Ciro Gomes ao vivo na Fecam – SC

As últimas patacoadas da meganhagem golpista

Por Miguel do Rosário

10 de novembro de 2017 : 16h31

Vou reproduzir aqui duas notícias, cujo ridículo falam por si. O ridículo, desta vez, não é tanto o jornalismo e sim o papelão do sistema de justiça. Enquanto mais de 60 mil brasileiros são vítimas de mortes violentas a cada ano, o sistema de justiça, obedecendo à mídia corrupta e entreguista, tenta desviar atenção da opinião pública através de uma perseguição cada vez mais doentia e neurótica a Lula e Dilma.

***

Na Gazeta do Povo

Morte do cachorro de Dilma vira caso de polícia e deputado depõe em delegacia

Denúncia feita há um ano pelo deputado Ricardo Izar (PP-SP) ao então procurador-geral da República Rodrigo Janot seguiu adiante. Parlamentar depôs ontem à Polícia Civil do Distrito Federal

Por Evandro Éboli

Quase um ano depois de ter deixado em definitivo o Palácio da Alvorada, afastada do cargo por um impeachment, a ex-presidente Dilma Rousseff ainda responde a uma pendência. Há pouco menos de um ano, foi sentida falta do labrador Nego na sua mudança. O cachorro foi um presente de José Dirceu para ela, quando a petista foi morar na residência oficial que foi ocupada pelo também ex-ministro da Casa Civil, em 2005. O sumiço causou consternação, que foi maior quando se soube que ele morreu. Foi sacrificado.

Dilma divulgou uma nota na época dizendo que, por orientação de um veterinário, teve de sacrificar o cão, que morreu com aplicação de injeções. Ele teria sido diagnosticado com uma “mielopatia degenerativa canina”, uma doença crônica. A petista disse ainda na nota que tomou tal atitude de forma “relutante”, poucos dias antes de deixar Brasília.

O caso indignou o deputado federal Ricardo Izar (PP-SP), presidente da Frente em Defesa dos Animais na Câmara. Diante das notícias e dos rumores, ele foi para o plenário, dia 13 de setembro de 2016, e fez um discurso duro, culpando a petista pela morte de Nego. E anunciando que iria levar o caso adiante e pedir investigação da Procuradoria-Geral da República.

“Ela mandou matar o cachorro, dizendo que ele estava velho e doente. Se isso servisse como desculpa, ela também está velha e doente. E quebrou o Brasil”, disse à época Izar.

Não contente, encaminhou um pedido de explicação à ex-presidente, resposta que não recebeu até hoje. Mais indignado, então, fez a representação ao então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pedindo para que a morte de Nego fosse investigada.

O próprio Izar não levava a mínima fé que o caso fosse adiante, contou à Gazeta do Povo. Pois foi. Janot enviou o caso para a Justiça Federal do Distrito Federal que, por sua vez, o repassou às autoridades policiais do Distrito Federal. E Ricardo Izar foi surpreendido esta semana, na segunda-feira, quando recebeu uma correspondência solicitando seu comparecimento a uma delegacia para depor sobre o assunto.

O deputado depôs nesta terça-feira (7) na Delegacia Especial de Proteção ao Meio Ambiente e a Ordem Urbanística, ligada à Polícia Civil. E contou que tomou tal atitude dada as notícias e as centenas de mensagens de apelo e indignação que recebeu nas suas redes sociais.

“Mas não acreditava nunca que iria para a frente. Essas denúncias de maus-tratos de animais que faço nunca continuam. Talvez por ser a Dilma, essa foi”.

Izar ficou de ajudar na investigação e tentar descobrir o nome do veterinário que fez o diagnóstico. O delegado responsável pelo caso, Vitor de Mello Duarte, segundo Izar, disse que Dilma pode ser ouvida no caso. Se, no final dessa história, Dilma vier a ser condenada poderá pegar de três meses a um ano de detenção, além de multa. É a previsão do artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais para quem pratica ato de abuso, maus-tratos, fere ou mutila animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.

Por intermédio de sua assessoria, Dilma informou que não irá comentar o assunto.

