O Cafezinho

sexta-feira

13

outubro 2017

16

COMENTÁRIOS

Bolsonaro foge de debate na Universidade George Washington

Escrito por , Postado em Redação

Publicamos abaixo texto do grupo Defend Democracy in Brazil, uma das organizações de brasileiros formadas nas lutas contra o golpe no Brasil em 2016, com informações exclusivas sobre decisão de Bolsonaro de não participar de um evento onde poderia enfrentar protestos e críticas.

Lembramos ainda que o Intercept fez uma ótima reportagem sobre a passagem de Bolsonaro nos EUA, incluindo um vídeo em que o deputado bate continência para a bandeira norte-americana, faz coro aos gritos de USA, USA, USA!, e afirma que dará “carta branca para policial matar”.

Outro material interessante para os pesquisadores: esse vídeo com a íntegra de evento com presença de Bolsonaro, em Miami.

***

EXCLUSIVO: JAIR FOGE DE DEBATE NA UNIVERSIDADE GEORGE WASHINGTON

Segundo organizador do evento, o próprio Bolsonaro pediu para cancelar sua participação

O debate com o candidato à presidência do Brasil Jair Bolsonaro, na Elliott School de Assuntos Internacionais da Universidade George Washington, sob a “Iniciativa Brasil”, que aconteceria na sexta 13 de outubro, foi cancelado.

Depois de muito protesto através de esforços conjuntos de acadêmicos internacionais no blog stopbolsonaro.wordpress.com, cartas para a Universidade, numerosos artigos de mídia e cartas para a “Iniciativa Brasil”, e a CARTA ABERTA por três grupos de ativistas da Costa Leste, soubemos de fontes seguras ​​da Universidade George Washington, que o candidato presidencial mostrou a incapacidade de se tornar o próximo presidente do Brasil, por tanto se afastar de críticas inteligentes, como por ser incapaz de lidar com qualquer diversidade e adversidade.

O diretor da “Iniciativa Brasil”, o professor Mark Langevin, disse em um e-mail exclusivamente para Defend Democracy in Brazil (DDB) que “Bolsonaro cancelou, não o fizemos. Aparentemente, ele não está preparado para se envolver em um debate respeitoso neste momento”.

O professor Langevin já havia manifestado esta semana, diante desses protestos que reuniram centenas de acadêmicos, pesquisadores e ativistas, que planejava abrir uma discussão com o candidato, dizendo ao DDB que “se não nos dedicarmos a respeitar e a fundamentar debate com nossos adversários, então, quais outras opções nós temos? “. No entanto, a afirmação não parecia ressoar com o convidado.

Na reunião de quarta-feira dia 11, realizada na Câmara de Comércio Brasil-Americana em Nova York, Bolsonaro mostrou falta de conhecimento e planos para a economia, caso fosse eleito, na presença de grandes investidores e banqueiros, e também do ponto de vista de um jovem economista que estava entre os convidados, que nos relatou ao sair da reunião.

Estas são situações que falam por si mesmas. Além disso, no encontro de Nova York, enfrentando manifestantes do Defend Democracy in Brazil e outro grupo anti-golpe brasileiro, na porta do evento, Bolsonaro decidiu utilizar a saída de fundos do prédio.

Em duas cidades, em situações significativas nos Estados Unidos, com cidadãos brasileiros e americanos, com fortes argumentos, empenhados em parar o fascismo e o comportamento que incita a violência fora e dentro do Brasil, ele fugiu.

Ele terá algum conhecimento, experiência e aliados políticos para dirigir um país gigante e cheio de desafios como o Brasil?

Sabemos que não.

Nadia Comani, para o Defend Democracy in Brazil / Nova York

sexta-feira

13

outubro 2017

16

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 COMENTÁRIOS

  1. Octavio
  2. Denise
  3. JOÃO CARLOS AGDM
  4. Esmeraldo Cabreira
  5. Daniel Oliveira
  6. fernando
  7. Paulo Só
    • Heleno Nogueira
  8. Maurício Santos
  9. Irion
  10. João Carlos AGDM
  11. Josias Guimaraes
    • Maurício Santos
    • Daniel Oliveira
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com