Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

É Lula de novo, mas longe do povo

Por Denise Assis

18 de novembro de 2018 : 19h54

Os cabelos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estão totalmente brancos e mais ralos. Em dados momentos, cercado de todo o aparato, na sala da Justiça Federal do Paraná, onde prestou depoimento, na cidade de Curitiba, ele tem dificuldade de ouvir o que a juíza Gabriela Hardt lhe pergunta, apesar de estarem divididos apenas por uma mesa de trabalho.

Seus dedos tamborilam na garrafa de água mineral posta à sua frente e, em alguns trechos, dependendo da pergunta, Lula, antes controlado e seguro, bate impaciente na mesa, com os papéis que carrega contendo dados que possam ajudá-lo a explicar sobre o que está sendo questionado.

O tom da juíza, independente de ser ele um ex-presidente da República, o que por si já merecia tratamento mais respeitoso, é duro além da conta. A cada corte que dá na fala de Lula, a juíza parece repisar que agora ele não é mais nada além de um detento.

Despreza, por certo, o fato de que o homem à sua frente é o mesmo que, há pouco mais de sete meses, arrastou multidões para praças públicas por onde andou, levando a promessa de continuidade dos benefícios sociais que hoje a população carente vê sumir de sua frente, antes mesmo da posse efetiva do novo governo.

De cara, já ficaram sem o tratamento básico de saúde. E, mais adiante, sabe-se lá mais o que vão perder, enquanto o ministro que administrará as contas pública anuncia que vai dar “prensa” e “tratorar”, os que impedirem suas iniciativas. Sem contar que o seu antigo carcereiro subiu alguns degraus de poder e agora não detém apenas a chave de sua cela. Tem na mão a chave mestra da Justiça do país.

Lá fora, para além das nossas fronteiras, Lula continua merecendo atenção e o rótulo de “preso político”. Principalmente entre grandes juristas, que não concebem o caminhar de processos que começam com um tipo de acusação e prosseguem com outro, a ponto de desnortear o acusado, que a certa altura quer saber: então não estou mais sendo acusado de ser o dono do sítio? Do que, afinal, me acusam? ((não coloquei entre aspas porque podem não ser exatas as apalavras que reproduzo aqui, mas o sentido foi este).

Dura, com voz de atendente de telemarketing, a juíza reproduz para Lula o que está contido nos autos, agora com o conteúdo gritantemente modificado. Já não é mais o dono do sítio de Atibaia, posto que a documentação regular e precisa do proprietário não deixa dúvidas quanto a quem, de fato, pertence a propriedade. Agora ele é apenas o beneficiário de reformas que não pediu que fossem feitas. Lula, aturdido, tenta reagir, contradizer, mas é novamente impedido, agora como um escolar pego em estripulias dentro da classe.

O depoimento, de mais de duas horas, nos traz Lula de novo. Podemos, enfim, ver como está o ex-presidente. Daqui de onde o vi, posso dizer que ele está no limite. No limite de sua fé, no limite de sua esperança, no limite de sua paciência e no limite de sua indignação. Mas Lula é Lula. E, no momento em que um dos seus advogados, José Roberto Batochio, avisou que por motivo de compromisso deixaria a sala, transferindo a Christiano Zanin a continuidade dos trabalhos, ele candidamente, olhando para o advogado, suplicou: “me leva com você”.

Para os presentes, soou como mais uma de suas tiradas espirituosas e todos caíram na risada. A juíza, mais uma vez, aproveitou para usar de sua aspereza e ameaçou: “se o senhor quiser ficar em silêncio, também podemos encerrar (referindo-se à audiência). Mas, para quem de fato prestou a atenção à cena, viu um Lula quase infantil, pedindo ajuda. Lula queria ver a rua, onde a vida transcorre assustadoramente dentro da normalidade. É Lula de novo, mas longe do povo.

Denise Assis

Denise Assis é jornalista e autora dos livros: "Propaganda e cinema a Serviço do Golpe" e "Imaculada". É colunista do blog O Cafezinho desde 2015.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

50 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gustavo

21 de novembro de 2018 às 08h05

Não acho que a justiça deva tratar com menos ou com mais cordialidade um réu porque há sete meses ele arrastou multidões para praças públicas com a promessa que fosse. A relatada hostilidade da juíza é um efeito da lei de ação e reação. Quando o julgamento começou ela perguntou gentilmente como Lula gostaria de ser chamado e se ela poderia chamá-lo de ex-presidente. Quando ele disse não saber do que era acusado ela gentilmente explicou do que se tratava a acusação.