Nota do Cafezinho: Dilma respondeu, sim, à notícia, através de nota em suas redes sociais. Leia abaixo:

Ainda sobre a morte do cachorro Nego

A propósito de notícias divulgadas pela imprensa sobre a abertura de investigação para apurar as circunstâncias da morte do cachorro Nego, o labrador de Dilma Rousseff, a assessoria de imprensa da presidenta eleita esclarece:

1. Nego nasceu em setembro de 2003 e morreu em setembro de 2016. Foi dado de presente por José Dirceu ainda em 2005 para Dilma Rousseff, quando ela assumiu a chefia da Casa Civil no governo Lula. Nego foi criado e amado pela presidenta e familiares durante os quase 12 anos em que conviveu com ela. Era um cão grande e forte, que gostava de nadar e correr. Era um dos prediletos de Dilma Rousseff.
2. A partir de 2015, Nego passou a apresentar displasia coxo-femural, doença típica dos labradores, além de mielopatia degenerativa. Ele tinha dificuldade de andar e, por conta da mielopatia, ficava agitado e buscava se movimentar de qualquer jeito. Por isso, sofria muito e deveria ser sacrificado, conforme orientação médica.
3. A presidenta relutou e adiou o quanto pode, com a esperança de uma recuperação da saúde do labrador. E isso, infelizmente, não veio a ocorrer. Nego foi sacrificado, para tristeza de Dilma Rousseff em setembro do ano passado. Era um cachorro excepcional, companheiro e inteligente.
4. Diante disso, é lamentável que, mais uma vez, queiram usar a relação de carinho e lealdade entre um cachorro e sua dona para reforçar a sórdida campanha acusatória que criou o ambiente para o Golpe de 2016, por meio do fraudulento impeachment sem crime de responsabilidade.
5. Essa campanha hedionda, baseada em falsidades, violência, intolerância e preconceito se perpetua mesmo agora, um ano após ter sido consumado o golpe parlamentar que retirou Dilma Rousseff do poder.
6. A perseguição chegou a ponto do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot determinar a abertura de um inquérito policial. Como se investigações mais graves não devessem ser apuradas, como a compra de votos para a aprovação do impeachment.
7. É lamentável que isso ocorra no país que virou sinônimo de Estado de Exceção. Aos olhos do mundo, vale tudo para achincalhar a imagem e a honra de Dilma Rousseff.
8. Tudo tem sido feito para satisfazer a sanha doentia de golpistas. Como mostra o deputado Ricardo Izar Júnior (PP-SP), que proferiu sórdidos ataques a Dilma, e se vangloria de ir depor contra a presidenta eleita do país numa história da qual não tem conhecimento nem sequer envolvimento direto. Apenas a busca pelos holofotes abjetos da mídia.

ASSESSORIA DE IMPRENSA
DILMA ROUSSEFF

***

Outra notícia ridícula:

Na Bandnews

Lava Jato: Prova do sítio de Atibaia inclui picada de jararaca na cadela de Lula

Por Pablo Fernandez – 10 de novembro de 2017 781 0

Segundo documentos obtidos pela Força-Tarefa da Lava Jato, Mel, como é chamada, foi levada duas vezes a um veterinário da cidade e chegou a ficar internada depois de levar uma picada de cobra.

Os atendimentos, feitos em março e novembro de 2012, custaram R$ 1.253,00 e foram pagos com cheques de Dona Marisa Letícia.

O laudo – uma das provas de que o sítio seria de Lula – aponta que, da primeira vez, o animal foi picado por uma jararaca.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

75 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Edilberto Pires

12 de novembro de 2017 às 08h54

ISSO É INCONSTITUCIONALIDADE CACHORRAL JUDICIAL VETERINÁTICO. INIMAGINÁVEL JUIZ DE VARA INEXISTENTE, COMO SERIA? EXISTE VARA DE FAMÍLIA E TAL, NO CASO AQUI VARACÃO? DOS CAÕS PRESIDENCIÁVEIS SABEM MAIS QUEM DENUNCIA, MAIS AINDA DE JUIZ QUE ACOLHE UMA ESPARRELA DESSAS. E O SALÁRIO? LADRAM E NADA DISSO CONSTITUEM QUALQUER MOTIVO DE JUDICIALADRAÇÃO. QUE CAGADA. VIVEMOS DEPOIS DA BANCADA EVANGÉLICA TUDO PIROU OU PIOROU ESCULHAMBOU TOTAL

Responder

Carlos Augusto De Bonis Cruz

12 de novembro de 2017 às 08h25

Canalhas!

Responder

Isaque

11 de novembro de 2017 às 23h55

Vão caçar serviço bando de vagabundos hipócritas

Responder

Mar

11 de novembro de 2017 às 19h46

Surreal. O golpe trouxe coisas inusitadas para nosso cotidiano. Até pouco tempo atrás para ser proprietário de um imóvel, era necessário ter uma escritura, com a lava jato as coisas mudaram, basta ser picado por uma cobra na propriedade, que você automaticamente vira o dono. Acho que vou levar o Totó para fazer um passeio por umas fazendas aqui na minha cidade.

Responder

Gerino Alves Filho

11 de novembro de 2017 às 19h41

Estão de brincadeira, a Jararaca que vai morrer a Direita golpista está vivinha, vivinha.

Responder

Reginald

11 de novembro de 2017 às 19h00

Estou passando aqui só para comentar o tanto que o país é tão desmoralizado com golpistas roubalheira no senado todos eles envolvidos maior roubo um causo tão desprezível com esses causas que estão tentando envolver muita gente passando necessidade no país criminalidade reais acontece no país e eles estão nessa perseguição monstruosa atrás do ex-presidente Lula isso é coisa de golpistas gente abre o olho país para com isso vamos tirar os ladrões legítimo do poder

Responder

Rita Scaramuzzi

11 de novembro de 2017 às 18h56

nessa band só tem idiotas

Responder

Vania vieira ribeuro

11 de novembro de 2017 às 14h53

Que nojo tá a imprensa esse deputado imbecil nossa falsa justiça! !!!!!
Que vergonha de ser brasileiro com tanotas mentiras na TV.

Responder

Paulo Cesar de Oliveira

11 de novembro de 2017 às 14h37

Vai ver que foi o Lula que mordeu o animal.

Responder

nelson

11 de novembro de 2017 às 13h07

Deviam levar essa jararaca pro Palácio do Planalto.

Responder

jossimar

11 de novembro de 2017 às 12h44

A Gestapo tupiniquim conhecida como MPF deveria ser extinta para o bem do Brasil.
Esta “porra” foi primordial para a derrubada de um governo legítimo e também para levar ao poder a maior quadrilha que se tem notícia neste Brasil, formada por michel temer, geddel, moreira franco, eliseu padilha, entre outros
A prova que o MPF protege criminosos pode ser constatada pela sua falta de ação contra a quadrilha que assalta o Brasil há mais de um ano.

Responder

Glydoris Jacobs

11 de novembro de 2017 às 13h02

E-X-C-E-L-E-N-T-E!!!

Responder

Paolo Punto

11 de novembro de 2017 às 08h29

Ponderiam ?Quem Sabe? ou talvez ?intimar o “ET” de varginha para depor em todos esses casos, ja que lá de cima pode se ver tudo?até de onde veiu a jararáca que picou a mel?ou a displasia coxo-femural ou a mielopatia-degenerativa,que atacou o nego?O que eu quero saber é aonde foi Pará os R$40.000.000.000,00->que o Marcelo Odebrecht depositou LÁÁÁÁÁ em New Yorky na conta da FERNANDA irmã dÔ AERÇO?motivo esse pelo qual dizem sim dizem que ele usa uma tornozeleira ora visto que esses dois ja desviavam altas somas do erario publico

Responder

Chico Parodi

11 de novembro de 2017 às 10h11

Olha no que deu o golpe no nosso triste e combalido pais.

Responder

A Fátima Bréa

11 de novembro de 2017 às 09h44

É ridículo isso!

Responder

Iraides Staciarini

11 de novembro de 2017 às 08h12

Eu tenho vergonha do judiciário.

