Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

03 08 2017 - Brasilia DF Brasil O presidente Michel Temer se pronuncia depois da aprovação no congresso e arquiva denuncia de corrupção que desautoriza o STF da investigaçãoo (Valter Campanato/Agencia Brasil

Os ratos que tomaram o poder vão esticar a corda até arrebentar

Por Pedro Breier

03 de agosto de 2017 : 10h20

(Pura tranquilidade após se safar da denúncia criminal. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Por Pedro Breier

Tão vergonhosa quanto o arquivamento da denúncia contra Michel Temer, sacramentado ontem pela pior Câmara que o dinheiro pode comprar, é a postura da velha mídia ao noticiar mais um 7 a 1.

A manchete dos sites da Folha e do Estadão informam que o governo mais bandido da história do país vai centrar fogo, depois de sua podre vitória, no maior ataque a direitos de todos, a reforma da previdência. O Globo muda o foco para a Lava Jato, que providencialmente arrumou um jeito de desviar a atenção do absurdo que aconteceu em Brasília.

O tom ameno dos colunistas globais ao analisar o arquivamento da denúncia demonstra, pela enésima vez, que a indignação com a corrupção é apenas uma arma eventual para que os Marinho, Frias, Mesquita e seus comparsas possam interferir no jogo político a favor de seus interesses financeiros. Quando a agenda econômica do governo coincide com a da imprensa familiar, dane-se a roubalheira.

Outro fato que ficou cabalmente demonstrado, ontem, é o monstruoso poder do dinheiro em relação à política. A diferença para o que acontece normalmente é que Temer chutou, ou melhor, bateu um tiro de meta com o balde. Comprou (com dinheiro público, ou seja, nosso) à luz do dia os deputados, distribuindo emendas parlamentares como um Silvio Santos jogando aviõezinhos de dinheiro para a plateia, a fim de que os nobilíssimos congressistas o livrassem de qualquer incomodação.

Tudo isso sob uma cobertura plácida da mídia amiga. Fica cada vez mais óbvio que a postura crítica da Globo é apenas um patético fingimento.

O fato é que os ratos que tomaram o poder descolaram-se completamente da realidade. A desaprovação recorde do presidente sem voto e a desmoralização completa do parlamento são encaradas, estarrecedoramente, como um passe livre para saquear os cofres públicos enquanto destroem o país e investem contra os direitos da população.

De José Roberto de Toledo, do Estadão, aos melhores articulistas da blogosfera de esquerda, o diagnóstico é unânime: isso não vai acabar bem. A nova investida pela reforma da previdência pode ser o ponto de não retorno.

Os ratos ensandecidos que tomaram o poder de assalto vão esticar a corda até ela arrebentar. E a corda, inexoravelmente, em algum momento arrebenta.

 

Pedro Breier

Pedro Breier nasceu no Rio Grande do Sul e hoje vive em São Paulo. É formado em direito e escreve n'O Cafezinho desde 2016, sendo atualmente um dos editores do blog.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

13 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Cícero

03 de agosto de 2017 às 19h42

Venceu a hipocrisia, a canalhice e a corrupção. Venceram, por ora, os ratos e os venais!!

Um presidente refém de sua própria mediocridade e acentuada estupidez, que vive escondido em seu “bunker” de estimação – o Jaburu -, onde costuma receber seus “pares” e até bandidos na calada da noite, para tramar contra a nação… Um presidente que não pode andar nas ruas do País sob pena de ser linchado pelas multidões… Um presidente, enfim, com alto índice de impopularidade e rejeição como o golpista Temer, pela lógica, já deveria ter sido destituído.

Mas “Temer não cai porque tem um sindicato de ladrões que o sustenta”, conforme bem observa Guilherme Boulos, do MTST.

Muitos dos que votaram a favor do arquivamento da denúncia contra Temer são vigaristas veteranos que não se acanham quando chamados de golpistas pelo povo nas ruas, que não se constrangem quando chamados de corruptos nos aeroportos da vida. Perderam completamente a vergonha e já não se importam quando chamados de ladrões!!!

Mas é preciso investigar os deputados que livraram o golpista Temer das peias da Justiça; investigá-los, repita-se, para que se possa apurar quanto custou cada um dos respectivos votos favoráveis à corrupção.

Herdeiros malditos da cultura de corrupção que impregna a nação brasileira desde os tempos do Império, Temer e seu bando deveriam dar graças a Deus por terem nascido no Brasil, e não na China, pois lá, ao contrário daqui, muitos deles já teriam sido condenados à pena de morte por fuzilamento em praça pública, há muito tempo.

QUE NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES NÃO NOS ESQUEÇAMOS DESSES DEPUTADOS PRÓ-TEMER QUE VOTARAM CONTRA A VONTADE DE 93% DO POVO BRASILEIRO !!!!

E que os seus nomes sejam divulgados massivamente nas redes sociais, como cúmplices declarados do crime de que Temer é acusado!!!!

Responder

Reginaldo Gomes

03 de agosto de 2017 às 14h53

Engano.
A corda não vai arrebentar. O povo está totalmente inerte. Obra fantástica do golpe que hipnotizou o povo , que acha que está assistindo um reality show , que em algum momento vai acabar sem precisar tirar a bunda do sofá.
Ninguém sabe como tirar o povo dessa fantasia e a maioria sequer sabe que está dentro de uma fantasia ou realidade paralela criada com maestria pelo golpe.
Golpe perfeito. Golpe indissolúvel até o momento porque não existe sabedoria e tecnologia para combatê-lo.

Responder

    Irion

    03 de agosto de 2017 às 19h55

    Com todo o respeito, ouso discordar. O povo está inerte… por enquanto. Ainda não sentiu na carne, não totalmente, os efeitos do golpe. Ainda não caiu a ficha! O povo e a esquerda em geral estão na situação da Rússia, logo após a invasão alemã na 2ª guerra, em que ficaram sem saber o que fazer durante um tempo, enquanto os nazistas avançavam. Mas foi somente por um tempo. A resposta veio depois, e veio dura. Aqui vai acontecer a mesma coisa. E para fazer isso não é tão difícil. Teremos uma massa descontente, mal empregada, mal nutrida e mal esperançada, sabendo QUEM FORAM aqueles que lhes roubaram os votos e o direito a uma vida decente. Basta formar núcleos de conscientização (a pedagogia do oprimido, que a esquerda não fez…) em todas as cidades e locais, e breve a direita espoliadora e corrupta terá a resposta…

    Responder

    Irion

    03 de agosto de 2017 às 20h00

    Com todo o respeito, discordo. O povo está inerte… por enquanto. Ainda não sentiu na carne, não totalmente, os efeitos do golpe. Ainda não caiu a ficha! O povo e a esquerda em geral estão na situação da Rússia, logo após a invasão alemã na 2ª guerra, em que ficaram sem saber o que fazer durante um tempo, enquanto os nazistas avançavam. Mas foi somente por um tempo. A resposta veio depois, e veio dura. Aqui vai acontecer a mesma coisa. E para fazer isso não é tão difícil. Teremos uma massa descontente, mal empregada, mal nutrida e mal esperançada, sabendo QUEM FORAM aqueles que lhes roubaram os votos e o direito a uma vida decente. Basta formar núcleos de conscientização (a pedagogia do oprimido, que a esquerda não fez…) em todas as cidades e locais, e breve a direita espoliadora e corrupta terá a resposta…

    Responder

    Irion

    03 de agosto de 2017 às 20h25

    O povo está inerte… por enquanto. Ainda não sentiu na carne, não totalmente, os efeitos do golpe. Ainda não caiu a ficha! O povo e a esquerda em geral estão na situação da Rússia, logo após a invasão alemã na 2ª guerra, em que ficaram sem saber o que fazer durante um tempo, enquanto os nazistas avançavam. Mas foi somente por um tempo. A resposta veio depois, e veio dura. Aqui vai acontecer a mesma coisa. E para fazer isso não é tão difícil. Teremos uma massa descontente, mal empregada, mal nutrida e mal esperançada, sabendo QUEM FORAM aqueles que lhes roubaram os votos e o direito a uma vida decente. Basta formar núcleos de conscientização (a pedagogia do oprimido, que a esquerda não fez…) em todas as cidades e locais, e breve a direita espoliadora e corrupta terá a resposta…

    Responder

      Diana

      04 de agosto de 2017 às 19h24

      Tenho esperança na reação do povo.