A partir daí, o que se vê são várias tentativas de Lula de tumultuar o julgamento. Interrogou a juíza se era proprietário do sítio ou não, trouxe a tona questões do Moro e do processo do Banestado (que em absoluto nada tem a ver com o processo) na tentativa de irritá-la e chegou ao absurdo de dizer que o marido dela não entendia de cozinha e ela deveria entender. O “Me leva com você” foi calculado e com o objetivo de tumultuar. Não a toa recebeu uma resposta à altura.

Com todo o tempo do mundo na prisão em Curitiba (afinal a eleição já acabou), com uma defesa de advogados milionários e uma acusação que não vem de hoje, não saber do que está sendo acusado não é desnorteamento e nem ingenuidade (quem já presidiu um país certamente consegue entender uma questão dessas). É tudo estratégia mesmo. É uma forma de provocar a juíza para posteriormente tentar imputar uma acusação de parcialidade ou politização. É tentar fazer ela cometer um deslize para abrir um processo para substituir o juiz até chegar em um Favreto da vida. O problema é que não está dando certo. A juíza a todo instante trás Lula e sua defesa de volta aos autos.

Acusar Moro de prender Lula é insistir em um discurso político e frágil. Moro condenou Lula, mas quem mandou referendou e mandou prender foi o TRF-4 endossado pelo STJ e STF e não Moro. No Brasil a prisão ainda é em segunda instância (ainda que de forma polêmica não pareça harmonizar com o trânsito em julgado). Vale lembrar que Haddad (o candidato do PT) fez elogios a Moro e às suas contribuições para o país.

Em tempo, as conquistas sociais promovidas no governo Lula são inegáveis e muitos indicadores econômicos do seu governo também o são. Todavia tais feitos não pode ser justificativa para que qualquer ato desfavorável ao presidente seja visto como perseguição e nem para teorias mirabolantemente conspiratórias (a exemplo da fértil imaginação da presidente do PT).

Responder

Antonio Carlos martins

20 de novembro de 2018 às 20h24

Tenho 69 anos.lembro.me de Jacob Bittar.prefeito de Campinas do psdb.era amigo de Lula.bittar comprou o sítio de Atibaia.o qual Lula já ia com ele no sítio.este negócio de melhorias no sítio pagas como diz o fastouso delator.tem do.como fazer benfeitoria em terreno do vizinho!a juíza substituta teleguiados de moro.metida a modelo.foi.arrogante.prepotente.grossa em relação ao Pres.lula.a família Bittar e a verdadeira proprietária do sítio de Atibaia!!E preciso o Sr. Tava Duran ser arguido para desmascarar moro e sua trupe!quero que provem o valor da fortuna do Lula.vamos compará lá com Serra.paulo preto!

Responder

Rodrigo Cardoso Condeixa da Costa

20 de novembro de 2018 às 15h24

Tem algum moderador aqui no Cafezinho? Ou o negócio está solto, ”a moda bangu”, como dizemos aqui no Rio?

Responder

    ronaldoxxx

    20 de novembro de 2018 às 21h17

    Aqui e lugar democratico, se quer falar so com petistas e lulistas, va ao pasquim 247, tijolixo ou diario do centro do pt…la tem censura contra opnioes divergentes ou contrarias ao pete!!!

    Responder

      Rodrigo Cardoso Condeixa da Costa

      21 de novembro de 2018 às 15h08

      Vc deve ser vidente para tentar adivinhar o que ”acha que alguém está dizendo”. Falei em moderador, não censurador. Vc az alguma mínima ideia do que seja um moderador? Dá uma olhada nos comentários deste post, por exemplo. O nível tá bem baixo. Chamar alguém do qual discorde de ”Filho da puta”, mandar tomar no ”no centro do olho do cú” e ”chupar um canavial de rola” já virou corriqueiro. Já conseguiu entender, amiguinho? Ah, e deixa de ter tanta tara pelo PT. Vai te fazer bem, garanto.