Responder

June

11 de novembro de 2017 às 03h27

Será que o depoimento de Tacla Duran virá ao caso??? Talvez não seja possível, pois a “Liga da Justiça” estará muito ocupada colhendo depoimento da cadela Mel, de Lula. Irão colocá-la numa casinha com grades sem água e ração, até ela confessar que o seu dono é realmente o dono do sítio onde ela se encontrava passeando, quando picada pela jararaca encomendada pela Força… Além disto, como o foco é zoo-lógico, e o cão Nego??? Me contaram, e não conto quem foi, nem morta, que mesmo depois de seu falecimento, não o respeitam… A “Liga” já encomendou sua exumação, para averiguar se realmente esteve doente e teve de ser sacrificado ou mandaram executá-lo como queima de arquivo, já que seguia sempre os passos da presidente Dilma pelo Palácio e sabia muito de falcatruas. Falando sério, a cada dia a “Liga” desce um degrau rumo à mediocridade, e o nosso dinheiro sendo gasto para isto…

Responder

Edlberto Pires

11 de novembro de 2017 às 01h14

Didaticamente, eu entendo assim: Era preciso contratar um trabalho sujo, certo fazendeiro se parecer com alguma personagem não será mera coincidência, e é contratado um pistoleiro, aqui identificado o MT do pmdb, faz todo o trabalho sujo, privataria, reforma trabalhista etc. e não faz completo, o do outro lado o contratado Aeciopó Never, seu escritório origem do crime psdb/ filial DEMO, o articulador fhc de arapongarem, pato amarelo e banqueiros milionários, e sombras, como o serviço de pistolagem não agradou começa ameaças de abandonar o pistoleiro temer contratado. e criminosos com provas e confessos, mala e cuia, todos soltos. E para desviar a atenção o serviços de portavozglobo de lista de divulgação dos bandos criminosos, faz o LULA do boi de piranha, despistar, e justiceiros dizendo desfasado de fazer justiça quem perseguido LULA motivo ser besta não roubou como os ditos, para um salvar o outro solidários, não lascou o Brasil, e trabalhadores escravizados, mão chicoteou os escravos nem mandou fazer trabalho escravos etc. esse Lula não é dono de friboi coisa nenhuma não é dos nosso não aprendeu surrupiar manda excluir prender. É e o que se passa.

Responder

Sergio Renato

11 de novembro de 2017 às 03h01

Essa vai para os livros de historia.

Responder

Omar Telada

10 de novembro de 2017 às 23h29

Moro está totalmente desmoralizado. Só falta mesmo ele investigar a morte do cachorro da Dilma, para ser indicado ao prêmio de O MAIS IDIOTA DO ANO.

Responder

    Edlberto Pires

    11 de novembro de 2017 às 01h17

    Se fez xixi no posto BR, corre o rico. é só perguntar no posto Ipiranga. – já se faz suspeita. PIDA JURIDICAMENTE INCORRETA É O QUE OCORRE.

    Responder

Ana Lopes

11 de novembro de 2017 às 00h22

Tô esperançosa sobre minha propriedade no Sheraton quando fui picada por uma formiga. Prova eu ser dona do local? Bom saber…

Responder

Ricardo Iachan

11 de novembro de 2017 às 00h09

Fim da picada…

Responder

Pablo Rodrigues de Sousa

10 de novembro de 2017 às 23h49

que piada…

Responder

Rosa Xavier

10 de novembro de 2017 às 23h47

Ridículo

Responder

Octavio

10 de novembro de 2017 às 21h40

Só faltam eles descobrirem que a JARARACA que mordeu o cachorro do Lula, era o próprio Lula!!
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!
E os meus impostos? Pra onde vão?! Se for para pagar esta Justiça, eu quero ele de volta. Afinal, pra que serve a lei do consumidor?!

Responder

Leninha Arruda

10 de novembro de 2017 às 23h36

O desespero é tão grande, que para impedir a candidatura de LULA em 2018, eles estão aceitando até picadura. – HERCÍLIO

Responder

Vera Furtado

10 de novembro de 2017 às 23h36

O que é isso?!!!!????

