Hangout com Miguel do Rosário: Bolsonaro nos EUA

FGV: Greve geral foi o evento mais comentado na internet da história do Brasil

Por Miguel do Rosário

30 de abril de 2017 : 00h16

Estudo da Fundação Getúlio Vargas conclui que as menções à greve geral do último dia 28 de abril a tornaram um evento, nas redes sociais, mais importante que as manifestações pró-impeachment de 2015 e 2016.

Todos os recordes foram batidos.

E a maioria das posições nas redes foram, de maneira esmagadora, positivas à greve, como se vê no gráfico acima.

Abaixo, trecho da conclusão.

***

Abaixo, o estudo completo:

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

51 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Pedro

01 de maio de 2017 às 12h35

Em Florianópolis foi a maior manifestação de rua desde a visita do Papa.

Responder

Ester Ericsson Mosheer

01 de maio de 2017 às 15h14

Foi sim muitas pessoas reclamando criticando. Por serem impedidos de trabalhar ir a hospital comerciantes sendo ameaçadas, motorista sendo obrigado a não seguir seu percurso pq vandalus, queimado pneus nas rodovias. É evento para não esquecer a anarquia no país.

Responder

Mario Washington Wallace Fajardo

30 de abril de 2017 às 23h51

Quer dizer a maior queima de pneus…

Responder

Ivaneida Xavier

30 de abril de 2017 às 14h45

O que posso dizer…era o que precisava ver e ouvir. Muito bem…muitas palmas…!

Responder

Marlon Guido

30 de abril de 2017 às 16h36

Exatamente, evento da internet…

Responder

Jaqueline Navegantes

30 de abril de 2017 às 15h42

No Rio de Janeiro, tirando o Centro da cidade, estava tudo normal, lojas, shopping, salão, mercado, posto de gasolina etcetc….ônibus tinha pouco mas tinha e o metrô funcionou normalmente. Não sei que greve geral foi essa!

Responder

Carolina Pires

30 de abril de 2017 às 14h59

Pode melhorar o artigo.

Responder

rivandy capistrano da Silva

30 de abril de 2017 às 10h28

O Brasil inteiro aderiu a greve, mundo inteiro comentou, a nossa PlimPlimPIGolpista, como fez durante todo arranjo e conspiração do golpe e continuou para garantir sua concessão, continuando com suas posições de ignorar a voz do povo, seguidas pelas outras emissoras lambe botas, repleta de fascistas na sua maioria, perderam a oportunidade de se retratarem com a classe trabalhadora.

Responder

Lourdes Cannito

30 de abril de 2017 às 13h15

Vamos em frente!!! Aos que preferem fechar os olhos Cegueira é opcional!!! Não importa, vamos continuar , não passarão!!!

Responder

Sebastião Farias

30 de abril de 2017 às 10h11

Miguel, os golpistas sempre usaram o argumento de mudanças para o país melhorar, pois bem, será que já não era a hora da sociedade pautar nesses eventos públicos: i) Preparar um estudo (documentário) honesto e imparcial, com os nomes de todos os promotores e parceiros do golpe para ser divulgado nas praças, mídias compromissadas com o Brasil, nas escolas, sindicatos, em painéis e outdoors, etc, e atacá-los pelo “bolso”?
isto é, por uma Campanha de Conscientização do povo a se abaterem de assistir emissoras, a não lê jornais, revistas, etc, bem como a não comprarem ou consumirem nada em estabelecimentos, etc, golpistas, para que o povo mostre o seu poder e eles sintam é caiam na real, pelo mal que fizeram ao país.
ii) De pautar as Reformas que o Brasil precisa, mas, discutidas e aprovadas pelo povo, como: Emenda à CF para acrescentar Artigo específico equiparando golpe de estado a traição à Pátria e capitulando seus autores à pena máxima do Código Penal, além de perda para sempre, de direito político e de exercer quaisquer cargos públicos em qualquer instância da Federação Brasileira; Reforma Política e Partidária do Brasil; Reforma do Poder Judiciário; Reforma Tributária e Fiscal Cidadã; Reforma Institucional dos Órgãos Comlentares e Essenciais à Ordem Pública; Implantação a curto prazo, do Marco Regulatório Cidadão das Concessões Públicas dos Meios de Comunicações do Brasil. E por aí vai.
São as nossas sugestões e colaboração como cidadão, para que possamos dizer aos nossos filhos e netos daí endiante, Golpe no Brasil, Nunca Mais!!!!!!

Responder

    rivandy capistrano da Silva

    30 de abril de 2017 às 10h35

    Concordo com você, as pessoas precisam de esclarecimentos para poder aprender a se defender dessa corja.