      Responder

        Miguel do Rosário

        21 de novembro de 2018 às 15h12

        O blog tem moderação automática. Quando alguém escreve um palavrão, cai na moderação automática, ou deveria cair pelo menos. Nesse post, eu removi alguns comentários com palavrões. Vou ver se ainda tem mais.

        Responder

Sebastião

19 de novembro de 2018 às 16h30

Tudo isso é culpa de Dilma. Dilma foi a pior coisa que Lula inventou.

Responder

    Paulo

    19 de novembro de 2018 às 23h15

    Verdade que ela era fraca. Lula a escolheu somente porque seria facilmente manipulável (o episódio da nomeação de Lula para o Ministério, feita por ela e com gravação vazada, prova isso de forma cabal). Mas, de outro lado, o “impeachment”, politicamente conduzido pelo MDB, para furtar-se às investigações da Lava-Jato, deram a ela um “status” de vítima, o que aproveitou ao próprio Partido…

    Responder

Ricardo

19 de novembro de 2018 às 13h23

Tadinho do Lula paz e amor. Preso só porque roubou um pouquinho !!!

Responder

    jcarlos

    19 de novembro de 2018 às 23h00

    Tolinho, está preso por que os donos do poder estão soltos, digo os ladrões de verdade.

    Responder

      O Pai

      20 de novembro de 2018 às 08h39

      Vai lá rezar um lula nosso, que estás na cadeia……

      Responder

João Ferreira Bastos

19 de novembro de 2018 às 12h28

Lembrando dos depoimentos:

Lula – Eu não sei por que cargas d’água, no caso Petrobras, houve essa questão de jogar suspeita sobre indicações de pessoas. É triste, mas é assim. Possivelmente, por conta de que o delator principal é o [Alberto] Youssef, que era amigo do Moro desde o caso do Banestado (Banco do Estado do Paraná). É isso, lamentavelmente é isso…

Juíza – Doutor, por favor. Ele não vai fazer acusações ao meu colega aqui.

Lula – Eu não estou acusando, estou constatando um fato, doutora.

Juíza – Não é um fato, porque o Moro não é amigo do Youssef e nunca foi.

Lula – Mas manteve ele [Youssef] sob vigilância 8 anos.

Juíza – Ele não ficou sob vigilância 8 anos, e é melhor o senhor parar com isso.

Agora no depoimento de Lula, ao amigo do traficante e esposo da ladra:

Moro: O Sr. não sabia dos desvios na Petrobras ?
Lula: Ninguem sabia dos desvios na Petrobras. Nem eu, nem a imprensa, nem o Sr., nem o MP, nem a PF. Só ficamos sabendo quando grampearam o Youssef.
Moro: Mas eu não tinha que saber. Eu não tinha nada com isso.
Lula: Tinha SIM !!!! Foi o Sr. que soltou o Youssef.

Responder

ari

19 de novembro de 2018 às 11h43

Além do Lula, há uma outra pessoa que, há oito anos, está sendo torturado aos olhos do mundo, que é o Assande, do Wikileaks. Como o novo governo do Equador especialmente, sua situação tornou-se mito grave, inclusive com problemas sérios de saúde. Claro, como alguns dos idiotas que comentam nesta matéria, lá como aqui os juízes ou os que detêm o poder são seres todo poderosos e naturalmente Lula e ele são culpados. Nos comentários, falam em provas abundantes mas não são capazes de citar umazinha sequer. Uma eleição fraudada, já que o grande candidato não pôde concorrer pela perseguição que sofre, vai nos jogar num período de trevas que durará muitos e muitos anos. Só lamento o Lula não ter seguido a sugestão de muitos internautas para que ele deixasse o país, sugestão que agora dou ao José Dirceu.

Responder

    Guimarães Roberto

    19 de novembro de 2018 às 19h34

    Ari, você está certo e eu acrescentaria o Boulos e o Stédile. O silêncio dos eleitos é assustador. Dá a impressão que será uma das primeiras providências. Caça às Bruxas é a próxima atração, eu não duvido.