Responder

Benoit

10 de novembro de 2017 às 21h27

O caso é mesmo absurdo. Até fui verificar se hoje não é o primeiro de Abril. Uma pessoa não tem que dar satisfações de espécie nenhuma a um deputado acerca de assuntos pessoais ou privados. Ela não tem que provar que é inocente de coisa alguma. E acredito que a polícia não costuma investigar o desaparecimento de animais de estimação sem haver indícios fortes da existência de ações ilegais e criminosas. Se houvesse indícios como uma delação premiada de que a Dilma Rousseff praticou qualquer irregularidade contra o cachorro dela, ou uma gravação, ou uma planilha de alguma grande empresa com listas de animais desaparecidos, então a questão poderia ser investigada pela polícia. Mas não há nada, absolutamente nada além da denúncia de um pateta. E se alguém fosse à polícia e dissesse que o carro do Excelentíssimo deputado possívelmente foi adquirido através de um roubo já que o carro de algum conhecido que tinha a mesma cor foi roubado? A polícia ia sair atrás do Excelentíssimo deputado e exigir que ele prove que o carro dele sempre foi propriedade dele e não um roubo? Acho que para isso é preciso haver mais indícios, mais evidência, senão todo mundo passa a ser suspeito de tudo, como vem acontecendo no Brasil. Sei que há até tentativas de incriminar o PT no complô contra o Júlio Cesar em 44 antes de Cristo, mas isso tudo já está ficando ridiculo de mais. Já soube de mais de um caso em outros países em que pessoas loucas foram à polícia darem queixas absurdas contra vizinhos ou parentes. O que aconteceu? Nada, porque nem a polícia nem os tribunais levam essas coisas a sério. No Brasil esses loucos viram logo políticos, viram autoridades com as quais temos que lidar. Não espanta o estado em que o país se encontra.

Responder

Glória Torres

10 de novembro de 2017 às 22h54

Meudeusdocéu!!!!!! que vergonha!!!

Responder

Zuleika Pereira da Silva

10 de novembro de 2017 às 22h47

Eu fui a um sitio de um amigo e nadei na piscina, a piscina é mnha?

Responder

Neto Almeida

10 de novembro de 2017 às 22h06

Mande esse ze ruela procurar uma lavagem de roupa…queimando nosso dinheiro com coisa fútil.

Responder

Aline Novaes

10 de novembro de 2017 às 21h23

Me cansa o Brazil.
Já não aguento mais pagar regularmente meus impostos para ter esse serviço porcaria da polícia federal.
Não tem competência, cai fora!

Responder

Ana Veronica Miyasaka

10 de novembro de 2017 às 21h21

OUTRO DIA FUI NA CASA DE PRAIA DE UMA AMIGA,FUI PICADA PÔR UM PERNILONGO,VOU PROCURA LO PARA SER MINHA TESTEMUNHA DE QUE A CASA É MINHA.

Responder

Vera Collar

10 de novembro de 2017 às 21h13

Penso que muitos juízes, estão morrendo de vergonha

Responder

jose carlos vieira filho

10 de novembro de 2017 às 18h42

esses caras estão pedindo.
e quem insiste acaba achando.
um paredão.

Responder

Ricardo Rodrigues

10 de novembro de 2017 às 19h49

Isso só pode ser piada!! Kkkk

Responder

Avani Maria Tella Tella

10 de novembro de 2017 às 19h31

É brincadeira ouvir essas palhaçadas . Apartamento lotado de dinheiro, malas cheias de dinheiro, contas na Suíça e tanto outros escândalos vou investigar a morte da Dilma, cobra que mordeu cadela o Lula. É uma vergonha o que estamos vendo.

Responder

Avani Maria Tella Tella

10 de novembro de 2017 às 19h31

Responder

Ruth Rosini

10 de novembro de 2017 às 19h19

que país desacreditado, que povo

Responder

Ana Livia Rangel Nogueira

10 de novembro de 2017 às 19h17

É muito ridículo!!

Responder

Elisabeth Chagas

10 de novembro de 2017 às 19h10

Não devia, mas nada mais me surpreende, vindo da LavaJato. esta jararaca deveria estar lá na sala “daquele juiz”.RJ

Responder

Alvina Ribeiro de Morais

10 de novembro de 2017 às 19h06

Responder

Adri Dos Anjos

10 de novembro de 2017 às 19h06

Parece piada mesmo. Enquanto milhares de animais morrem todos os dias de fome, sede, doenças, jogados nas ruas e protetores sequer recebem ajuda do governo essa palhaçada acontece diante dos nossos olhos. Muita falta de vergonha mesmo. Mas o que dá raiva mesmo é saber que alguns desses q lá estão hj vão se reeleger em 2018. E a única culpada é essa população hipócrita!!!!!!!!!

