriquecidas à sombra do regime militar, enquanto empresas de engenharia que geravam centenas de milhares de postos de trabalho, e construíram fisicamente o país, são destruídas pelo próprio Estado.

A lição que fica é assim: banqueiros e barões de mídia, que não pagam impostos, que não produzem nada, que cobram as mais altas taxas de juros do mundo e manipulam descaradamente as informações, são preservados e protegidos pelo governo.

Já empresas de engenharia e construção civil, indústrias de navegação, siderurgias, que pagam impostos e sustentam a arrecadação fiscal de municípios, estados e União, são destruídas justamente por aqueles que ganham os mais altos salários no serviço público.

O presidente do Peru anunciou – diz o mesmo jornal – que a Odebrecht terá que sair em seis meses do país, abandonando todo o conjunto de obras que está realizando por lá. Provavelmente não será paga ou demorará muito tempo para receber o que lhe devem. Isso vai gerar, naturalmente, atraso em pagamento de financiamentos devidos a bancos brasileiros, públicos e privados.

Depois da cadeia de falências no setor industrial provocada pela Lava Jato, vem aí nova onda de concordatas, deste vez no setor de bancos e seguradoras, que também tinham antigos negócios com a Odebrecht e com outras empreiteiras destruídas pela operação.

A Lava Jato diz que “recuperou” tantos milhões de reais, embora ninguém tenha jamais visto onde está esse dinheiro. As centenas de bilhões desaparecidos na crise provocada pela Lava Jato, estas podem ser muito bem avaliadas pelo desemprego e queda no PIB.

Os procuradores da Lava Jato, que parecem gostar tanto dos Estados Unidos, precisam ver a série Billions, da Netflix, em que Paul Giamatti faz o papel de um procurador ambicioso. Diferentemente dos procuradores brasileiros, que são pistoleiros independentes, irresponsáveis e que não prestam contas a ninguém, o personagem do filme pode ser demitido a qualquer momento pelo governo. Se demitido, perde o direito até mesmo à defesa pública.

Mesmo assim, o problema da discricionariedade do procurador americano é o mesmo de qualquer procurador de qualquer outra parte do mundo.

Num mundo onde não faltam pecados e pecadores, o procurador tem o poder de pinçar o pecado que ele quiser. Para atingir uma empresa ou um político (ou os dois ao mesmo tempo), basta centrar fogo no alvo. Tendo apoio da mídia, como é o caso da Lava Jato, não há necessidade sequer de provar a culpa: a condenação midiática vem muito antes da condenação judicial, e servirá de base para justificar a prisão cautelar, e a quebra generalizada de sigilos (fiscal, telefônico, fiscal, bancário), dando tempo e oportunidade para o Ministério Público e a Polícia Federal procurar as provas depois da prisão. Se não houver provas, não tem problema. Basta caprichar no vazamento seletivo, na manipulação da informação e criar uma boa narrativa, que o power point está montado – e o réu agora, como se vê no caso dos executivos da Odebrecht, sequer precisa ser julgado.

Em sua coluna em vídeo no blog Nocaute, Fabio Kersche, cientista político especializado em Ministério Público, citou, recentemente, uma frase de um ministro da Justiça dos EUA, e que depois de tornou juiz na suprema corte:

“O promotor tem mais controle sobre a vida, liberdade e reputação que qualquer outra pessoa. Sua discricionariedade, (ou seja, poder fazer ou não fazer) é enorme. Com um código criminal, que tem uma grande variedade de crimes, um promotor tem a chance razoável de achar pelo menos uma violação de quase todo mundo. Neste caso, não é uma questão de descobrir um crime e então procurar o homem que cometeu esse crime. A questão é escolher uma pessoa e então procurar no código criminal o crime para imputar nessa pessoa.”

Nos EUA, a discricionariedade do procurador é mais ou menos controlada pelo governo, que pode nomear ou demitir procuradores, em alguns casos, ou pelo cidadão, que elege os procuradores de seu estado. Além disso, os EUA têm uma regulação de mídia extremamente rígida, histórico de imprensa plural e um povo mais politizado.

