Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

18 anos depois, Justiça aceita denúncia contra trensalão tucano

Por Miguel do Rosário

05 de maio de 2017 : 11h20

(Fotos: Edson Lopes Jr/Fotos Públicas)

Justiça Federal aceita denúncia sobre trensalão paulista de 1999
SEX, 05/05/2017 – 11:10

Jornal GGN – É destaque na Folha de S. Paulo desta sexta-feira (5) que a Justiça Federal em São Paulo aceitou denúncia do procurador Rodrigo de Grandis sobre corrupção em obras da CPTM de 1999 e 2000, no governo do tucano Mário Covas. Para o processo sobre o esquema de corrupção que ficou conhecido como trensalão, o Ministério Público contou com dois delatores da Siemens que foram poupados na denúncia.

De acordo com o MP, o cartel que fraudou obras da linha 5 da CPTM foi formado por seis multinacionais (Siemens, Alstom, Daimler-Chrysler Rail, ADTranz, Mitsui e CAF). Os ex-diretores da Siemens Everton Rheinheimer e Jan-Malthe Hans Jochen Orthmann ficaram de fora da denúncia porque colaboraram com as apurações.

Os ex-presidentes da CPTM Olivier Hossepian Salles de Lima, suspeito de receber propina, e Mário Bandeira, investigado por violação da Lei de Licitações, também foram poupados. Isso porque receberam o benefício da prescrição.

Entram no rol dos réus os ex-diretores da CPTM João Roberto Zaniboni e Ademir Venâncio de Araújo, por corrupção e lavagem de dinheiro, quatro ex-executivos da Alstom (Paulo José de Carvalho Borges Júnior, Carlos Alberto Cardoso Almeida, Daniel Maurice Elie Huet e Isidro Ramon Fondevila Quionero); Ronaldo Cavalieri, da Siemens, e Masao Suzuki, ex-executivo da Mitsui, além do consultor Arthur Gomes Teixeira.

O MPF diz que o dinheiro da propina do esquema circulou por cinco países. “A obra do Metrô paulistano custou R$ 527 milhões em valores de 2002, quando foi concluído o primeiro trecho da linha 5. A propina que passou pelas empresas de consultoria corresponde a 5% do valor do contrato, de acordo com a denúncia do Ministério Público Federal”, destacou o jornal.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

40 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jailton Reis

06 de maio de 2017 às 19h30

Piada.PSDB tem proteção da justiça.

Responder

Eládia Maria Cruz

06 de maio de 2017 às 17h23

A-leluia! A-leluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia ! Ale- lu-ia!

Responder

Sueli Ribeiro

06 de maio de 2017 às 13h12

Aceitou, investigar quem sabe daqui a mais 18 anos

Responder

Pedro Neno

06 de maio de 2017 às 08h21

Justiça tarda e falha!

Responder

Lucia Kamilla Kun

06 de maio de 2017 às 01h11

Olha como a justiça é lenta dependendo do partido envolvido.

Responder

Maurilio Costa

05 de maio de 2017 às 23h16

Nenhum politico envolvido?

Responder

Antonio Alberto Miranda

05 de maio de 2017 às 16h16

E os outros escândalos e roubalheira tucanas? Vão esperar os 21 anos?
Justiça de sp é rápida só com o PT e os pobres!

Responder

Ana Clara Alves

05 de maio de 2017 às 19h15

Olha a Prescrição aí gente , deve estar batendo na porta.

Responder

Josino Malagueta

05 de maio de 2017 às 18h20

Não devemos nos alegrar, isso pode ser pegadinha!!!

Responder

Zenir Campos Reis

05 de maio de 2017 às 17h56

Os indiciados vão responder de além túmulo.

Responder

Maria Thereza Freitas

05 de maio de 2017 às 14h45

rapidez incrível! e, pra variar, envolve um falecido. aí, não vale.

Responder

Ninguém

05 de maio de 2017 às 14h41

Ele estava esperando o escândalo completar a maioridade.

