Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Os Estados Unidos que exportam guerras, perdem mais uma vez para o terrorismo

Por Tulio Ribeiro

02 de novembro de 2017 : 02h46

(crédito Imagem :Alarabiyan.net)

Os Estados Unidos divulgaram ter encontrado o segundo homem oriundo do Uzbequistão e que presumivelmente está envolvido com atentado. Segundo Bill Sweeney, diretor adjunto do FBI de New York, o indivíduo é Mukhamadzoir kadirov de 32 anos e foi detido por possuir ligações com o terrorista Saipov.

Suyfullo Saipov, um homem de 29 anos oriundo do Uzbequistão, utilizou um veículo utilitário coletor e atropelou pessoas a esmo gerando pelo menos oito mortes. O principal centro financeiro dos Estados Unidos, Manhattan na cidade de New York, foi o palco deste violento atentado.

O terrorista chegou aos Estados Unidos em 2010 e tinha dois endereços, um na Flórida outro em New Jersey. Seis pessoas morreram no local(cinco eram argentinas), mais duas no hospital e pelo menos onze feridas. Depois do acidente o veículo bateu num ônibus, e o condutor portando armas de paintball e ar comprimido, saiu caminhando e foi atingido no abdômen por policiais.

Os militares identificaram que ele gritou ¨Deus é ótimo¨ em árabe, o que foi entendido como sinal de ligação com o ISIS. Segundo O fiscal interino de Manhattan Joon kim, ¨foram encontrados num dos celulares, milhares de imagens e em torno de 90 vídeos que mostravam combatentes da organização matando prisioneiros com um tanque passando por seus corpos.¨

Diante da atrocidade do terrorismo é incabível tentar encontrar justificativa para qualquer ato que só merece condenação! Mas o que realmente pode-se concluir numa análise mais aprofundada, é que os governos estadunidenses tem exportado condições que só fomentam guerras em volta do mundo. O paradigma usado por Washington é de usar força bélica contra nações que não seguem sua cartilha, isto quando não são usados bloqueio econômico, de medicação e alimentos. Vale tudo para derrubar governos, até mesmo treinar terroristas como no Afeganistão, Síria, Turquia e não esquecendo da tentativa de invasão da baia dos porcos em Cuba.

As armas e os treinamentos em muitos casos são usados contra os interesses dos governo do norte, que não significa ser necessariamente o mesmo do seu povo. Nesta abordagem, Julian Assange criador do portal Wikeleaks, conclui trazendo a realidade: ¨se a CIA tivesse gastado mais tempo investigando terroristas do que treinando e armando eles, não teríamos assistido este atentado.¨

Assange acusa literalmente a CIA de apoiar o terrorismo no mundo, aquele que a grande mídia não informa, mas que existe! Assim como o terrorismo que infelizmente abateu as pessoas em Manhattan, existe a violência que é exportada pelo Pentágono.

Nesta seara a questão não é Donald Trump, e sim um modo de operação que passa por todos presidentes estadunidenses do nosso século. Seguindo este modelo, teremos um planeta policial e um grande muro que não serve apenas para impedir os latinos, mas todos os outros acessarem a potência mundial. Qualquer lugar do planeta seguirá inseguro aos americanos do norte, mesmo os que rondam perto de sua própria casa.

Tulio Ribeiro

Túlio Ribeiro é graduado em Ciências econômicas pela UFBA,pós graduado em História Contemporânea pela IUPERJ,Mestre em História Social pela USS-RJ e doutorando em ¨Ciências para Desarrollo Estrategico¨ pela UBV de Caracas -Venezuela

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

F. F. S

02 de novembro de 2017 às 22h36

https://pbs.twimg.com/media/DNk-eAJU8AA4sE4.jpg

Responder

ZeCarlos Cavalcanti

02 de novembro de 2017 às 21h02

…assim como ñ existe capitalismo sem corrupção, ñ existe terrorismo de estado, sem os estados unidos.

Responder

Lakan

02 de novembro de 2017 às 15h50

Terrorismo é sinônimo de BIG BUSINESS , tão grande que o cidadão imbecilizado não consegue nem imaginar.
Aqui mesmo em solo nacional o terrorismo do golpe de estado esta garantindo negócios gigantes e foi só preciso utilizar o terrorismo jurídico e midiático.

Responder

Ciclone

02 de novembro de 2017 às 15h19

Zbigniew Brzezinski foi um das mentes que montou todo a trama para financiar terroristas e utiliza-los contra a união soviética e contra os comunistas…
https://pt.wikipedia.org/wiki/Opera%C3%A7%C3%A3o_Ciclone

Zbigniew Brzezinski está morto: psicopata geopolítico, louco e arquiteto do terrorismo de Bin Laden
https://youtu.be/3iIzxwnW0fo
´

Responder

Cristiane

02 de novembro de 2017 às 14h46

Assange tem razão

Responder

Rodrigo

02 de novembro de 2017 às 14h45

EUA são os maiores terroristas

Responder

Alice

02 de novembro de 2017 às 14h09

Isso complementa a história.
https://youtu.be/fJdIGYgoFmU

Responder

José Carlos De Oliveira

02 de novembro de 2017 às 15h56

Colhemos o que plantamos.

Responder

Will

02 de novembro de 2017 às 12h14

O número de ataques feitos por cidadãos americanos é infinitamente maior.
O próprio ataque horrível que aconteceu em las vegas por um branco e que ceifou a vida de dezenas de também inocentes não foi tão politizado quanto esse novo caso por se tratar de alguém de um terrorista de fora. Mas obviamente serve para demonizar todo um pais ,toda uma religião, etc, quando convém.

Responder

Veronica Araujo

02 de novembro de 2017 às 09h03

Besta é quem vai para lá eles matam os outros então qualquer hora isso pode acontecer

Responder

Deixe um comentário para Lakan

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina