Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Deputados pedem que Dodge investiguem procuradores delatados por Tacla Durán

Por Miguel do Rosário

05 de dezembro de 2017 : 21h48

A “panelinha” de Curitiba passa o dia retuitando a Veja. Desta vez, acho que abrirão uma exceção e ficarão quietos. Comigo é o contrário. Finalmente topei com uma notícia publicada na Veja que me interessa. Pena que a Veja dificilmente irá investigar isso a fundo, até porque acabaria por encontrar seus próprios crimes.

***

Na Veja

Deputados pedem que Dodge investigue cúpula da Lava-Jato

Advogado fez graves acusações em depoimento à CPI da JBS

Por Ernesto Neves

Procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima (Vagner Rosário/VEJA)
Os deputados Wadih Damous (PT-RJ), Paulo Pimenta (PT-RS) e Carlos Zarattini (PT-SP) protocolaram, na noite desta terça (5), um requerimento para que a Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, averigue denúncias feitas por Rodrigo Tacla Durán contra a Lava-Jato.

O advogado, que trabalhou para a Odebrecht de 2011 a 2016, prestou depoimento à CPI da JBS no dia 30 de novembro.

Segundo Durán, procuradores do Ministério Público Federal e advogados cometeram uma série de ilegalidades durante as investigações.

No documento, os deputados pedem que sejam investigados os procuradores Roberto Pozzobom, Júlio Noronha e Carlos Fernando dos Santos Lima.

Escrevem ainda que devem ser analisados “crimes de fraude processual, adulteração de documentos, violação de prerrogativas de advogados, planilhas e sistemas de comunicação da empresa Odebrecht, documentos plantados e todas essas condutas praticas no âmbito de acordos de delação firmados”.

Os três questionam, também, a legalidade dos acordos de delação firmados após as denúncias de Tacla Durán.

Isso porque Durán afirmou que houve manipulação e adulteração do sistema Drousys, usado pela Odebrecht para distribuir propina.

Outra acusação grave feita por ele diz respeito ao advogado Carlos Zucoloto Junior, de Curitiba.

Durán mostrou fotos de uma suposta conversa por aplicativo de celular com Zucoloto, que é amigo do juiz Sergio Moro, onde é oferecida melhora em um acordo de delação.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Raimundo lima

06 de dezembro de 2017 às 14h33

E isso é a atitude correta dos deputados do PT.
Mas era pra ser de todos os menbras da comissão, se nossos deputados estivesse comprometido com a verdade dos fatos.
Infelizmente não vemos isso nesse país, políticos comprometid. Tomara que a senhora Dodge seja e faça o que se espera de uma Procuradora.
Só amigos verdade verdade eu não acredito nela. Escolhida por Corrupto como Gilmar Mendes e Temer.

Responder

Pedro Cândido Aguarrara

06 de dezembro de 2017 às 13h23

Um dia irá constar da Constituição que todo funcionário público que usar o seu espaço de atuação pública REMUNERADA para fazer POLÍTICA PARTIDÁRIA será sumariamente exonerado e responderá processo crime por agir contra o interesse público do país.

Aí não teremos mais fascistas entrincheirados nos tribunais, procuradorias e polícia federal.

Um dia constará da Constituição que empresas que exploram concessões públicas para se comunicar com a população terão seus direitos a essa concessão CASSADOS caso pratiquem atos que sejam reconhecidos como de POLÍTICA PARTIDÁRIA.

Aí não teremos mais fascistas usando os meios de comunicação no seu próprio interesse.

ESSE É O ASSUNTO PRINCIPAL!!!

Sem resolver o problema do monopólio midiático da Globo não vamos a lugar nenhum.
Temos que resolver primeiro o problema do fascismo no poder público e nos meios de comunicação. O resto vemos depois!!!

Outra coisa.

Sindicatos apoiaram o golpe e a saída da Dilma. Chega desse pessoal. Sindicalismo virou prostituição e sindicalista sinônimo de PROSTITUTA!!

Mais uma coisa importante.

