Hangout com Miguel do Rosário 17 de abril de 2019

Escândalo! Blog oficial do Exército ataca Constituição Brasileira!

Por Miguel do Rosário

09 de janeiro de 2018 : 11h52

É inacreditável o caos político em que o golpe de Estado de 2016, financiado por multinacionais do petróleo, articulado pelo conluio criminoso de mídia e judiciário, e operado por bandidos do naipe de Eduardo Cunha, Moreira Franco e Romério Jucá, mergulhou o país.

Após topar com um post do colega Eduardo Guimarães, em seu blog Cidadania, sobre textos político-partidários publicados no site do Exército Brasileiro, eu descubro que, em maio de 2017, o Exército autorizou, em portaria, a criação e manutenção de um blog, hospedado na página oficial da instituição.

O último artigo publicado lá é um chorume fétido do general Maynard Marques de Santa Rosa, militar exonerado por Lula em 2010, por ter feito críticas desrespeitosas à Comissão da Verdade.

O título do texto, Esquizofrenia Social, gera uma interpretação irônica, porque parece ter sido escrito por um maluco.

Pra começar, o texto traz um virulento ataque à Constituição Brasileira de 1988, considerada pelos melhores juristas do mundo como uma das mais modernas e humanas do planeta. Não é o que pensa o Exército brasileiro, a julgar pelo editorial publicado em seu blog:

O bombardeio populista e ideológico, a partir da Constituinte de 1988, consolidou uma cultura de direitos sem deveres e minou o princípio da autoridade.

Qual seria o “bombardeio populista e ideológico” feito a partir da Constituição de 88?

O de que “todo poder emana do povo”. Ou seriam os princípios de dignidade humana inscritos na Carta Magna?

Eu fico imaginando o que aconteceria se um general norte-americano, chinês, francês ou alemão, usasse o site oficial de suas respectivas forças armadas para atacar a Constituição de seu próprio país…

O texto é apenas um amontoado de clichês direitistas. Não falta nem um ataque sem pé nem cabeça à “ideologia de gênero”:

Outro aspecto contumaz da agenda subliminar é a chamada “teoria do gênero”. Inventada na Europa por pensadoras feministas, pretende alterar as leis da natureza, ao derrogar os sexos, como se o homem e a mulher fossem espécies diferentes dentro do gênero humano. O que surpreende é a assimilação do conceito pela grande mídia, que vem conseguindo inculcar tal aberração na sociedade, até alcançar a legislação governamental.

Num trecho em que o general tenta um vôo intelectual mais profundo, citando o Antigo Regime e a Revolução, de Alexis de Tocqueville, ele parece tomar o lado dos… nobres.

Sobre fenômeno similar, escreveu Alexis de Tocqueville, em “O Antigo Regime e a Revolução”, que as teses dos enciclopedistas eram temas da moda entre os nobres da França no século XVIII, durante os convescotes de Paris e os saraus da Corte de Versailles, como se não lhes afetassem a própria sobrevivência.

O texto se encerra com um chamamento sinistro a uma “reação”:

Chegamos, assim, ao limiar da ordem política, econômica, social e jurídica. É hora, portanto, de reação, antes que o faça o instinto de sobrevivência coletivo, potencial criador de cenários escatológicos.

O post é aberto a comentários, e daí surge um fenômeno curioso. O chorume do chorume. Os comentários são de baixíssimo calão, e quase todos alertam para o “perigo comunista” e conclamam uma “intervenção militar”. Gilmar Mendes, ministro do STF, é atacado com violência especial, o que é um fenômeno interessante: desde que Gilmar decidiu, em nome da segurança política de seu partido, o PSDB, romper com a narrativa midiática segundo a qual político bom é político preso, ele se tornou alvo preferencial da direita hidrofóbica que ele mesmo, Gilmar, cultivou durante anos.

Como é de praxe na história brasileira desde a década de 50, a direita tem ojeriza aos códigos processuais, à política, a democracia, aos direitos humanos e à Constituição.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

60 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Eduardo

12 de janeiro de 2018 às 10h21

Nåo vou perder meu tempo com site do exército que acha que constituição pode ser contra ele! Muito menos com chorume de general demitido por falta de bom senso e incapacidade de dialogar! Será que pensam que na democracia “ o poder emana do exército”?