Aqui no Brasil, a discricionariedade do MP não tem contraponto nenhum. Praticamente não há hierarquia na instituição, e inexiste controle externo por parte do governo ou do cidadão. O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), assim como seu primo, o Conselho Nacional de Justiça (CNC), tornou-se uma espécie de sindicato corporativo, controlado inteiramente pelo próprio Ministério Público, e voltado apenas para a manutenção dos privilégios das castas.

O único controle externo do MP brasileiro é a mídia, e com isso você explica o regime de exceção que estamos vivendo. A máquina jurídica e policial do Estado e a mídia formaram uma organização criminosa e, unidas, voltaram-se contra cidadãos e empresas, destruindo impunemente votos, empregos e direitos.

[Arpeggio – coluna política diária de Miguel do Rosário]

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

64 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Carrie Coleman

07 de março de 2017 às 20h47

Turma de canalhas!

Responder

paulo beltrão

07 de março de 2017 às 16h39

Já que a turma do PT sabia, por que não corrigiu estas distorções ?

Responder

Edson Luís Silva

07 de março de 2017 às 18h39

Quanto Sérgio Moro recuperou do dinheiro de Eduardo Cunha? Sérgio Moro prendeu a mulher e os filhos de Eduardo Cunha? Quantos políticos do PSDB fartamente delatados foram investigados por Moro? Por que vazou gravação de telefonema de Dilma Rousseff para Lula diretamente para globo? Por que essa parceria?

Responder

José Roberto Muniz

07 de março de 2017 às 16h37

E vcs formam uma máquina para defender o PT-JARARACA-JANETE, o trio corrupto que acabou com o Brasil.

Responder

C.Poivre

07 de março de 2017 às 12h36

A “força-tarefa” (uma piada!) da Farsa a Jato é apenas a face visível de uma organização criminosa criada para destruir a economia e entregá-la aos cacos aos especuladores estrangeiros. Está dando certo pois não há reação visível dos antigolpistas a não ser uma ou outra fanfarronada de opositores nos blogs progressistas. “Tchau querida democracia”, como diz o livro do renomado jurista Leonardo Isaac Yarochewsky.

Responder

Antonio Normandio Teixeira Antonio

07 de março de 2017 às 12h37

Uma máquina de destruir bandidos!

Responder

    Miguel do Rosário

    07 de março de 2017 às 10h23

    Como assim? Máquina de destruir a economia, isso sim! Os bandidos foram postos no poder por Lava Jato e Globo!

    Responder

Rogérin Marques

07 de março de 2017 às 11h33

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

André

07 de março de 2017 às 08h23

Fico pensando… Os setores progressistas e a população politicamente engajada terão um enorme trabalho pela frente, que vai muito além da eleição de Lula, se o imparcial Moro deixar… Para quem entende e acompanha o que está acontecendo no Brasil, o sangue já subiu aos olhos faz tempo!

Responder

enganado

07 de março de 2017 às 00h48

E aí Sr. Villas Bôas? Já notou que anteriormente os mesmos rasgaram a CONSTITUIÇÃO, agora fizeram a fogueira do que foi rasgado. Tá tudo certo? O que está faltando? Tá faltando coragem para darem o CONTRA-GOLPE, porque Vcs são os CÚMPLICES/MANTENEDORES/APOIADORES do GOLPE-2016. Aí Sr. Villas Bôas, sem esta de dar uma de santinho, o véu caiu: __”””SEM APOIO DOS MILITARES=TROPA de OCUPAÇÃO dUS __braziUSA__= brasil™
, NÃO EXISTIRIA O GOLPE-2016″””___. Guardiões da PROStituição do __braziUSA__= brasil™, artigo 142. Ah! NÃO SE ESQUEÇAM__GOLPE-2018__ se o LULA estiver solto e/ou vivo. Tomara que o P$$$DB/DEM/PMDB PRIVATIZEM todas Três Facções das TROPAS de OCUPAÇÃO, e olha, ainda fico na dúvida que qdo a TROPA souber para quem foi negociada, se não cantarem alegremente o “The Star-Spangled Banner”, sem sotaque. Aproveitem porque a RATAZANA governa do PALÁCIO 4 / JULHO, antigo Palácio do Planalto.