Os meios de comunicação, onde estão entrincheirados os piores criminosos do país, passam o tempo todo vomitando que os políticos são ladrões e que o poder público é corrupto para poder se colocar diante da população como “alternativa moral”.
Passou da hora do Congresso e do Senado CORTAR as asas dessas famílias mafiosas da mídia: Marinhos, Saads, Frias, Mesquitas, Civitas, toda essa MERDA!! Enquadrar em Lei o papel dos meios de comunicação na nossa sociedade. Definir em Lei o que é “liberdade de expressão e opinião” e acabar com o fascismo na imprensa e no poder público.

Mais outra.

Poder tem quem tem VOTO. O Poder emana do POVO!!
Poder Judiciário tem que ser ELEITO!!
PRIMEIRA, SEGUNDA E TERCEIRA INSTÂNCIAS!!!
Basta de procuradores carreiristas SAFADOS no STF. Queremos juízes de VERDADE nas cortes superiores!

Responder

Maria Theerza

06 de dezembro de 2017 às 08h58

esperar que dodge aja contra quem protege seus patrocinadores é um pouco demais, eu acho. Se houvesse um grupo decente na pgr não teria colocado essa senhora na lista.

Responder

OSCAR MENHILL

06 de dezembro de 2017 às 08h48

OTIMO..
ELA VAI DIZER O SEGUNTE..
MANDA ELE VIR AQUI PROVAR ISSO.. AI ELE VEM.. A PF GUARDA ELE POR UNS 3 ANOS.. AI ELE SAI UÉ..
IGUAL O PATRAO DELE .. MARCELO ODEBESTA
FALAR ATE O LULA FALA

KKKKKKK

Responder

Zibinho Meireles

06 de dezembro de 2017 às 00h37

Ô dona Dodge como vai ficar deixará uma vergonhosa máfia das delaçõe$ agir descaradamente contra os direitos dos cidadãos impunemente? Mostre a sua cara!

Responder

layz

05 de dezembro de 2017 às 23h39

A esta altura as autoridades e seus agentes ganharam direito a vigilância constante e investigação pela própria população. Confiar em qual instituição? O inquérito está aberto na Internet. Provas em texto, imagem, áudio e vídeo, por favor. Vamos acompanhar de perto cada um até em outros países. Só a inteligência salva.

Responder

apolinario jose pereira

05 de dezembro de 2017 às 23h11

Meus amigos qualquer tentativa de processar procuradores no Brasil, infelizmente não dar em nada, estão sempre unidos e absolvendo um e outro. Apelo pra entrarem direto na justiça nacional e internacional contra esse monte de procuradores e juizes brasileiros picaretas , desonestas e ladrões. Prisão já aos procuradores e juizes brasileiros da lava jata e outros.

Responder

Andréa Barranqueiros

05 de dezembro de 2017 às 22h57

Acho que a investigação deveria começar pelo concurso público que eles prestaram. Dificilmente quem passa por um concurso tão acirrado e disputado como esse, dedicando horas, dias, meses e até anos a fio estudando comete tantos erros ferindo princípios fundamentais da CF ,do CPC e do CPP. Quem de fato se esforçou para passar num concurso desse não faria metade das coisas que esses senhores fizeram. Se é que esse “esforço” não teve alguns empurrões pra dentro.

Responder

    Maria Theerza

    06 de dezembro de 2017 às 09h00

    não duvido que esses concursos sejam fajutos. Mas, a meu ver, esse não é o principal problema: foram escolhidos a dedo para formara força tarefa, seja pela fraqueza de caráter, pelo preço, pelas distorções de personalidade. Tio Sam sabe bem que lhe presta vassalagem em troca de espelhinhos e miçangas

    Responder

    Francisco

    06 de dezembro de 2017 às 10h06

    concordo, deve haver um rigor depois realizado o concurso, para justamente evitar a influencia de órgãos que manipulem a convocação dos aprovados , ou seja , dificultar a panelinha de parentes , amigos aliados. Situações aqui nos EUA ou Europa ,seriam um absurdo e vergonha geral, mas aqui continua o jeitinho das capitanias HEREDITARIAS !! .

    Responder

Ciba Júnior

05 de dezembro de 2017 às 22h52

Com uma PGR comprometida com essa súcia até a raiz dos cabelos, isso não vai dar em nada. E segue o golpe….

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade