Boulos em Recife

As vísceras expostas do arbítrio fascista

Por Jeferson Miola

09 de julho de 2018 : 11h23

Jeferson Miola                 

O desrespeito do Moro, da pf e dos desembargadores do trf4 à decisão judicial de libertar Lula da prisão política expôs as vísceras do arbítrio fascista.

A ordem dada à pf pelo desembargador Rogério Favretto para libertar Lula é legítima, legal e se deu no marco das regras do Estado de Direito.

Como toda decisão judicial, a tomada por Favretto durante plantão judicial poderia ser oportunamente reformada, se fosse o caso – porém, em sede judicial adequada, que seria o stj, mas jamais por seus colegas de tfr4 Gebran Neto e Thompson Flores e, menos ainda, por Sérgio Moro, juiz de primeira instância que, movido por ódio incontrolável que o impede de continuar julgando Lula, interrompeu as férias em Portugal para se dedicar à perseguição implacável do ex-presidente e se intrometer indevidamente no processo para avacalhar os efeitos da decisão.

As quase 12 horas da contenda judicial entre Favretto, os juízes-carcereiros do Lula e a Rede Globo expuseram de maneira catedrática o funcionamento da engrenagem fascista que domina o judiciário brasileiro.

A articulação de agentes do judiciário, do mp e da pf com a mídia capitaneada pela Rede Globo para manter Lula em prisão política tem a sofisticação organizativa típica das associações mafiosas.

Nunca antes da história do judiciário o descumprimento de uma ordem judicial foi transmitido ao vivo na televisão durante 10 horas. O evento serviu de autópsia do regime de exceção, e mostrou ao mundo inteiro a farsa jurídica da perseguição ao Lula.

Pôde-se testemunhar, por exemplo, o presidente do trf4 usurpar a atribuição exclusiva do poder executivo para reforçar o papel da pf como polícia política do arbítrio fascista.

Para a ditadura Globo-Lava Jato, a normalidade é Lula preso. Eles têm pânico da hipótese do Lula livre, e por isso atropelaram as regras do Estado de Direito e agiram imperialmente para evitar, a qualquer custo, a libertação do ex-presidente por 1 minuto sequer.

A oligarquia golpista jogou o país no abismo totalitário. Com os eventos de ontem, sinalizou sua disposição de sujar as mãos de sangue, se necessário para impedir a eleição do Lula à Presidência do Brasil.

Com sua dignidade, Lula outra vez venceu os indignos, e amanheceu a segunda-feira ainda mais forte e imbatível.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Sebastião Farias

14 de julho de 2018 às 20h18

Parabéns, Miola, só mesmo a sanha do inconsciente, da ignorância e da falta de patriotismo de certas pessoas, que concordam com essa triste realidade do Brasil, cujo judiciário tem muita dificuldade de provar que não teve parte nisso. O julgamento da história e da verdade não perdoará. Vejam isso e meditem sobre ele.
http://portalclubedeengenharia.org.br/2018/06/14/10800/ ( O petróleo é do Brasil e o seu maior acionista é o Povo ).

Responder

Luiz

09 de julho de 2018 às 11h53

Esses canalhas não estão se importando em levar o Brasil para uma guerra civil de consequências imprevistas. O Brasil tem que parar até que Lula esteja livre e possa ser candidato à presidência da república. As interferências norte-americanas tem que ser denunciadas ao mundo inteiro. Onde estão os valentes homens das “forças armadas”, tão falantes e prepotentes? Enquanto a gangue de Aécio, Cunha e Temes entregam a soberania nacional aos interesses americanos, nossos vigorosos militares querem uma guerra contra seu povo, que tem obrigação de proteger. Dilma foi profética quando disse que não restaria pedra sobre pedra com seu impedimento criminoso e fraudulento. Ou paramos o país, ou não restará um caco sequer para nos segurar. LULA LIVRE.

Responder

    Jorge

    09 de julho de 2018 às 12h25

    Saia do teclado e faça a sua revolução, kkkk. Lula livre só em 2030. Isto se o Moro não condená-lo em outros processos…

    Responder

      mariocinelli

      09 de julho de 2018 às 19h02

      Vai nesta, mané. Lula preso melhorou tudo neste país bananeiro, não tá vendo? Pleno emprego, salários, uma grande reforma trabalhista, saúde e educação de primeiro mundo, segurança máxima, O povão se alimentando três vezes por dia, a criançada com o melhor dos futuros, já que a grana do pré sal tá garantida, né? Isto porque a quadrilha só está lá há dois anos. Imagine daqui a 5 ou 6. Vamos ser a sexta economia do mundo de novo, quem sabe a quinta, com redistribuição de renda, de riquezas etc. Acordou?

      Responder

Jonas

09 de julho de 2018 às 11h36

Menos para Ciro Gomes, que acha q tudo não passa de uma “crise”. Dessas de espirro que se tem na poeira.

Responder

    Ultra Mario

    09 de julho de 2018 às 12h46

    Você acha mesmo que teremos uma guerra civil por causa do Lula?

    O maximo que vai acontecer com o Brasil é ficar igual ao México.

    Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com