Responder

Mario

06 de março de 2017 às 23h57

Este é o trio Los Panchos? Ou o trio Irakitan?Com todo respeito aos dois que mencionei, e há muito já não existem. Mas eram bons, e este aí é uma MERDA!!

Responder

Nazareth Ferreira de Azevedo

07 de março de 2017 às 02h43

Eles formaram uma verdadeira máfia no país

Responder

eduardo

06 de março de 2017 às 23h21

Como foi dito várias vezes que aquelas manifestaçoes puritanas nao evitariam a derrubada da Dilma..E por mais memes, artigos, textos, videos que se facam nao irao evitar esse massacre que a elite está fazendo. De fato. como se diz no interior, tá faltando” macho” pra colocar essa cambada de bandido pro quinto dos infernos… Vamos ficar de esperar eleição com esse Congresso, PGR, STF…?

Responder

wanderley kusma

06 de março de 2017 às 23h11

Os três PATETAS, voltaram do além, para VOTAR, as 10 MEDIDAS A FAVOR DA CORRUPÇÃO, e foram CONDECORADOS com o TROFÉUZIHO, da REDE ESGOTO DE DESINFORMAÇÃO, é ou não é TOTALMENTE EXCELENTE.

Responder

Pedro Paulo Bueno

07 de março de 2017 às 01h46

Vagabundos!

Responder

Jaime Pereira

07 de março de 2017 às 01h03

Nada mais são que pioes no tabuleiro. ….kkkkkkkkk…..

Responder

Antonio Carvalho

06 de março de 2017 às 21h59

Todo artigo tem sustentação na realidade dos fatos. Há um completo desamor pela pátria, pela nação, pelo Brasil. “O povo é só um detalhe” para os vendilhões da pátria. Somos fortes no pensar e no analisar a cruel realidade, teremos que ser fortes no agir e no reconstruir. A Ditadura destruiu mais e reerguemos ! A luta continua !

Responder

Mateus K Gomes Filho

07 de março de 2017 às 00h52

Mais é fato a mídia levanta mais derruba

Responder

Hanz Alisson

06 de março de 2017 às 21h50

Off topic: www2.camara.leg.br/participe/
fale-conosco/fale-com-o-deputado
Neste link você pode pesquisar o email
de cada deputado federal.Vamos enviar
mensagens para o maior numero de
deputados que consguirmos da base
aliada do governo solicitando que votem
contra a reforma da previdencia sob
pena de ter seus nomes inscritos em
uma anticampanha nas proximas
eleições.Sei que é pouca coisa, mas se
muitas pessoas colaborarem, podemos
ganhar essa parada.

Responder

Anônimo

06 de março de 2017 às 21h11

A imagem diz tudo, a mídia e o mpu em conluio total, lixos do mesmo esgoto. Não sei como, mas veremos a hora desta corja cair pesada sobre eles como um palácio a desmoronar e leva-los de roldão. Um dia alguém disse que a pior Ditadura é a do in judiciário. Que no futuro tenhamos um Judiciário verdadeiro, sem mordomias e controlado pelo Povo, assim como todas as outras instituições Públicas. Quem não presta deve ser afastado imediatamente e pagar o delito segundo a Lei legítima.

Responder

Nicolau Piragino

06 de março de 2017 às 23h20

Se fazer cumprir a lei é errado, o que é certo para VCS?