Responder

Marco

10 de janeiro de 2018 às 14h27

Tô passado com o que este povo escreveu contra o artigo e o articulista. A serpente deu muita cria!

Responder

Luiz

10 de janeiro de 2018 às 11h32

Eu fico imaginando o que mais pensa uma pessoa como você. Que tipo de instrução recebeu ao longo da vida e em que acredita. Falar uma asneira desse tamanho, demonstra apenas o tipo de cérebro que possui (se é que tem um). Lei a história minha filha e se informe sobre os crimes praticados pelos golpistas da ditadura civil/militar de 1964. Se você quer viver como escrava, vai para a porte de um quartel e pede pra entrar. Os próprios militares em 1964 chamavam pessoas como você de “vivandeiras dos carabineiros”. Se você não tem nada melhor para falar, se resuma à sua insignificância. Esse general da reserva dese ser punido exemplarmente. Militar é servidor do estado brasileiro e como tal, deve respeito à constituição e TODO PODER EMANO DO POVO E EM SEU NOME DEVE SER EXERCIDO. Aprenda ignorante.

Responder

Eliane Cerqueira

10 de janeiro de 2018 às 11h18

Caro editor, o respeitável jornal O Cafezinho, cujos informes têm me servido de base para opinião, está acolhendo, como propaganda comercial esse tal “Put”, que tem um viés nitidamente machista: “Mulheres brasileiras querem conhecer coroas…”. O que é isso, afinal?

Responder

Claudio L Santos

10 de janeiro de 2018 às 05h07

Engraçado dizerem que o poder emana do povo, quanto na questão da Intervenção Militar, por exemplo, não foi dito pela Constituição que o povo tenha o Direito de opinar.
Na verdade, da forma como foi escrita a Constituição, tanto faz se ampla maioria apóie ou deixe de apoiar uma Intervenção Militar. Ela pode ocorrer, pelo menos em tese, à revelia do que pensem os eleitores. Armadilha jurídica?

Responder

Zenio Silva

10 de janeiro de 2018 às 01h24

Mas não era para Cuba?!

Responder

Zanonlamunierdasilva

10 de janeiro de 2018 às 01h22

Não temos opções! para votar, todos deste quadro político, do nosso país,de alguma forma.esta envolvido, com algumas fraudes, ou em esquemas de corrupção!

Responder

Nil

10 de janeiro de 2018 às 01h14

A pior das constituições foi a de 88, é uma latrina sem tamanho. Direitos sem tamanho, escrita por retardados. Voltemos à constituição do Império com suas devidas atualizações e seremos novamente um país sério, uma nação potente e justa.

Ave Império.

Responder

Mirai Break

09 de janeiro de 2018 às 22h20

Coitado do autor do texto fez um trabalho ótimo pra vim um monte de Bolsominiom críticar

Responder

    Ádamo Soares

    10 de janeiro de 2018 às 10h37

    Boa! Bolsominiom!!! ?

    Responder

    enganado

    10 de janeiro de 2018 às 22h41

    Parabéns!!! Verdade dói, pois é coisa que a Direita NUNCA quer escutar. E o çERRA, hein???? Baluarte da honestidade da Direita, pois pra baixo o que não faltam são nomes . . . .etc. Melhor ainda, o exército=Tropa de Ocupação ANGLO_SIONISTA apoia / garante / protege / se acovarda / se omite / finge que não veem / . . . etc. Pergunto::: Para agirem assim, recebem ou não recebem PROPINA dos USraHell????? Recebem SIM e muita PROPINA!!!! Ah se o Duque de CAXIAS voltasse aqui no “””terreiro ANGLO_SIONISTA””” que os seus ___modernos___ comandados transformaram sua Pátria, Duque de CAXIAS. Não sou mais ___braZileiro___, ou melhor posso ser qq coisa que será muito melhor do que ter um COVARDE que obedecem aos ANGLO_SIONISTAS. O ex-BRASIL acabou como Nação, se tornou o RENDEZ-VOUS/GALINHEIRO/PUTEIRO dos USraHell.

