Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Juízes do Trabalho repudiam ataques de Gilmar Mendes à CLT

Por Luis Edmundo

11 de junho de 2017 : 17h55

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

“Hoje, nós não temos só o desafio de proteger o empregado, ou o chamado ex-empregado. Nós temos que garantir o sistema de empregabilidade. Esse é o grande desafio” .

O trecho acima está logo na abertura da carta assinada por mais de 1800 juízes do Trabalho em repúdio ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, que “tem disparado contra a CLT e contra a Justiça do Trabalho. Por último, contra os Ministros do TST”.

A carta foi entregue no ano passado à presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, que até hoje não deu resposta alguma sobre o seu destino.

Entre outros ataques à Justiça do Trabalho, Mendes, segundo a carta dos juízes, “acusou as decisões do TST, que garantiram a ultra-atividade, de serem casuísticas e de aparentemente favorecerem apenas a um lado da relação trabalhista. Disse, também, que o TST, na Súmula 277, proferiu uma ‘jurisprudência sentimental’ em um ‘ativismo um tanto quanto naif’, ou seja, ‘ingênuo’ ou ‘popularesco'”.

Assinada por 1.738 juízes e desembargadores do Trabalho, 219 procuradores do Trabalho, 109 advogados trabalhistas e 40 apoiadores diversos de todo país, a carta fala da “existência de uma aliança da Presidência do TST com os setores e pessoas mais refratários aos direitos trabalhistas e à própria Justiça do Trabalho, pondo em risco a própria sobrevivência da instituição e dos direitos trabalhistas constitucionalmente assegurados”.

E até agora, a ministra Cármen Lúcia não se pronunciou sobre nada disso.

Abaixo, a íntegra do documento com as assinaturas:

 

Luis Edmundo

Luis Edmundo Araujo é jornalista e mora no Rio de Janeiro desde que nasceu, em 1972. Foi repórter do jornal O Fluminense, do Jornal do Brasil e das finadas revistas Incrível e Istoé Gente. No Jornal do Commercio, foi editor por 11 anos, até o fim do jornal, em maio de 2016.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

40 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Seiji Okamoto

15 de junho de 2017 às 11h24

Sem esquecer uma contrariedade, o próprio presidente do TST tbm apoia as reformas, Ives Granda Filho deveria ser o primeiro a ser contestado pelos juizes do TST e por que não, retaliado…

Responder

Marcondes Cruz

13 de junho de 2017 às 02h15

Safado.

Responder

Rafael Santana

12 de junho de 2017 às 17h24

Um Ministro do STF não pode advogar a favor de um ou outro grupo político. Ele precisa se manter neutro em relação a questões políticas, pois a nobre função de Ministro exige essa postura. O Gilmar Mendes já extrapolou todas as barreiras da moralidade e da ética nos seus discursos e ações (absolvições) defendendo determinados políticos. Estas condutas não condizem com a conduta de Ministros do Supremo e, por essa razão, o Doutor Gilmar Mendes deve ser impeachmado do Cargo no momento oportuno. Sua presença na Corte causa lesão aos princípios constitucionais da igualdade (membros do PSDB como o Aécio e Temer têm tratamento diferenciado em relação a outros postulantes), da moralidade e da legalidade. Além disso, a notória ausência de imparcialidade (todo o Brasil já percebeu que o Ministro é parcial e partidário), do seu ativismo político e do seu partidarismo fere os deveres funcionais dos Ministros da Suprema Corte e a própria Constituição Federal, a qual ele deveria defender. Fora Temer. Fora Gilmar.

Responder

Ruba Abur

12 de junho de 2017 às 16h29

OFICE BOY DA QUADRILHA…

Responder

Luiz Hortencio Ferreira

12 de junho de 2017 às 09h13

Isso é o retrato do que está acontecendo no nosso país! Um Supremo Tribunal Federal que deveria dar o exemplo de proteção aos direitos constitucionais de qualquer cidadão ou entidade e simplesmente não faz nada! É INACREDITÁVEL como o STF está se comportando perante os crimes que estão sendo praticados contra a nossa constituição nos últimos tempos e não atua e nem ao menos se posiciona, está inerte e omisso totalmente.
Eu como cidadão, cumpridor de minhas obrigações e pagador dos impostos que banca e paga toda esta estrutura existente (Legislativo, Judiciário e Executivo), estou indignado com tantos absurdos ocorridos e triste porque se pensarmos que o STF é a última instância da defesa dos nossos direitos, então, estamos ferrados e no fundo do poço.

Responder

Angela Schreiner

12 de junho de 2017 às 05h35

A mesma praça o mesmo banco… a praça é nossa…. Gil mar Mendes…

Responder

Maria Clara Pinheiro Pereira

12 de junho de 2017 às 04h37

Esse canalha tem que ser afastado o quanto antes dos cargos que ocupa.

Responder

Laercio Medeiros Epaminondas

12 de junho de 2017 às 01h08

ELE TEM QUE SOFRER PROCESSO DE IMPEACHMENT.

Responder

Eu

11 de junho de 2017 às 21h59

É preciso fazer uma pressão na Carmen Lúcia, ela precisa saber que nós estamos vendo sua omissão nos assuntos de interesse do país.
Ela é a Marina Silva do STF, vai seguindo o fluxo do conveniente e do próprio interesse.