Responder

    Andre Massao Noce

    07 de março de 2017 às 02h53

    KKKKKKKKKK… e golpista vem pagar mico defendendo o seu governo golpista corrupto…

    Responder

    Andre Massao Noce

    07 de março de 2017 às 02h53

    Os patetas, viraram piada na mídia internacional, bem como os golpistas apoiadores do Cunha corrupto…

    Responder

    Andre Massao Noce

    07 de março de 2017 às 02h54

    Os patetas, pagaram mico pois, foram desmentidos e não conseguiram nenhuma prova contra o Lula… só tinham convicção e falácias…

    Responder

    Nicolau Piragino

    07 de março de 2017 às 02h57

    Andre Massao Noce, vc peida palavras sem nenhum sentido ou lógica, essa sua postura é típica de IDIOTAS ÚTEIS COMO LÊNIN DEFINIU OS MANIPULÁVEIS E SEM OPINIÃO PRÓPRIA.

    Fale algo que preste, por favor.

    Responder

      fernando cajueiro

      07 de março de 2017 às 11h50

      Você é um manipulável e sem opinião!

      Responder

    JWN

    07 de março de 2017 às 10h36

    Imbecil, destruir nossas empresas geradoras de empregos não é cumprir a lei. Isso esse MP lixo tem feito com maestria.
    Mídia LIXO.

    Responder

Daniel F. Ferreira Bastos

06 de março de 2017 às 20h14

Oh Crudelíssima verdade! Sempre que leio seus artigos sobre o sistema de Justiça brasileiro, eu sinto um gosto amargo na boca

Responder

Antonio Cerqueira

06 de março de 2017 às 23h13

Vergonha nacional, são predadores senhores que mentem.

Responder

Antonio Cerqueira

06 de março de 2017 às 23h12

Responder

Alex

06 de março de 2017 às 20h05

Dia 17 de março completamos 1000 dias da operação Lava Jato sugiro fazer um ATO SIMBOLICO para sepultar 25 % do PIB brasileiro…….. Sepultar a indústria nacional, a engenharia nacional, a própria FIESP, etc.
Destruíram a indústria naval, indústria bélica, de plataformas, a indústria da construção civil, PETROBRAS, indústria nuclear, a logística brasileira, a dona Marisa e o Teori… Diretores da Odebrecht, jornalistas e blogueiros tiveram suas vidas arrasadas.
A lista é longa foi até o emprego dos que estão lendo esta postagem, teus direitos laborais, a tua aposentadoria… Teu futuro.
A própria FIESP que financiou o golpe está quebrando por traição de quem traiu a democracia e abriu as portas às empresas que patrocinaram o Moro (as da revista Fortune). Fenac indo embora do Brasil. E, no fim das contas os ladrões estão todos em prisão domiciliar. Transformando a Lava Jato em parte da quadrilha que assaltou o poder….Vamos reagir é agora ou nunca.

Responder

Ana Flora Ferreira

06 de março de 2017 às 22h34

Aiiiii….Que trio…

Responder

Otto Cobra

06 de março de 2017 às 22h28

Cafezinho só fala merda.

Responder

    Andre Massao Noce

    07 de março de 2017 às 02h51

    KKKKKKKKKK… e golpista vem pagar mico defendendo o seu governo golpista corrupto…

    Responder

    Andre Massao Noce

    07 de março de 2017 às 02h52

    Os patetas, viraram piada na mídia internacional, bem como os golpistas apoiadores do Cunha corrupto…