    Responder

Paulo Cezar

09 de janeiro de 2018 às 22h07

Não é só o Exército que não pode passar por cima da Constituição Federal, ninguém pode, mas não é o que acontece no Brasil, onde um grupo de ladrões, canalhas, corruptos, pensam que estão acima da Lei, e podem cometer todo tipo de crimes, achando que vão ficar impunes.
Independentemente de partido político, político, esquerda ou direita, Judiciário, Executivo, Congresso Nacional, etc…., lugar de corrupto ladrão safado canalha é na CADEIA

Responder

Dilma Coelho

09 de janeiro de 2018 às 21h55

Gostaria de entender melhor… Há uma turma que resolveu criticar o blog, a matéria, defender os milicos, choramingar, etc. — Estão fazendo aqui, o quê? Vão procurar a turma de vocês.
Sabem qual é a posição do blog e de quem escreveu a matéria, então não nos aborreçam.
Procurem no google: Corrupção na ditadura, encontrarão o que ler.
Estima-se que o Brasil atual tenha 207,7 milhões de habitantes, em 1960, a população era de 70 070 457 habitantes.
A Ditadura militar no Brasil teve seu início com o golpe militar de 31 de março de 1964, supondo que a população tenha sido em torno de 75 000 000 ficava bem mais fácil manipular/administrar o Brasil.
Se a ditadura fosse boa, não teriam assassinado tantos brasileiros e “As Diretas Já” não teriam nos livrado daquele tempo de escuridão.

Responder

    Nil

    10 de janeiro de 2018 às 01h17

    Não há golpe quando o recurso usado em 64 estava na constituição e foi solicitado pelo representante do governo civil assim como não houve ditadura quando sim, regime militar. Ditadura há ditadores e o último foi vargas.

    Responder

      Zenio Silva

      10 de janeiro de 2018 às 01h27

      Castelo, Costa e Silva, Médici, Geisel e Figueiredo democratas, todos eleitos pelo ‘povo’!!!

      Responder

    Cezar Santos

    10 de janeiro de 2018 às 08h58

    Seu chororó é tão medíocre quanto o do autor do texto, sem contexto para um debate saudável e evolutivo… Lamentável!

    Responder

    WYLLIAMS BASTOS

    10 de janeiro de 2018 às 09h02

    Devem ter esquecido que os senhores trabalham com “safe place” e gosta de fazer testemunho”evangélico” entre si. Querem brincar de jornalistas, mas não não suportam a opinião pública?

    Responder

Luiz Augusto Santos

09 de janeiro de 2018 às 21h54

Bem quando disse o Gen Figueiredo entregar o BRASIL a democracia. Isto é que aconteceu anarquia, roubo e várias outras coisas. Quem disse e fala hj ainda em Regime Militar que antes tinha é porque vivia na rua, não estudava, não trabalhava nunca ouve militarismo apenas Intervenção.

Responder

    Zenio Silva

    10 de janeiro de 2018 às 01h31

    Nuca houve ‘militarismo’, só intervenção! Oi?!
    Castelo, Costa e Silva, Médici, Geisel e Figueiredo, todos democratas, todos eleitos pelo povo!!! Uma breve intervenção de de 21 anos…

    Responder

enganado

09 de janeiro de 2018 às 21h43

Porra gente!!!! NUNCA existiu exército/marinha/ar(i)onáutica no ___braZiUSA__ e do ___braZiUSA___, sim uma TROPA de OCUPAÇÃO , ANGLO_SIONISTA, que fala português sem sotaques, a mando dos USraHell. Pra começar, um “”TRIO ESPERANÇA”””, 1-) chefe viDDas bôas; 2-) chefe mourão, 3-) chefe etchegoyen que meRdalheia __thief_stateless_judge__çerjiou murrow__ , a favor da desnacionalização do ex-BRASIL, agora transformado em ___braZiUSA____, não há de se espantar que o Blog da “””facção terrestre””” das Tropas de Ocupação “” Anglo_Sionistas venha com esta lenga-lenga de “”neo-liberalismo”””, ou será que o BOÇALnaro não espelha o pensamento destes “””TRAIDORES da Pátria””””. A ficha caiu para os que têm sã consciência de que é uma Pátria, ou será porque o Sr. PUTIN é detestado pelos ANGLO_SIONISTAS??? PATRIOTISMO / SOBERANIA / AMOR ao SOLO que PISAM, em AGRADECIMENTO a DEUS pelo nascimento naquele lugar, amando aquelas Terras. Aqui NUNCA, NUNCA, NUNCA teremos isto, e sim aqueles amam um FHC / çERRA / “”TRIO ESPERANÇA”””, 1-) chefe viDDas bôas; 2-) chefe mourão, 3-) chefe etchegoyen; / … // // etc. Tenho VERGONHA de ter nascido aqui nestas bandas, mas que DEUS me perdoe ao infinito!!!!!!!

