Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Fascistas chamam polícia militar para “proteger” exibição de filme de Olavo de Carvalho

Por Miguel do Rosário

15 de novembro de 2017 : 19h35

No site da Adurn

Em nota, ADURN-Sindicato repudia ameaça à autonomia da UFRN
Publicado em 15 de novembro de 2017 às 10h48min

Tag(s): Nota da Diretoria

O ADURN-Sindicato tem alertado a comunidade acadêmica sobre os riscos que a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) vem enfrentando e tem ressaltado que a Democracia que ainda resta neste espaço vem sendo ameaçada por forças sombrias que cercam a nossa Universidade.

Diante disso, repudiamos o fato ocorrido na noite desta terça-feira (14), ocasião em que provocadores se aglomeraram em frente ao prédio do Centro de Ciências Humanas Letras e Artes (CCHLA) para supostamente “proteger” a exibição de uma película que mostra a biografia de Olavo de Carvalho, uma das lideranças reacionárias desse país.

Embora discorde frontalmente de suas reais intenções, o ADURN-Sindicato não questiona a realização do evento, tendo ele sido realizado dentro das regras da UFRN, no entanto a forma como os acontecimentos se desenrolaram provocaram uma interferência grotesca na autonomia dessa instituição. O que já seria bizarro, tornou-se mais incompreensível pois automóveis da Polícia Militar, que pela lei só pode atuar dentro da UFRN caso seja autorizado pela Reitora, o que não ocorreu, faziam a “proteção” da película e obviamente dessa turba provocadora.

O ADURN-Sindicato de pronto denunciou o fato à Reitoria que tomou imediatas providências para retirar as forças policias de dentro do Campus. Consideramos o que ocorreu nesta terça-feira algo da mais extrema gravidade, pois mostra que o obscurantismo se instalou dentro da UFRN. A defesa da Democracia e do respeito e a legalidade sempre norteou a ação política do ADURN-Sindicato e é nesse sentido que repudiamos o ocorrido e exigimos que se apure a responsabilidade sobre o mesmo, ressaltando que não se pode chamar de “democrata” grupos de fascistas cujo pensamento trouxe ao mundo uma Guerra Mundial. Chamamos toda a comunidade acadêmica a defender a autonomia da UFRN e rechaçar as posturas autoritárias de grupos fascistas que tendem a tornar o espaço da construção do saber em um repositório de ideias medievais e anti-civilizatorias.

A Diretoria

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jota

17 de novembro de 2017 às 13h54

o interessante é que para o pensamento desse povo democracia é tudo aquilo que se enquadra na sua concepção e tudo que não esteja de acordo com o pensamento deles é fascismo. Pode-se considerar como fascismo todas as atitudes postadas por estes grupos que tentam acima de tudo impor a supremacia esquerdistas nas universidades ta na hora da direita reagir!

Responder

Tiago

16 de novembro de 2017 às 19h11

Fascista e a tua mãe seu vagabundo.

Responder

Guilherme

16 de novembro de 2017 às 18h56

Facista é a sua mãe na zona!

Responder

josivaldo

16 de novembro de 2017 às 17h17

Cadê aquele papo da esquerda de liberdade de expressão? de que censura é coisa de ditadura? filme do Olavo não pode mas balangar uma pica na cara de criança pode

Responder

Anonimus

16 de novembro de 2017 às 16h26

Olavo finalmente conseguiu ser citado na academia. Kkkkk

Responder

Geraldo Azevedo

16 de novembro de 2017 às 15h56

Fogem de debates por falta de cultura e argumentos. Olavo de carvalho joga essa esquerdalha toda na vala comum da idiotice.

Responder

Geraldo Azevedo

16 de novembro de 2017 às 15h54

Facistas essa esquerdalha burrificada por ideologias que nunca funcionaram em lugar nenhum. fascicistas que apoiam ditaduras em Cuba e na venezuela. Defensores da falsa liberdade.

Responder

    Luana

    17 de novembro de 2017 às 01h33

    Perderam a nocao.

    Responder

Sidnei R. Castilho

16 de novembro de 2017 às 14h49

Essa turma deveria ser jogada em um buraco e fuzilados ,estão acabando com o Brasil e promovendo esse velho escroto e suas ideia imperialistas .

Responder

    Luana

    17 de novembro de 2017 às 01h35

    Isso me lembra os paises da cortina ferro…

    Responder

Antonio

16 de novembro de 2017 às 13h11

Fascistas devem ser tratados como fascistas, ou seja, com truculência também!

Responder

Carlos de oliveira

16 de novembro de 2017 às 02h50

A esquerda brincando de libertária. A onda conservadora só faz crescer e com a incompetência da esquerda festiva vai nos afogar a todos.

Responder

Gustavo Horta

15 de novembro de 2017 às 21h06

Lembrando de um povo feliz agonizante que espera o milagre do Messias em 2018. Pobre povo que nem imagina que o golpe não tem fim.
Deve ser muito difícil ver as barbaridades pelas quais se é responsável e abrir a boca a defender. Paixão estúpida pela coerência.

gustavohorta.wordpress.com

Responder

Mar

15 de novembro de 2017 às 20h35

A palavra democracia tem sido usada de forma bastante leviana aqui no Brasil. Protesto agora é considerado anti democrático? Olavo de Carvalho é um dos maiores poluidores de mente que não contribui em nada para formação de uma sociedade democrática. Me espanta o fato uma universidade está propagando as idéias de um nanico intelectual como este.

Responder

    Macdowell B. Costa

    16 de novembro de 2017 às 11h44

    Se fosse um documentário sobre Lênin ou Che Guevara, o mesmo contribuiria com o processo democrático?
    Lembre-se que na antiga União Soviética ou na atual Cuba, os cidadãos não escolhem seus governantes.

    Responder

      Batista

      16 de novembro de 2017 às 12h44

      Mas escolhem quem serão os candidatos a governantes dentre os eleitos escolhidos entre os que os cidadãos escolheram para serem deputados e candidatos a governantes, ou seja, melhor que você, no Brasil, que só pode escolher entre candidatos não escolhidos por você para escolhe-los.
      São escolhidos por, meia dúzia de iluminados em mesa de restaurante de luxo, no caso do PSDB, sobas nacionais e caciques regionais em convescote, no caso do PMDB, DEM, PTB, PP, etc., Freire e mais dois ou três, sendo um deles o Jungmann e o outro, Cristóvão, em escritório confortável de alguma instituição que estejam ocupando, no caso do PPS, “petit comité” na casa da Viúva, no caso do PSB, Bispos, nas sedes das igrejas evangélicas, no caso dos partidos evangélicos e, no caso do PT, para ficarmos nos que tem peso, votos dos filiados, na convenção em salão alugado de algum hotel, havendo mais candidatos que vagas.

      Responder

        Luana

        17 de novembro de 2017 às 01h32

        Deve ser por isso que vivem horsas vivem fugindo de Cuba. Excesso de satisfacao faz isso…

        Responder

Deixe um comentário para Guilherme

Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro Janela Partidária 2022: Quem ganhou, quem perdeu? Caro? Gasolina, Gás e Diesel: A atual política de preços da Petrobrás As Maiores Enchentes do Brasil