Responder

Luis Rehbein

10 de novembro de 2017 às 19h06

Se a cobra pertence ao sítio e a cadela picada era do Lula o Sítio é do Lula, conclui o inquérito.

Responder

    Luis Rehbein

    10 de novembro de 2017 às 23h44

    Pai do menino que teve braço arrancado por tigre usa mesma jurisprudência e exige propriedade do zoológico todo. Tigre era do zoo, filho era meu. Tigre mordeu meu filho, logo Zoológico é meu.

    Responder

Marcos Rogerio Heck Dorneles

10 de novembro de 2017 às 19h02

O golpe é meganha, jabalesco e entreguista

Responder

Mauricio

10 de novembro de 2017 às 17h00

Bom, pela lógica da lava jato, então, se eu for pro pantanal e for mordido por um jacaré, é porque o pantanal é meu?

Responder

    Luigy

    11 de novembro de 2017 às 12h58

    Se você for petista amigo do Bumlai e do Teixeira com certeza …

    Responder

Joel Araujo

10 de novembro de 2017 às 18h54

O céu é o limite para a imbecilidade!

Responder

Mateus Estevão Orban

10 de novembro de 2017 às 18h54

O sitio é do Lula porque a cadela do Lula frequentaria o sitio? Cara, tem vezes que eu nem consigo acreditar que há concurso publico para a policia federal e o ministerio publico. Se bem que, segundo o São Moro, a propriedade ou posso do Lula quanto ao sitio “não vem ao caso”.

Responder

    Gerson Pompeu

    11 de novembro de 2017 às 02h05

    Caráter e decência não são examinados em concursos públicos.

    Responder

Rejane Pirillo Teixeira

10 de novembro de 2017 às 18h51

Realmente o judiciário é digno de piada, que grande absurdo.

Responder

Maria Alice S. Dos Anjos Jasmim

10 de novembro de 2017 às 18h51

‍♀️‍♀️‍♀️‍♀️‍♀️‍♀️

Responder

Jussara Aguiar

10 de novembro de 2017 às 18h51

Esse povo ridículo já me cansou!!!

Responder

Christina Da Silva

10 de novembro de 2017 às 18h49

Me poupe!!!!

Responder

Jorge Leôncio

10 de novembro de 2017 às 18h47

Isso são uns palhaço esse Brasil,virou um circo uma palhaçada !!

Responder

Moisés Moga

10 de novembro de 2017 às 18h47

Vera Furtado tem tb a da investigação da causa da morte do cachorro da Dilma….

Responder

Maria Dulce Almeida

10 de novembro de 2017 às 18h44

kkkkkkk palhaçada tomam vergonha o povo não tem mais o que inventa

Responder

Antonio Neto

10 de novembro de 2017 às 18h43

Tal qual o pai, esse Ricardo Izar Jr não tem o menor senso de decência. Não esperava outra coisa. Agora, o PGR dar encaminhamento a uma baixaria dessas é sintomático dos tempos que estamos vivendo.

Responder

Santos Celio

10 de novembro de 2017 às 18h41

Só rindo.
O sujeito faz Concurso público, ganha um ótimo salário, para fazer esse papelão.

Responder

Newton Avelino

10 de novembro de 2017 às 18h38

O POVO BRASILEIRO JÁ NÃO ACREDITA MAIS EM ALGUNS MEIO DE COMUNICAÇÃO DO BRASIL. ELES SUBESTIMAM A INTELIGENCIA DA SOCIEDADE BRASILEIRA. RIDÍCULO ISSO!

Responder

Paulo L Maia

10 de novembro de 2017 às 18h38

Responder

Ana Veronica Miyasaka

10 de novembro de 2017 às 18h38

Responder

Ana Veronica Miyasaka

10 de novembro de 2017 às 18h37

SE NÃO FOSSE TRÁGICO SERIA CÔMICO.

Responder

Claudia Alvares

10 de novembro de 2017 às 18h35

Só falta chamar pra depor a própria cobra.
Tá fácil?!

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com