A audiência pública sobre a reforma tributária

Vídeo: o debate no Barão sobre mídia e estado de exceção

Por Miguel do Rosário

18 de março de 2017 : 11h06

O Cafezinho exorta os internautas a assistirem esse debate histórico no Barão de Itararé. Participaram dele o deputado Wadih Damous (PT-RJ) e os Zanin (Cristiano e Valeska), advogados do presidente Lula. Além de Miro Borges, presidente do Barão.

Os internautas devem assistir ao debate na íntegra, mas como eu só pude, até o momento, assistir mais ou menos a partir do último terço do vídeo, vou fazer sugestões a partir do que eu vi.

Eu sugiro ao internauta assistir a partir do minuto 1:53:35, onde Wadih fala dos arbítrios cometidos pelo Judiciário brasileiro contra o Almirante Othon Ribeiro. Enquanto as forças de segurança de Israel são pagas para assassinar cientistas nucleares iranianos, e a CIA monitora a movimentação de cientistas nucleares do mundo inteiro, enquanto os americanos deram asilo a vários cientistas nazistas do pós-guerra, por conta obviamente de seu conhecimento, aqui o Judiciário condena o nosso maior gênio nuclear a 43 anos de prisão, num desses processos kafkianos cheios de convicção e poucas provas. E ainda prenderem e ameaçaram a própria filha do Almirante.

No minuto 2:00:25, Valeska Martins faz uma intervenção brilhante. Primeiramente, ela fala do grampo ilegal encontrado no apartamento de Lula, por coincidência logo após a busca e apreensão feita pela Lava Jato no local. Em seguida, Valeska fala sobre o “Lawfare”, a nova tática de guerra usada pelos poderosos, usando mídia e justiça para destruir seus adversários políticos. Valeska fala também da legislação britânica, que protege indivíduos contra agressões da mídia durante processos judiciais. E fala muito sobre a relação entre mídia e justiça no Brasil.

No minuto 2:07:36, Cristiano Zanin fala da arrogância de um problema grave, que aliás a Valeska já tinha mencionado, que é o fato de, no Brasil, existir o “básico” de uma legislação que nos protegeria da mídia, mas que simplesmente não é cumprida pelo Judiciário. O Judiciário no Brasil, inacreditavelmente, não cumpre a lei. O presidente Lula não tem conseguido direito de resposta, por exemplo, a agressões grotescas que sofre na imprensa.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

ANTONIO PAULO DA COSTA CARVALHO

18 de março de 2017 às 20h43

Difícil ver os comentários dos que, sem a menor noção do que acontece com o Brasil, ficam com a neurose mediática comandada pela Globo,

Responder

reinolds

18 de março de 2017 às 17h31

Se o Lula não tivesse o direito de defesa… já estaria preso.

Responder

    Cesar Saldanha

    18 de março de 2017 às 18h40

    Burro, eles precisam do circo mesmo que o picadeiro seja escondido para falar ao mundo que foi dado a ele o direito de defesa. Você é um imbecil. É um teatro, e por acaso assistiu ao show ao todo ou em pedaço na sua REDE DE ESGOTO.

    Responder

reinolds

18 de março de 2017 às 17h27

Se estamos em um Estado de Exceção… então quem o estabeleceu foi a esquerda, pois a esquerda está querendo implantar seu plano de poder desde que os militares passaram o Brasil para as mãos dela. Os militares entregaram o Brasil para os comunistas dos grupos guerrilheiros que perturbaram a nação. Foi por causa destes grupos que os militares foram postos no governo. Dilma, Genoíno, José Dirceu, Franklin Martins, o atual ministreco da justiça e caterva participavam dos grupos terroristas – que roubavam bancos, sequestravam, colocaram bombas, assassinavam militares e civis, praticavam justiçamento, enfim… é essa gente que destruiu nossa o Brasil. Não esquecendo que o Lula era o agitador e agente duplo. A culpa é deles – são ladrões e péssimos agentes públicos. Instauraram a cleptocracia para perpetuarem-se no poder.
Agora estão lutando contra si mesmos… ou alguém pensa que o Temer é de esquerda? O plano de poder lulopetista nunca vai acontecer… pois já perderam… resta somente admitirem e pedirem para sair. Estão sendo desmascarados.
Nunca mais PT ou qualquer partido esquerdopata no governo do Brasil.

Responder

reinolds

18 de março de 2017 às 17h16

Mas o Lula é um demônio.

Responder

    Cesar Saldanha

    18 de março de 2017 às 18h45

    Se Lula é um demônio na sua concepção, quem é deus – MORO? Você é apenas um imbecil que não sabe nem o que fala. Nem vale a pena discutir.

    Responder

Jovineto Medeiros

18 de março de 2017 às 17h41

Responder

Cecilia Corrêa

18 de março de 2017 às 16h32

Fui dormir nas madrugas assistindo. Muito bom! Obrigada pela transmissão.

Responder

Agda Rossetto

18 de março de 2017 às 14h23

Assisti, adorei, parabéns pela transmissão!!

Responder

Jorge Llagostera

18 de março de 2017 às 11h22

Parabéns!!!

Responder

Deixe uma resposta