Responder

Pizolotto Nando

05 de maio de 2017 às 17h39

E cadê os políticos na denuncia???

Responder

Deuzelia Garrido

05 de maio de 2017 às 17h33

Só agora justiça partidária e corruompida ??

Responder

Uverlanio Morais

05 de maio de 2017 às 16h51

… pra o STF, pronunciar que o único campeão de 87 é o Sport, imaginem processar um tucano.

Responder

Uverlanio Morais

05 de maio de 2017 às 16h48

Daqui a 500 anos é que a justiça defira algo à respeito. Se levou 30 anos

Responder

Penha Lagoa

05 de maio de 2017 às 15h57

Finalmente, espero que não prescreva,falam tanto em corrupção e esperaram 17 anos .

Responder

Ivan Gomes Tavares

05 de maio de 2017 às 15h47

justiça cara e ineficiente

Responder

Eliz Mafra Alves

05 de maio de 2017 às 15h38

A culpa vai cair em quem ja morreu e fim de papo..querem ver..

Responder

Waldir José Franco

05 de maio de 2017 às 15h23

E o Azeredo?

Responder

Marco Andrade

05 de maio de 2017 às 15h21

Curioso é o silêncio do mbl em Rodrigo Andrade Machado será que isso não é corrupção Higo Guitarman kkkkk

Responder

Amdta Mdta

05 de maio de 2017 às 15h13

Agora que já vai prescrever tudo…

Responder

Paulo L Maia

05 de maio de 2017 às 14h58

Imagine então os ladrões da merenda escolar escolar de milhares de crianças indefesas.

Responder

Raymundo Itareru Santos

05 de maio de 2017 às 14h48

e nenhum político. do psdb

Responder

Mario Luiz de Camargo

05 de maio de 2017 às 14h43

E LOGICO O PT TA COMENDO NO MESMO PRATO E AGORA MUDOU

Responder

Jose carlos lima

05 de maio de 2017 às 11h40

Se fossem petês estariam mofando na cadeia há quase duas décadas…mas sendo tucano, espera-se a prescrição das penas, certo

Responder

Ana Veronica Miyasaka

05 de maio de 2017 às 14h39

DEZ ANOS DEPOIS.

Responder

Emilio Vazquez

05 de maio de 2017 às 14h31

É muita cara de pau.

Responder

Jair de Oliveira

05 de maio de 2017 às 14h27

Só para prescrever, o editor do site deveria saber disso!

Responder

Leda Santos

05 de maio de 2017 às 14h26

Antes tarde do que nunca!

Responder

    Emerson Lins

    05 de maio de 2017 às 14h29

    Será nunca…pois varios dos crimes já prescreveram…como se queria….demostrar…:)

    Responder

    Leda Santos

    05 de maio de 2017 às 14h31

    Mas a narrativa está aí. Os fatos, ao menos os principais, não permanecerão ocultos na penumbra duvidosa das lendas urbanas.

    Responder

    Emerson Lins

    05 de maio de 2017 às 15h18

    Leda Santos E…virou lenda como o Mensalão Mineiro(PSDB) e Mensalão de Brasiliia(DEM)…

    Responder

    Leda Santos

    05 de maio de 2017 às 15h32

    Ainda acredito que um dia tudo isso será revisto. Em algum ponto no tempo essas atitudes serão julgadas. A história sabe colocar tudo em seus devidos lugares.

    Responder

Walter Mateus Filho Mateus

05 de maio de 2017 às 14h26

É o jeito de pegar Gilmar….

Responder

Hypolito Kalinowski

05 de maio de 2017 às 14h25

Vai prescrever …

Responder

José Carlos Silva

05 de maio de 2017 às 14h24

Coitado do covas, vai sobrar só pra ele.

Responder

Jose Do Carmo da Silva

05 de maio de 2017 às 14h22

sera porque ja prescreveu

Responder

Deixe um comentário