Responder

Irion

11 de junho de 2017 às 21h57

Quem é o da foto? Mussolini?

Responder

Manu Junior

11 de junho de 2017 às 23h48

Com um homem deste ai no STF a credibilidade do Brasil vai a (O)!!!!!

Responder

Elide Bernardo

11 de junho de 2017 às 23h46

Homem horroroso!!!

Responder

Gilmar Damasceno

11 de junho de 2017 às 23h25

O STF e o TSE nunca nos envergonhou como agora, tira respeito por esse senhores, muito de cabelo branco, Gilmar Mendes consegue mudar essa história.

Responder

Gilmar Damasceno

11 de junho de 2017 às 23h21

Gilmar Mendes está louco, ficou insano, acostumado a não ser questionado e a ter todos os tipos mordomias bancada com o nosso dinheiro, entram em pânico em saber que suas falcatruas não mais toleradas e o povo está mais ativos com tolerância zero com esse caras que não tem um pingo de respeito. Brasil acima de tudo.

Responder

Rita Maria

11 de junho de 2017 às 23h11

Quem sabe a CLT não será rasgada?

Responder

Alemão Arel

11 de junho de 2017 às 23h01

De quem não trabalha e mentem viva o cabideiro

Responder

Alemão Arel

11 de junho de 2017 às 23h00

Juízes de q?

Responder

Luzia Oréfice

11 de junho de 2017 às 22h46

Depois de rasgar a Constituição ele, que nem é regido por ela, quer rasgar a CLT. Os salários dele e demais privilégios estarão garantidos pela eternidade.

Responder

Rone Silva

11 de junho de 2017 às 22h18

POR QUE NO DIA 9 DE JUNHO NÃO TEVE MANIFESTAÇÃO FORA TEMER EM FRENTE AO TSE E NO RESTO DO PAÍS?

Responder

AfonsoeDiane Ribeiro Oliveira

11 de junho de 2017 às 22h16

Os únicos partidos que estão contra as reformas são o PT é o PCdoB. E muita gente ainda reclama. Quando Lula foi presidente criou mais de 10 milhões de emprego sem necessidade de alterar a CLT
Lula 2018.

Responder

Christina Coutinho

11 de junho de 2017 às 22h02

Beiçudo!

Responder

Sandra Barros

11 de junho de 2017 às 21h34

ABAIXO AS REFORMAS!!!

Responder

Helcio Reis

11 de junho de 2017 às 21h34

Já era pra ter caído
Há tempo a justiça tem que agir

Responder

Amanda Olimpio

11 de junho de 2017 às 21h33

Boca de chupar… cerveja

Responder

Lili Brown

11 de junho de 2017 às 21h33

STF ANULACAO do impeachment comprado e fraudulento ja!

Responder

João ECris Fernandes

11 de junho de 2017 às 21h25

O SR LULA CRIOU MUITOS EMPREGOS SEM MEXER COM A CLT.

Responder

Celia Augusto

11 de junho de 2017 às 21h18

Figura patética fazendo muitos de pateta…

Responder

Daniel Silva Morais

11 de junho de 2017 às 21h17

Pelo amor de Deus, ninguém vai impor limites a esse FDP?

Responder

Leonardo Cohen Carneiro

11 de junho de 2017 às 21h15

Responder

Ana Flora Ferreira

11 de junho de 2017 às 21h08

Que boca horrorosa… cínico… cínico… cínico.

Responder

Cesar Pereira

11 de junho de 2017 às 21h08

Tenho que odiar FHC por ter indicado este asqueroso para o STF

Responder

Rafael Santana

11 de junho de 2017 às 21h06

Sobre a escolha do novo Procurador Geral pelo Temer:

“Assim como contaminou o TSE ao escolher seus julgadores (que o absolveu desmoralizando o judiciário), o Temer vai escolher seu acusador (o engavetador geral da República). Essas escolhas são inconstitucionais, pois possuem desvio de finalidade (visam a impunidade de criminosos) que afronta os princípios constitucionais da moralidade, da eticidade e da legalidade. Apesar de inconstitucional, o STF não vai fazer nada, pois já não defendem mais a Constituição.” Sinto saudades do PT.

Responder

Rafael Santana

11 de junho de 2017 às 21h06

Com o Gilmar no STF os corruptos podem ficar tranquilos. Esse Ministro precisa ser impeachmado urgentemente para o bem das instituições e da Democracia.

Responder

Jose Oliveira Junior Oliveira

11 de junho de 2017 às 21h05

Responder

Jose Oliveira Junior Oliveira

11 de junho de 2017 às 21h05

Responder

Roselaine Chiari Cesarino

11 de junho de 2017 às 21h04

Gilmar Mendes, o cancro do Brasil.

Responder

Maria Madalena Nunes Venceslau

11 de junho de 2017 às 21h03

Gilmala bodejante!Não fala,bodeja.

Responder

Lucas Cardoso

11 de junho de 2017 às 20h57

Do que adianta, Gilmar está a cima de todos.

Responder

    Jose Jailton Da Silva

    11 de junho de 2017 às 21h00

    Mas não dá justiça de Deus, desta nem o mais poderoso foge a hora do beiçola está chegando.

    Responder

Deixe um comentário