    Responder

Andrea Marinho

06 de março de 2017 às 21h45

A PREVIDÊNCIA É SÓ MAIS UM DETALHE DO GOLPE A PROSPERAR! A GRANDE VERDADE É…….A FALTA DE PUNIÇÃO, SERIEDADE E A SELETIVIDADE DA PGR, MP E STF, FAZ APOLOGIA AO CRIME COMUM E AO CRIME ORGANIZADO! SOLTA ASSASSINOS, NÃO JULGA BANDIDOS QUE ESTÃO DESTRUINDO A SOBERANIA DO PAÍS DESDE A ÉPOCA DO FHC, POR ISSO A ODEBRECHT CHEGOU A ESSE PONTO, ELA NÃO É CULPADA, POIS OS POLÍTICOS SÃO DA VELHA GUARDA! OS PÓLICOS QUE A CORROMPERAM TAL QUAL AS OUTRAS EMPREITEIRAS OU CASO ELA É A UNICA QUE FAZ PARTE DA CORRUPÇÃO! ELES DEVEM SATISFAÇÃO A SOCIEDADE QUE OS PAGA E NÃO AS EMPREITEIRAS. STF SOLTA CHEFE DE FACÇÃO CRIMINOSA ATRAVÉS DE ABES CORPOS,LIMINARES. A GRAVAÇÃO DE JUCÁ E MACHADO É A MAIOR PROVA DO GOLPE, E O QUE FAZEM! NADA, DEIXAM O PAÍS SER DESTRUÍDO E PERDER SUA SOBERANIA. BRASIL A JUSTIÇA FAZ APOLOGIA AO CENÁRIO DE MORTE E CORRUPÇÃO! DESPERTA TU QUE DORME! A JUSTIÇA NÃO E CEGA ELA SE TORNOU CÚMPLICE E POR ISSO CRIMINOSA. E AS FORÇAS DESARMADAS CONTRA O GOLPE, ARTIGO 142, 143, 144 DO CÓDIGO PENAL MILITAR É O QUE PRECISA SER VISTO, POIS A OMISSÃO, OS TORNA CÚMPLICES DESSE GOLPE E DA PERDA DA SOBERANIA COM AS PRIVATIZAÇÕES, JÁ QUE TEM PODER PARA SOLICITAR UMA NOVA ELEIÇÃO GERAL.

Responder

José Roberto de Lima

06 de março de 2017 às 18h44

Se é assim que as coisas estão então todas as acusações fruto dessas delações serão ANULADAS????????????????????????

Responder

Antonio Passos

06 de março de 2017 às 18h35

Duvido que, em toda a história humana, tenha existido um país mais imbecilizado do que o Brasil. Desculpem-me mas eu torço para que o governo temer APROVE todo o saco de maldades que tem. O povo precisa sentir a chibata nas costas para, talvez, reagir. Tudo que está sendo feito terá de ser anulado mesmo, então eu quero mais é que a direita complete o serviço.

Responder

Rodolfo Souza

06 de março de 2017 às 20h56

traje de baile de debutantes !!!!

Responder

Estelina Farias

06 de março de 2017 às 17h16

Com outras palavras, estamos vivendo novamente uma ditadura. Assustador

Responder

Armando Divan

06 de março de 2017 às 17h10

Eu mudaria o título para “Associação espúria entre MPF e PIG formam máquina de destruir empregos, votos e direitos”, excetuando os deles, é claro. Esses são intocáveis e muito bem remunerados, além de pagos pelo tesouro nacional. Esses sim, deveriam ser presos e investigados.

Responder

    Miguel do Rosário

    06 de março de 2017 às 17h17

    Boa Armando. Pode ser o subtítulo do artigo.

    Responder

      henrique moro

      06 de março de 2017 às 18h27

      “a jornalista Joice Hasselman foi absolvida no processo movido por Lula, que a acusou dos crimes de calúnia, injúria e difamação em razão de comentários feitos em seu blog”

      LULADÃO.. VAI PASSEAR DE CAMBURÃO DO MENSALÃO PETROLÃO ELETROLÃO SEUS BANDO DE CUZÃO..

      Exclusão de comentário hater

      Responder

Jesus Calixto

06 de março de 2017 às 20h10

Anderson Dias

Responder

Silvia Maria Garcia

06 de março de 2017 às 19h30

O pior cego é aquele que não quer ver!!!

Responder

Carlos Tibola

06 de março de 2017 às 19h20

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Lili Brown

06 de março de 2017 às 18h28

Destruidores do Brasil! Perseguidores politicos! Defensores do PSDB!