      Responder

    carlos

    03 de agosto de 2017 às 23h18

    Exato.

    Responder

    Ivan Martineli

    03 de agosto de 2017 às 23h26

    Acho um erro de avaliação jogar a culpa no povo. Estão inertes sim, acéfalos creio eu.
    Ocorre que a natureza de um povo é, e foi sempre esta, principalmente se lhes falta noção de cidadania. A culpa em minha opinião são dos líderes.
    Não temos líderes com voz, ou melhor, temos alguns maus intencionados, tais como a globo que destruiu as regras do jogo. Ou o Lula, que é forte mas vai ser preso pra tirar lhe a voz.
    Democratizar a culpa é fácil, difícil é admitir que os líderes são frágeis, não tem história nem envergadura para acender o pavio.
    Vamos em uma manifestação de milhares de pessoas , e vemos gente maluca gritando palavras desconexas de ordem que não motiva. E esta mesma manifestação é ofuscada pela mídia.
    Não partipamos mais e não acreditamos mais na mídia. Todos perdem.

    Responder

Jossimar

03 de agosto de 2017 às 10h46

“Tudo isso sob uma cobertura plácida da mídia amiga. Fica cada vez mais óbvio que a postura crítica da Globo é apenas um patético fingimento.”

Para mim isto está claro desde o primeiro momento.
Alguém viu a globo convocar manifestações contra o Temer?
Alguém viu a globo fazer cobertura ao vivo de qualquer manifestação contra o governo do ladrão?
Alguém viu a globo dar destaque a greve geral de 28/06, acho eu?

Sempre foi armação. Era apenas pressão para que o governo do ladrão aprovasse as reformas que a globo quer e aparentemente o ladrão não estava se esforçando muito.
Alguém quer apostar que se a reforma da previdência passar a globo vai elogiar o governo do ladrão e tentar enganar o povo novamente na eleição de 2018, se houver?

Entendam uma coisa: A GLOBO é inimiga do Brasil e do povo trabalhador brasileiro. Não é inimiga dos rentistas e dos corruptos porque ele própria é rentista e corrupta. É m câncer, que para o bem do Brasil, precisa ser cauterizado.

Responder

    João Carlos AGDM

    04 de agosto de 2017 às 11h50

    Caro Josimar você está certíssimo. Falta o povo em geral (ricos, pobres, empresários, etc.) ser conscientizado disto.
    Esta deve ser o objetivo da luta dos esclarecidos: informar ao povo que a Globo (e o resto da Mídia) é o inimigo público nº 1 do Brasil e dos brasileiros.
    GL do Mal.

    Responder

Clá

03 de agosto de 2017 às 10h39

Para Pedro Breier:
Pedro: francamente? a população merece isso e muito mais do que isso. Você certamente já saiu nas ruas hoje, não? Já olhou para a cara do filho da puta do brasileiro(a)? Eles estão com a mesma cara da mídia chapa branca: cara de normalidade. Essa cara de normalidade é uma mensagem claríssima e óbvia para o capital: “façam o que quiserem conosco.” A população está se esquecendo de um pequeno detalhe: o capital mata.

Responder

    José Rocha

    03 de agosto de 2017 às 19h26

    Brasileiro não é fdp não, mano. Que é isso?
    Brasileiro é sofrido, mas não é tolo.
    Um dia a corda arrebenta, mano.
    E quando arrebentar,
    Queira estar
    Ao lado do BRASILEIRO!

    Responder

      Cilly

      03 de agosto de 2017 às 21h23

      A corda só vai arrebentar quando alguém das classes dominantes ou estrangeiros tiverem interesse e fatiarem, aniquilarem o monopólio da comunicação da globo .É tv a cabo, eh jornal , são portais, é na telefonia, é nas rádios, é em tudo , direta ou indiretamente, agrade de canais é mesma Em TODAS as operadoras para impor a cultura americana aos brasileiros. Não permitem a RT por ex . que é russa, ou a al jazzira. Quando a globo arrebentar arrebentam as correntes que mantém o povo escravo

      Responder

Deixe um comentário para Clá