    Responder

    Clá

    30 de abril de 2017 às 13h53

    Miguel do Rosário: o que você está esperando para acatar a sugestão do Sebastião Farias e começar a escrever a esse respeito? A postagem (e as sugestões) do Sebastião Farias é o que tem de melhor circulando na internet nos tempos de golpe! E se “O Cafezinho” é uma mídia séria e isenta, não tem como não aderir à sugestão. Vamos começar pelo jornalismo independente, elaborando estudos sobre o golpe, divulgando os nomes dos envolvidos. Acho que seria uma saída para a inútil e improdutiva “guerra” entre esquerda-direita, que não levará a nada.

    Responder

Jeová

30 de abril de 2017 às 09h03

Importante lembrar que a presença de Dória e Bolsonaro diz respeito a propaganda efetuada pela mídia manipuladora.

Responder

Reinaldo Chaves Rivera

30 de abril de 2017 às 11h33

… Eis aí, estultos, a ÚNICA razão para essa greve fajuta !!

Responder

Renato Michalsky

30 de abril de 2017 às 11h29

Ué , não tinha sido a “maior” greve do Brasil ? Vamos queimar pneus , minha gente !

Responder

Nielsen

30 de abril de 2017 às 08h20

De fato foi o assunto mais comentados afinal a maior parte da população foi prejudicada por alguns sindicalistas que fecharam estradas, e a maior parte da população estava e está muito irritada com essa paralização sem sentido. Aliás, mais irritada com meia dúzia de sindicalistas e seus seguidores fechando ruas , para dar entender que foi um grande sucesso. Porque ninguém faz manifestação no feriado ??? Esse Brasil , esse gigante nunca acordou .

Responder

    Daniel

    30 de abril de 2017 às 19h48

    sem sentido? Em que planeta vc está? Conhece alguma coisa de história, de política?Ou é um ignorante em todos os sentidos?Tá de brincadeira, não é?

    Responder

Antonio Cuzzuol

30 de abril de 2017 às 11h12

O que houve foi uma greve parcial dos meios de transporte publico que impediu os trabalhadores de chegar aos locais de trabalho. Teve alguma assembleia para votar a realização de greve ou foi decisão dos dirigentes sindicais que vão perder $$$ com o fim da contribuição sindical compulsória?

Responder

    Clá

    30 de abril de 2017 às 14h00

    Antonio Cuzzol: o problema não é o sindicato perder dinheiro. O problema somos nós, trabalhadores, perdermos os sindicatos. Porque esse é o objetivo: acabar com os sindicatos e acabar com os vínculos do trabalhador, seja com a empresa, com a justiça, e com o que quer que seja. O objetivo é deixar o trabalhador absolutamente desvinculado de tudo, isolado, fragmentado e, consequentemente, indefeso e fraco, em relação direta com o capital financeiro. Isso resulta em escravidão. O que você não está percebendo, Antonio Cuzzol, é que o que está sendo imposto pelo governo ditador/golpista não são medidas econômicas: são alterações no regime jurídico para instalar a Nova Ordem Mundial. Já ouviu falar em Nova Ordem Mundial, das famílias Rockfeller, Soros, Ford e Rotschild? Então, informe-se. Hoje, eles vão tirar os seus direitos trabalhistas e aposentadoria. Amanhã, eles tiram você de dentro da sua casa e te jogam no lixo, sem nenhum escrúpulo.

    Responder

Paulo Vasconcelos

30 de abril de 2017 às 09h59

Elisabeth Spinelli de OliveiraThelma MouraOdete Augusta LimaEleni Guatura

Responder

Ausônia Schelini

30 de abril de 2017 às 04h18

Foi um grande evento NA INTERNET! Hahahah

Responder

Roselaine Chiari Cesarino

30 de abril de 2017 às 04h07

Ganhamos…

Responder

Michele

30 de abril de 2017 às 00h55

A greve foi um sucesso nas ruas e nas redes aos poucos as teias de mentiras da mídia e do governo vão sendo desmontadas!
li esse interessante texto na carta capital!
Como #AGreveFracassou chegou aos trending topics na Índia? https://www.cartacapital.com.br/politica/como-agrevefracassou-chegou-aos-trending-topics-na-india

Responder

Eliane Mello

30 de abril de 2017 às 03h36

De coração espero que isso seja apenas o começo do levante popular , o gigante não está adormecido .

