Cafezinho 2 minutos: Posse de Bolsonaro e alegações finais contra Lula

Vendas de materiais de construção caem 14% em 12 meses

Por Miguel do Rosário

22 de fevereiro de 2018 : 15h37

Enquanto a mídia continua tentando dourar à pílula, mantendo o governo Temer em estado de coma induzido, os números reais mostram um quadro dramático da economia.

Segundo a Serasa Experian, o comércio de materiais de construção experimentou uma queda de 14% no acumulado de 12 meses encerrado em janeiro último.

É a maior queda em todo o histórico da Serasa, que se inicia em dezembro de 2001.

A sequência de números negativos para a construção começaram em setembro de 2014, sete meses após o início da operação Lava Jato.  Até então, a performance do comércio de materiais de construção vinha se mantendo firme e positiva, com poucas exceções, desde meados de 2006.

Em alguns momentos de 2008 e 2011, este comércio chegou a experimentar altas de 17% no acumulado de 12 meses.

Na variação mensal, o comércio de materiais de construção caiu 3% em janeiro último.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Pedrão Paulada

24 de fevereiro de 2018 às 09h35

O Brasil era uma locomotiva moderna quando veio a ordem, em 2014. Parem esta composição. Como era veloz, a locomotiva só parou em 2017. Agora, obedecendo a segunda ordem, a locomotiva está em marcha a ré. Em 2018, os índices econômicos comprovarao a tese da locomotiva quando teremos redução da atividade econômica no comércio, indústria e serviços internos, PIB em dólares diminuindo, aumento do desemprego e da violência, etc.
Quando a locomotiva voltar para a garagem de onde nunca deveria ter saído, estaremos nas mesmas condições inerciais do período pré Lula, ou seja crescimento zero de uma economia reduzida a nada.

Responder

    Pedrão Paulada

    24 de fevereiro de 2018 às 09h52

    Fora da locomotiva, assistindo a derrocada do povo, estarão rindo os grandes produtores de monoculturas para exportação, as petroleiras e seus fornecedores estrangeiros, a banca rentista improdutiva e seus serviçais de antanho – juristocratas e militares devidamente isentos das reformas sociais e protegidos pelo sabe com quem está falando.

    Responder

jose carlos lima

23 de fevereiro de 2018 às 12h36

E pensar que sob Lula e também com Dilma, chegamos ao pleno emprego e com o pais bombando mundo afora. no entanto graças a elite do atraso, nosso pais começou a ter sua economia destroçado para que um golpe de estado fosse dado e uma quadrilha assumisse o poder, isso com a ajuda da Lava Jato e CIA

Com Temer, soma de subempregados chega a 26.4 milhões

https://jornalggn.com.br/noticia/brasil-soma-264-milhoes-de-subempregados-segundo-pnad

Responder

Fernando Oliveira

23 de fevereiro de 2018 às 12h01

Se Dilma ainda estivesse no governo a queda seria de uns 50% !

Responder

    André Rs T

    23 de fevereiro de 2018 às 12h29

    Mudou de nome né manifestoche…kkkkk

    Responder

Jorge

23 de fevereiro de 2018 às 09h31

Bom são os números da economia venezuelana… kkk

Responder

    André Rs T

    23 de fevereiro de 2018 às 09h58

    Manifestoche mudando de assunto…

    Responder

    Fernando Oliveira

    23 de fevereiro de 2018 às 12h02

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Verdade !

    Responder

jose carlos lima

23 de fevereiro de 2018 às 02h10

Miguel, seria interessante uma pesquisa sobre o uso de derivados do petróleo na fabricação de materiais de construção, bem como em diversos outros usos, que vão de revestimentos para sofás (o corino) a plásticos, tecidos, vasos, telhas…

Dias atrás ao me dirigir a uma oficina de reformar sofá o atendente disse que não saberia o preço da reforma, uma vez que o corino, feito de derivado do petróleo, tinha aumento diário, assim como a gasolina.

Quer dizer, a Lava Jato está pondo no rabo do povo brasileiro e dos manifestoches sem que nem desconfiem que estão sendo estuprados pelos donos do golpe, midia e lavajeiros…

Enfim, qual o peso da rapinagem do pré-sal na falência da construção civil…

Responder

João Januário

22 de fevereiro de 2018 às 23h56

MEIRELLES É MAIS UM ESTELIONATÁRIO DA QUADRILHA DO TEMER, ENGANA TODO MUNDO COM SEUS DADOS DE RECUPERAÇÃOQUE PARECEM FABRICADOS ANTES DAS ENTREVISTAS QUE SEMPRE DÁ NA GLOBO.
PORQUE MEIRELLES NÃO É INVESTIGADO? – http://ajusticeiradeesquerda.blogspot.com.br/2017/10/fique-sabendo-henrique-meirelles-esteve.html
– MEIRELLES ERA O HOMEM QUE CUIDAVA DA GRANA DO IMPERIO DO CORRUPTO JOESLEY, ENQUANTO O JOESLEY DISTRIBUIA A GRANA SUJA PARA COMPRAR MILHARES DE POLÍTICOS NO MUNDO TODO PRINCIPALMENTE NO BRASIL.
– Não é de se estranhar que esse mesmo tal MEIRELLES, agora seja o homem que cuida de toda grana do governo do chefão GOLPISTA TEMER, que é o corrupto que foi delatado pelo outro corrupto, o JOESLEY, o ex-chefão do mesmo MEIRELLES?
– Porque será que todas as mídias familiares e corruptas do Brasil, não dizem uma só palavra a esse respeito e ainda estão querendo lançar esse tal MEIRELLES, como candidato a presidente do país que ele está, juntamente com as várias quadrilhas de políticos corruptos aliadas ao corrupto Temer, DESTRUINDO O BRASIL?
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/meirelles-ganhou-r-180-milhoes-em-conselho-da-jf-que-segundo-ele-nunca-se-reuniu/

Responder

robertoAP

22 de fevereiro de 2018 às 18h41

Essa é a grande obra do nefasto Moro, que muitos otários ainda idolatram, como alguns alemães idolatravam Hitler.
Ele está devolvendo à miséria,desemprego,desilusão e infelicidade os 50 milhões de brasileiros que Lula e Dilma tiraram da pobreza extrema e conduziram para a Classe Média.
Parabéns ao Moro, a sua capivara na Justiça do Além Túmulo, cresce sem parar, ele vai chegar lá como um dos maiores genocidas degenerados da História Mundial.

Responder

Maria Thereza

22 de fevereiro de 2018 às 16h18

melhorando muito o crescimento pra baixo! A sensação da temporada

Responder

Deixe uma resposta