Responder

Monquite

09 de janeiro de 2018 às 21h36

Querem acabar com o Brasil. E as Forças Armadas são nossa única esperança. São os defensores da moral e bons costumes. Quando o caos se instala na segurança e o Exército que vai dar segurança à população. Quando a natureza se rebela são as Forças que dão suporte ao povo. Quando a saúde está um caos as tenas e médicos e enfermeiros das Forças dão suporte aos hospitais falidos. Quando o gestor pede, o Exército participa de campanhas de vacinação de pessoas e de animais.

Responder

Isaac chaves franca

09 de janeiro de 2018 às 21h33

O exército não precisa fala nada não gente tem que agir já passou da hora de algum militar de peito pra mandar temer planta banana e assumir esse país por en ordem, jornal todo dia e Gilmar Mendes e temer nomeando uma ministra que não pagou ações trabalhistas e um verdade galinheiro nem parece que a bandeira do país e ordem e progresso #intervencao militar

Responder

    Mirai Break

    09 de janeiro de 2018 às 22h29

    “Mandar o Temer plantar banana” foi por causa de gente do seu tipo que ele deu o golpe. Eu lembro muito bem dos coxinhas gritando “Fora Dilma, fora Dilma” e agora ninguém que assumir a culpa pela situação de merda que estamos passando

    Responder

Jotage

09 de janeiro de 2018 às 21h01

“É hora, portanto, de reação, antes que o faça o instinto de sobrevivência coletivo, potencial criador de cenários escatológicos”.
O general está preocupado com o “instinto de sobrevivência coletivo”.
Era tão bom (para eles) quando o povo era tangido ao abatedouro sem reclamar.
Eles odeiam o povo, mas o temem.

Responder

Márcio Brum

09 de janeiro de 2018 às 20h18

Eu não quéro entrar no mérito esquerda direita,só quero avisar ao nobre delirante escritor que,saímos de um regime militar autoritário e entramos em outro pior,pois os mau feitores usavam farda e eram fáceis de identificar,hoje eles estão disfarçados de ministros,militantes ,artistas ,professores,dimenó,entre outras mazelas criadas por uma construção equivocada e capenga,onde só se brada respeito a ela nas questões que beneficiam corruptos e bandidos,poi saude segurança e educação nada.

Responder

Benoit

09 de janeiro de 2018 às 19h52

Parece que esqueceram de dar um pouco de educação a voce.

Responder

    Mirai Break

    09 de janeiro de 2018 às 22h37

    Um pouco? Educação passou longe dele

    Responder

Benoit

09 de janeiro de 2018 às 19h10

O tal de general é simplesmente um perverso com uma visão das coisas de uma minhoca. É o que acontece devido ao regime ideológico a que são sujeitos. O contato deles com a realidade deles é mínimo, não falam com ninguém fora do meio deles. E só lêm uns poucos textos reacionários. Por isso as soluções do general são simplistas, fora a ameaça sinistra no final do texto. O texto mereceria um comentário mais detalhado.

Responder

Mauricio

09 de janeiro de 2018 às 18h24

Meu caro Miguel do Rosário, o comte do Exército foi em rede nacional dizer que não ia punir o colega de farda que deu com a língua nos dentes na famosa palestra e que as FA podiam intervir sim em caso de “caos” – seja lá o que isso signifique na cabeça do general. O que mais será preciso para perceber que os militares tem lado muito bem definido e não é o da Constituição. Basta lembrar que em 1964 eles a rasgaram e jogaram no lixo; foram 21 anos de fedor.
Não adianta, nem ler o artigo 142 da Constituição eles conseguem. Olham, leem e continuam vendo o que bem querem – como o tal “caos” criado pelo comte do Exército. Não aprenderam nada!
As FA brasileiras necessitam de um processo de transformação urgente e profundo – que o PT em 13 anos de poder se recusou a fazer -, só assim o país poderá pensar em vir a ser uma Democracia.

Responder

Gustavo Horta

09 de janeiro de 2018 às 18h12

Nós tamo fundido…

ACORDA! A CORDA, OLHA A CORDA!
ACORDA!
OLHA A CORDA EM SEU PESCOÇO,
IDIOTA IDIOTIZADO!

ACORDA! A CORDA, OLHA A CORDA!
> https://gustavohorta.wordpress.com/2017/03/22/acorda-a-corda-olha-a-corda/

źzzzzzzzz…….

Responder

Marco

09 de janeiro de 2018 às 17h36

Quanto tempo alguém pode gastar para criticar os militares deste país. Eu vivi na época em que os milicos estavam no poder e sinceramente era melhor do que hoje. Eu costumava sair aos finais de semana para ir às danceterias (hoje baladas) com meus amigos, era jovem e eventualmente era revistado em alguma blitz mas nunca fui desrespeitado por policiais em meu estado de origem, já aqueles que gostavam de praticar badernas, fumavam u cigarrinho do capeta (que era e ainda é ilícito) sempre reclamavam da polícia. Precisamos de mais edução, disciplina, ordem e menos bolsa família e ajuda do governo, não estou dizendo que isso não precise existir estou dizendo que precisamos ser ensinados a pescar e não a ganhar o peixe.

Responder

    Nilton De Souza

    09 de janeiro de 2018 às 17h53

    Parabéns pelo seu comentário perfeito.

    Responder

Ticiano

09 de janeiro de 2018 às 16h47

De cloaca para trevas em um piscar de olhos… Esse poço não tem fundo.

Responder

Schell

09 de janeiro de 2018 às 16h42

Outro miliquento de meia pataca, defenestrado tarde pelo Lula. Gentalha assim devia ser escorraçada da história. Agora, milicos – mesmo que reservas – não podem publicamente se oporem ao arcabouço jurídico-democrático do país. A não ser, claro, que ele tenha certeza de viver num país de merrecas-temeristas-golpistas-ladrões. Mas, disso ele não diz vírgula. Eta porcaria!

Responder

    Monquite

    09 de janeiro de 2018 às 21h24

    Faço minha as palavras do Marco. E você, schell, deve ser uma daquelas pessoas que fumava e ainda fuma um cigarrinho ilegal e ficar fora da realidade, sem trabalhar nem ganhar o pão com o suor do seu rosto. Tome tento imaturo e desconhecedor da história do País, que é interligada com a historia dos grandes heróis da nossa nação.

    Responder

Michelle

09 de janeiro de 2018 às 16h24

Sobre a Constituição acredito que para a época tenha sido um grande avanço. Mas as leis precisam atender as necessidades sociais. Conforme evolui a sociedade as leis necessitam ser revisadas, pois surgem novos crimes (de internet, por exemplo). Sobre o comentário do Militar em questão digo que concordo com ele. E isso, minha opinião, precisa ser respeitada. Na minha casa isso se chama educação e para o cidadão se chama democracia. Sobre esse artigo digo que o acho completamente tendencioso. Pois falam, por exemplo, do Sr. Michel Temer mas se esquecem que ele foi uma escolha/parceria da Sra. Dilma Rousseff. Sobre o Sr. Ministro Gilmar Mendes, quantos bandidos mais ele mandará soltar? Levantem a vida pregressa de todos os políticos supostos criminosos dos tempos atuais e verão que estão sofrendo as mesmas injustiças que sofreram na época do militarismo. São todos ex presos políticos. Quanta injustiça né? E os mortos? Todos assassinados por militares (?) Será que não houve nenhuma queima de arquivo? Vamos falar dos dias atuais… E o caso de Celso Daniel? O avião que caiu com o ministro….. enfim. Foram também os militares? Enquanto isso nos resta um país falido com empresas quebradas, famílias debaixo da ponte passando fome, hospitais quebrados, prefeituras idem… e vcs vêm com blá, blá, blá.. Acorda Brasil!

Responder

André Marcos Brandão

09 de janeiro de 2018 às 16h09

O que está errado é a criação dessa porrada de municípios. Cada município tem uma câmara de vereadores, pelo menos um fórum com pelo menos um juiz, um promotor, um defensor é uma pregada de serventuários ouvindo música no trabalho. E a justiça está cada vez pior. A solução passa pelo povo. O povo contra todos. Tem que cortar a cabeça dos reis. É isso.

Responder

jose carlos vieira filho

09 de janeiro de 2018 às 16h04

Esse “principio da autoridade” citado pelo ilustre seria a tradução de Führerprinzip.

Responder

Anselmo

09 de janeiro de 2018 às 15h43

Que o povo organizado tenha consciência e aja antes que essa gente do mais baixo calão moral e político dê um golpe dentro do golpe.

Responder

Saulo

09 de janeiro de 2018 às 15h32

Não me leve a mal, mas tudo que o general colocou está corretíssimo. Você deveria abrir a sua mente. Essa constituição é uma aberração.

Responder

    Anselmo

    09 de janeiro de 2018 às 15h41

    Aberração é a sua mente pervertida, canalha!

    Responder

    Athos Almeida

    09 de janeiro de 2018 às 15h54

    Se está constituição é o que há de mais moderno em termos de direitos humanos então só políticos são humanos

    Responder

    Nilton De Souza

    09 de janeiro de 2018 às 17h54

    Correto . Parabéns.

    Responder

Erick

09 de janeiro de 2018 às 15h31

“Como é de praxe na história brasileira desde a década de 50, a direita tem ojeriza aos códigos processuais, à política, a democracia, aos direitos humanos e à Constituição.” Quanta desinformação e boçalidade nesse artigo. A burrice anda de mãos dadas à prepotência. Patético, a começar pelo título da matéria. Grite suas asneiras. Ninguém está ouvindo.

Responder

Leandro Cruz

09 de janeiro de 2018 às 15h28

A construção é tão moderna que tem mais de 100 emendas.

Responder

Leandro Cruz

09 de janeiro de 2018 às 15h26

Caramba! Eu queria saber como esse energúmeno conseguiu digitar com os cascos! Consegui ler dois parágrafos e pelo conteúdo percebi que é um esquerdopata.
Bolsonaro presidente!

Responder

    Miguel do Rosário

    09 de janeiro de 2018 às 17h24

    O cara vota em bolso e vem falar de cascos…

    Responder

      claudio-sc

      09 de janeiro de 2018 às 20h52

      “A população geral não sabe o que está acontecendo, e nem mesmo sabe que não sabe.” Noam Chonsky.

      Responder

Jota Santos

09 de janeiro de 2018 às 15h16

Em ano de eleição o investimento em robô aumenta demais.

Responder

Sergio

09 de janeiro de 2018 às 15h13

A cada dia o fundo do poço aumenta
Porém grande parte da culpa disso e da esquerda, pois quando o poder lhe foi dado pelo povo, não o usou para acionar o judiciário e julgar e punir os bandidos que mataram em nome do uma ditadura

Responder

Luiz Carlos P. Oliveira

09 de janeiro de 2018 às 14h53

Fui dar uma espiadinha no tal site. Quer dizer que o Lula “DESONEROU” o tal general? É possível “baratear” um general? Esse é o nível dos “esclarecidos” coxinhas.

Responder

Otavio Demasi jornalista Mtb 32548 e consultor de turismo

09 de janeiro de 2018 às 14h18

A Nação é feita por todas e todos seus habitantes e a todos cabe participar, visando a melhoria de vida de todo o povo, através de uma participação mais homogenea, menos discrepante.
A Nação não é constituída de civis ou de militares. A Nação é constituída de pessoas, que devem dar o melhor para que a sociedade brasileira, seja menos desigual.
Olhando o passado, nesses 518 anos, pode-se compreender o presente e dimensionar o futuro. O rastro de cinco séculos de opressão, humilhação, sobre o povo em geral, pelas diversas elites, que sempre e até hoje é assim, dominaram tudo, ou seja, a politica, a economia, a justiça, os cargos públicos, a educação, enfim dominaram o Brasil e todas as Instituições.
Deve-se partir para o diálogo e não ficarmos em gueto. Contra a força o diálogo. Contra ódio a compreensão e daí por diante.
A reconstrução da sociedade brasileira, será com todos os atores, inclusive as Forças Armadas, pois seus integrantes fazem parte do Nação, do povo.
Esse diálogo, precisa ser “desarmado”. Precisa-se sentar frente a frente, num amplo diálogo nacional, onde o ganhador será o povo e não parcelas do povo. Onde a participação militar como um todo, será de construção aberta, dialogada, pois os militares em si são funcionários públicos .
Essa construção é difiícil, pois não será feita sob regime hierárquico ou impositivo, seja pelo poder economico, judiciário , militar ou político. Será feito nas comunidades, nos estados e federalizado, mas com a maioria expressiva do povo.
Unidos venceremos. Fora disso pode ser a barbárie.
O BRASIL E OS BRASILEIROS MERECEM O MELHOR

Diálogo nacional que reuna o Brasil, a Nação e o Povo, mas que todos sejam beneficiados em concessões justas,equilibradas, de consenso.
Nada imposto pelo fator economico, político, jurídico e militar.
DIÁLOGO. PARTICIPAÇÃO. ABERTURA MENTAL. DESPOJAMENTO E MUITO AMOR AO PAÍS E AO SEU POVO COMO UM TODO. POIS CADA UM DE NÓS TEM SEU PESO DE MANTER ESSE BRASIL, BRASILEIRO, JUSTO FRATERNO E IGUALITÁRIO.

Responder

    Luciano Silva Almeida

    09 de janeiro de 2018 às 21h56

    parabéns Otávio Demasi, concordo com você, devemos concentrar nossas forças no futuro, e somente unidos com os mesmos propósitos podemos vencer a injustiça que a grande parcela do povo brasileiro vive nos dias atuais, espero que os cidadãos que se julgam inteligentes usem seu intelecto para melhorar a vida das pessoas….

    Responder

jose carlos lima

09 de janeiro de 2018 às 13h54

O macho tenho que ter cara de mau?
A mulher mulher tem que ser cinderela?

Os papeis de homens e mulheres nāo tem nada a ver com mudança de sexo e sim com papeis de cada um

Mas ignorantes ate na tampa pensa que falar de generos ė transformar homens em travestis

Me poupe

Responder

Cukoo

09 de janeiro de 2018 às 13h39

No olho do golpe, talvez um pouco antes, havia um jornal extremamente reacionário, nazifascista
sendo distribuído pelo Brasil com textos absurdos, fake news.Tinha textos de militares da reserva e familiares, matérias da globo, e matérias antigas do regime militar. Em uma de suas páginas havia lista de contribuições e emails, etc e tal; Era coisa de psicopatas. Havia uma versão online mas me parece que sumiram com ela. A versão impressa eu desconheço se continua. Se não me falha a memória era
impresso em MG.

Responder

Jose carlos

09 de janeiro de 2018 às 13h37

Bando de PTRALHAS Fdp!

Responder

Jane

09 de janeiro de 2018 às 13h33

Esses parasitas não servem para ABSOLUTAMENTE NADA! Só servem para esfolar o povo brasileiro, além de garantir a entrega do patrimônio nacional aos estrangeiros! Puro LIXO!

Responder

Jorge Leite Pinto

09 de janeiro de 2018 às 12h12

O Brasil é uma piada mesmo…
Mas quanto a ideologia de gênero, acho uma bosta mesmo. Pura falta do que fazer. Temos coisas muitíssimo mais importantes para debater do que esta maluquice. Afinal, trata-se de costume, e este assunto só serve para botar azeitona na empada da direita, colocando pessoas conservadoras nos costumes (mas progressistas na política) do lado do golpe…
Conheço várias pessoas que gostavam dos governos federais do PT e que passaram a odiá-lo por causa desta idiotice histérica de gênero.

Responder

    Márcio Martins

    09 de janeiro de 2018 às 14h11

    Progressistas de araque…começa que esta tal ideologia de gênero é INVENÇÃO da direita…o resto você conclua! Respeitar a diversidade é coisa de esquerda, meu…cuidado com a ideologia de direita!

    Responder

Deixe uma resposta para Jorge Leite Pinto

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com