Responder

Reinaldo Chaves Rivera

30 de abril de 2017 às 03h35

… Não houve greve geral coisa nenhuma. Os comunistas apenas atrapalharam a mobilidade das pessoas de bem, que, mesmo assim, foram ao trabalho por outros meios. Essa “greve” foi um retumbante fracasso. Estão revoltados porque perderam o imposto sindical, isto sim.

Responder

    Ausônia Schelini

    30 de abril de 2017 às 04h23

    É isso aí, Reinaldo Chaves Rivera! ?

    Responder

    Maggie Marisol Núñez

    30 de abril de 2017 às 06h43

    Coxa e sobrecoxa !

    Responder

    Marcus Souza

    30 de abril de 2017 às 08h06

    Fracasso, ata.

    Responder

    Marcus Souza

    30 de abril de 2017 às 08h07

    Que venham mais fracassos como esses

    Responder

    fabio

    30 de abril de 2017 às 08h24

    “pessoas de bem” Que precisam atacar “comunistas” pra defendes seus bandidos de estimação em rede social? Té explicado pq LULA lidera com folga todas as pesquisas de opinião, #Lula2018

    Responder

    Reinaldo Chaves Rivera

    30 de abril de 2017 às 11h32

    … Eis aí, estultos, a ÚNICA razão para essa greve fajuta !!

    Responder

    William Roque

    30 de abril de 2017 às 12h22

    Esse velhaco coloca esse mesmo comentário em todas as matérias sobre a Greve Geral, coitado dele deve está sem seus remédios

    Responder

    Reinaldo Chaves Rivera

    30 de abril de 2017 às 12h24

    .. Onde greve geral ???

    Responder

    Caroline Dias

    30 de abril de 2017 às 15h23

    Reinaldo, a CUT fez plebiscito pra acabar com o imposto sindical uns tempos atrás, vc sabia? Só ir lá no site deles e pesquisar. Isso só prova que vc é manipulado, pq sequer vai checar as informações, só reproduz o que te dizem

    Responder

    Marcus Souza

    30 de abril de 2017 às 15h26

    Kkkkkkkkk essa montagem mal feita

    Responder

    Eline Maria de Vito

    30 de abril de 2017 às 16h47

    Risível essa montagem da foto !!! Kkkkkkk

    Responder

    Elizabeth Moura

    30 de abril de 2017 às 21h10

    Estamos é felizes, você nunca conhecerá o sabor de estar nas ruas e sentir o calor do povo aguerrido e disposto, que luta feliz por estar vivo. Você é um recalcado, daquele tipo que detesta ser definido como classe trabalhadora, com? certeza é mais um capacho explorado que sonha em ocupar o lugar do opressor. Mas é só sonho viu?!

    Responder

Vitor Chiozzini

30 de abril de 2017 às 03h33

Vivian Lima

Responder

Sylvya Nahan

30 de abril de 2017 às 03h30

Responder

Bergson Alves

30 de abril de 2017 às 03h26

Quero mais greve, até esse governo reconhecer que está errado. Tenho um monte de amigos achando isso uma barbárie, mas o que eu acho é que, quem sofre com essas reformas, são os pobres mesmo, os ricos vão fazer suas reservas financeiras e não estão nem aí pra aposentadoria mesmo não. Mas e o pobre? Se for preciso fazer barulho, que façam! Vejam, tanto barulho que houve e o Presidente diz que foi apenas um movimento sindicalista. Então vão galera, façam pior, pode ser que uma hora, essas porcarias que estão no poder, acordem. Fiquei tão indignado com as palavras desse preocupante presidente, que o acho ainda mais ilegitimo agora.

Responder

Tania Nunes

30 de abril de 2017 às 03h25

O governo TEMER GOLPISTA, está com os dias contados.
Ficou claro que agora o povo,
nao vai mais parar, é uma Luta de CLASSES… o Brasil vai pegar fogo!!!
Agora aguenta seu canalha!!!
AVANTE Companheiros !!! ?

Responder

    Sergio Gomes

    30 de abril de 2017 às 19h16

    “Luta de classes” é mote de comunista preguiçoso que fica pensando no que vai fazer com o dinheiro dos outros. VTNC

    Responder

    Mario Washington Wallace Fajardo

    30 de abril de 2017 às 23h53

    As bestas elegeram Temer junto com Dilma e hoje o chamam de golpista… rsrs

    Responder

Themis Morais

30 de abril de 2017 às 03h25

#BRASILEMGREVE

Responder

Marília Braga

30 de abril de 2017 às 03h22

É só o começo.

Responder

Robercil R. Parreira

30 de abril de 2017 às 03h21

#BrasilEmGreve!

Responder

Deixe uma resposta