Responder

Valdemir Paulo Paulo

06 de março de 2017 às 18h05

Os três patetas. Da rede esgoto.

Responder

Roberto Camarini Espindola

06 de março de 2017 às 17h44

O Ninho, o Berçário Tungano

Responder

Juninho Zeff

06 de março de 2017 às 17h44

Se liga aí no que está em destaque nas mídias hoje sobre a prisão de Lula. Eu dei essa ideia. rs Parece estranho mas funciona. E eu sugiro com que armas iremos lutar contra eles…BOSTA. Fácil de obter/fácil da armazenar/não custa nada e todo mundo tem ojeriza. Se vc jogar bosta no uniforme de alguém esse nunca mais será usado e se alguém tomar bosta na cara não aguentará ficar com o mal cheiro e seus colegas não aguentarão ficarem juntos pra afrontar o povo. Como sabemos que essa corja é uma bosta, BOSTA nele é o que merecem. Na verdade eu sonhei com isso a noite passada e penso que pode ser algo divino nos mostrando que podemos lutar contra sem matar ninguém e ao mesmo tempo humilhar os que querem nos humilhar. Pode ser uma saída.

Responder

    Airton Prestes

    06 de março de 2017 às 15h44

    Essa é a ideia mais genial que li no cafezinho.
    Já imagino a tropa de Choque do Alkimim batendo em retirada.

    Responder

    Vera Lu Cruz

    06 de março de 2017 às 21h16

    legal. Vc. carrega e joga com sua mãozinha.

    Responder

      wanderley kusma

      06 de março de 2017 às 23h03

      vera lu cruz ( com minúscula pois COXINHA, não é nome próprio), mesmo que a gente tenha que fazer um pouco mais de força. Nós JOGAMOS VOÇÊ, em vez de MERDA e ninguém vai PERCEBER A DIFERENÇA.

      Responder

        JWN

        07 de março de 2017 às 10h46

        Kkkkkkkk, perfeito

        Responder

    Juninho Zeff

    06 de março de 2017 às 22h05

    Vera Lu Cruz Use a inteligência e coloque num potinho…Tipo aqueles de fezes entnde?

    Responder

    Theo Ventura

    07 de março de 2017 às 03h00

    kkkkkk gostei mas precisamos operacionalizar melhor.

    Responder

    Juninho Zeff

    07 de março de 2017 às 03h03

    Cara!!! É a saída. Pode procurar ideia melhor que não vai achar. O que a polícia pode fazer com quem tem um copinho de bosta na bolsa? kkkkkkkkkkk Qual a condenação? Jogar bosta na Geni? kkkkkkkkkkkkkk

    Responder

    Juninho Zeff

    07 de março de 2017 às 03h04

    Theo Ventura Imagina a proeza dum troço desses num estilingue hein? kkkkkkkkkk

    Responder

    Theo Ventura

    07 de março de 2017 às 03h10

    Verdade. Mas temos que lançar os copinhos ao mesmo tempo, senão a tropa vai feder em cima da gente. kkkkk

    Responder

    Theo Ventura

    07 de março de 2017 às 03h11

    Tô imanginando os copinhos em cima do Kintacategoria e sua turminha. kkkkkk

    Responder

    Juninho Zeff

    07 de março de 2017 às 03h11

    kkkk A bosta não é só pra polícia…É pra qualquer um quiser ferrar com o Brasil…Bosta neles.

    Responder

Anônimo

06 de março de 2017 às 14h34

Miguel do Rosário é o melhor comentarista político brasileiro. Pouca gente concorre com ele, como Fernando Brito e Marcelo Auler.

Responder

    Che amigo

    06 de março de 2017 às 18h35

    Concordo plenamente… não se deixa enganar pela fumaça da mídia venal, e informa e esclarece com coragem, visão e singular inteligência.

    Responder

Marco Messias

06 de março de 2017 às 17h22

Ganham do pete?

Responder

Deixe uma resposta