O Cafezinho

domingo

17

dezembro 2017

10

COMENTÁRIOS

Valesca Popozuda lacra “crí[email protected]” do Expresso da Manhã: beijinho no ombro!

Escrito por , Postado em Redação

[email protected] [email protected]

Por Wellington Calasans & Romulus Maya

Sobre certos recalques de “progressistas” (sic) dirigidos a “esses tais dois blogueiros que vivem na Europa e querem falar de Brasil pra gente que mora aqui”, muito bem diz o (irmão!) Wellington Calasans o que vai mais abaixo. Mas ao que ele diz ainda acrescento que:

– Justamente por vivermos os 2 em Estados de direito – Suécia e Suíça, ambos com longa tradição democrática, de neutralidade, de acolhida de asilados, de defesa dos direitos e garantias fundamentais e do jornalismo livre – é que temos a PLENA liberdade de INFORMAR, para além da liberdade de expressão.

– E é exatamente por isso que as (melhores!) fontes têm nos procurado, uai! Sabem perfeitamente que, em procedendo a informação após a nossa checagem, será publicada! E, assim, furará o bloqueio do PIG, bem como as ameaças da meganhagem!, chegando, finalmente, a toda a cidadania brasileira!

– Chega a ser risível a “crítica” (sic) de NÃO declinarmos, em hipótese alguma!, o sigilo de fonte! Parece que quem fala tamanho disparate, em vez de nós 2, é que não vive no Brasil atual! Sabe quem tampouco tolera sigilo de fonte? O SÉRGIO MORO!! Pergunta ao Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania!

Meu recado [email protected] [email protected] é dado pela sensacional Valesca Popozuda: beijinho no ombro!

*

Valesca, aliás, que é fãzona do Lula! Fez até funk pra ele em 2010!

*

Diz Wellington Calasans na sua página no Face:

“O problema não é morar fora do Brasil. O problema é achar que mora no Brasil e continuar a assistir a Globo e se informar pelo PIG – Partido da Imprensa Golpista.

O acesso às fontes é de fundamental importância para o êxito de um trabalho jornalístico.

Morar fora do Brasil neste momento em que há um visível “Estado de Exceção” é uma das vantagens que eu e Romulus Maya temos.

Muitas fontes importantes têm nos oferecido material de qualidade para fundamentarmos as nossas denúncias, comentários e reportagens.

Há quem questione a “omissão da fonte”. Já pensou se o anonimato da fonte não fosse preservado? Temos feito denúncias graves contra figuras perversas que ocupam o poder no Brasil.

Por isso, preservamos as fontes e assumimos o material publicado, assinando-o. O “Sigilo da Fonte”, neste caso, significa a preservação de uma vida.

Se depois desta explicação ainda há dúvida, recomendo uma visita a uma introdução sobre o assunto em uma fonte colegial, bastante apropriada para quem questiona o papel da fonte no jornalismo:

Ou um jurídico para quem já entendia o que eu e Romulus temos feito”.

*



*   *   *


 
– Siga no Facebook:
 

– E no Twitter:



Quando perguntei, uma deputada suíça se definiu em um jantar como “uma esquerdista que sabe fazer conta”. Poucas palavras que dizem bastante coisa. Adotei para mim também.

domingo

17

dezembro 2017

10

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 COMENTÁRIOS

  1. Heloisa
  2. jossimar
  3. Trazibulo Zibim Meireles
  4. jose carlos vieira filho
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com