    Responder

Renato Silva

19 de novembro de 2018 às 11h32

Mimimi. No juíza foi extremamente cortês com Lula, porém o ex-presidente julgou estar na mesa de um botequim com sindicalistas adversários ou em algum palanque onde xingava opositores políticos. Aí não havia outra alternativa à juíza, se não enquadrar Lula. Os petistas têm que entender que não são todos que se julgam devedores de suas existências a Lula !

Responder

Moacir

19 de novembro de 2018 às 10h20

Bom dia,

Excelente texto, sou extremamente anti petista, anti lulista e afim, mas achei um exagero infundado a forma em que o presidiário foi tratado, na minha forma de ver de um leigo me pareceu que a Juiza não estava alí para jugar e sim para acusar.

Sou totalmente contra Lula e PT e acredito que a prisão é justa, mas todos tem direito a um julgamento justo e infelizmente não foi o que vi.

Responder

Justiceiro

19 de novembro de 2018 às 09h32

Lula estava sendo interrogado na condição de réu, de acusado. Tratamento igual para qualquer outro cidadão que estivesse na mesma situação. A juíza estava falando pausadamente explicando do que Lula é acusado quando ele subiu o tom e, com pura arrogância, tentou intimidar e juíza. Levou reprimenda. Depois, tentou transformar o depoimento em propaganda política, foi advertido de novo e de novo a juíza agiu dentro da normalidade que se quer de um depoimento.

O que a “escrevinhadora” Denise não quis ver foi que Lula tentou enquadrar a juíza. Não deu certo e ele que saiu enquadrado.

As provas? Só não as vê quem é idiota.

Responder

    João Ferreira Bastos

    19 de novembro de 2018 às 09h47

    O prisioneiro está na relação de falta de liberdade resultante de sua condição, não existe um diálogo de iguais entre um prisioneiro e o detentor de sua liberdade. Jamais se pode dizer que um juiz “enquadrou” um prisioneiro porque ele já está enquadrado pela própria prisão. MAS o prisioneiro sempre pode manifestar seu protesto sobre sua condição, até os Imperadores Romanos admitiam esse direito.
    Um juiz tem uma posição superior, NA CIRCUNSTÂNCIA, ao réu prisioneiro e não lhe cabe, por absurdo, se dizer intimidado pelo réu prisioneiro, se este está preso como pode intimidar?
    Ela se sentiu intimidada é porque não tem formação e competência para estar onde está.
    Provas ???? O sitio tem dono, e as benfeitorias foram feitas no sitio que tem dono, só um completo idiota, vê provas onde não existem provas

    Responder

      Eu Mesmo

      19 de novembro de 2018 às 10h59

      Pois é…. vc tem uma propriedade que é sua, está escriturada em seu nome, mas quem tem as chaves, usa e abusa, e ainda diz o que e como deve ou não ser feito nela é outra pessoa. Tudo muito normal nisso…. sim…. muito normal….

      Responder

        Jaide

        19 de novembro de 2018 às 11h37

        Para o júbilo de muitos, o Lula já foi condenado pelo triplex e também será condenado neste processo do sítio. Mais umas décadas de pena na prisão. Prisão perpétua, diga-se, pois, excetuando ação do imponderável, só sairá morto do cárcere.
        Ainda não tá de bom tamanho? Precisam debater à exaustão os seus alegados crimes para aplacar o ódio. O Brasil está sob nova direção, conforme afirmou a honestíssima esposa do ex-juiz, futuro superministro do governo eleito. Governo que já está dizendo a que veio. Não é hora de focar nisso? Ou a moda agora é oposição “verde amarela” que, tal qual a nova carteira de trabalho SEM DIREITOS, parece oposição MAS NÃO É.

        Responder

        Jaide

        19 de novembro de 2018 às 11h42

        Para o júbilo de muitos, o Lula já foi condenado pelo triplex e também será condenado neste processo do sítio. Mais umas décadas de pena na prisão. Prisão perpétua, diga-se, pois, excetuando ação do imponderável, só sairá morto do cárcere.
        Ainda não tá de bom tamanho? Precisam debater à exaustão os seus alegados crimes para aplacar o ódio? O Brasil está sob nova direção, conforme afirmou a honestíssima esposa do ex-juiz, futuro superministro do governo eleito. Governo que já está dizendo a que veio. Não é hora de focar nisso? Ou a moda agora é oposição “verde amarela” que, tal qual a nova carteira de trabalho SEM DIREITOS, parece oposição MAS NÃO É?

        Responder

        Jaide

        19 de novembro de 2018 às 11h50

        Para o júbilo de muitos, o Lula já foi condenado pelo triplex e também será condenado neste processo do sítio. Mais umas décadas de pena na prisão. Prisão perpétua, diga-se, pois, excetuando ação do imponderável, só sairá morto do cárcere.
        Ainda não tá de bom tamanho? Precisam debater à exaustão os seus alegados crimes para aplacar o ódio? O Brasil está sob nova direção, conforme afirmou a honestíssima esposa do ex-juiz, futuro superministro do governo eleito. Governo que já está dizendo a que veio. Não é hora de focar nisso? Ou a moda agora é oposição “verde amarela” que, tal qual a nova carteira de trabalho SEM DIREITOS, parece MAS NÃO É?

        Responder

          Renato

          19 de novembro de 2018 às 12h08

          Que tal a nova carteira de trabalho com emprego, sem o bolsa-esmola a vida toda ?

          Jaide

          19 de novembro de 2018 às 13h17

          Que bom que a sua condição sócio-econômica não faz de você um usuário do que chama de bolsa-esmola. Um programa cujo montante é um nada se comparado ao bolsa-banqueiro, da qual vc talvez seja um beneficiário menor, um rentista que recebe, SEM ESFORÇO ALGUM, uns trocados do bilionário e imexível negócio da dívida pública.

          Renato

          19 de novembro de 2018 às 14h38

          Bolsa banqueiro bastante turbinada pelos governos petistas que , além de pagarem regiamente bons juros aos tais rentistas , aumentaram a dívida pública para 80% do PIB, fazendo a alegria do pessoal que , sem esforço algum, faz fortuna no bilionário e imexível negócio da dívida pública; inclusive de Lula, um dos nossos mais entusiastas rentista da esquerda brasileira que , docemente colocou seu dinheirinho a serviço da rentabilidade oferecida pelo bilionário negócio da dívida pública !

          Mandarim

          19 de novembro de 2018 às 19h02

          Falou pouco, mas deixou o twitter do Bozo com ciume de tanta estupidez e estulticia. Se oferece pra defecar no twitter no lugar do bocal eleito, bocal eleitor.

          O Pai

          19 de novembro de 2018 às 13h29

          Jaide, imagine a cena: Vc e seu marido vivem na casa que vcs compraram e quitaram. Subitamente aparece uma mulher, que vc nunca viu, com uma criança no colo, e sem maiores explicações se instala na casa e começa a mandar e desmandar, dando ordens inclusive a vc. Seu marido estranhamente acata e concorda com tudo de bom grado. Você encararia isso como normal?? Estaria tudo normal para vc?? Pense um pouco.

      Renato

      19 de novembro de 2018 às 12h05

      “lhe cabe, por absurdo, se dizer intimidado pelo réu prisioneiro”. Deixe de ser ba.ba.ca. Há inúmeros juízes que ficam sob escolta por terem sido ameaçados por réus prisioneiros. E Lula não é um réu qualquer. Ele tem a seu dispor um séquito de millitontos lobotomizados dispostos a perturbar a vida de juízes e promotores , como fizeram pixando o prédio em que reside Carmem Lúcia !

      Responder

        Mandarim

        19 de novembro de 2018 às 19h06

        A grafia correta e pichar. Nao pixar. Sei que nao da pra esperar erudicao de bocal eleitor, mas, mesmo assim, vale a correcao. Nao agrida a lingua. Guardadas as proporcoes, seria como se referir a voce, uma bicha, como ‘bixa’…

        Responder

      Carlos

      21 de novembro de 2018 às 20h54

      O dono formal do sítio Fernando Bittar disse em depoimento a juíza Gabriela Hart que o sítio lhe pertence, mas ele não pediu as empreiteiras para fazerem reformas no sítio. Segundo Fernando Bittar estas obras de reformas foram coordenadas por Marisa Letícia e ele disse que não pagou por estas reformas e sim na opinião dele por Lula e sua família.

      Responder

    ari

    19 de novembro de 2018 às 11h35

    Acho que vc nunca viu um julgamento de verdade. Quanto às provas, mostre-as para nós

    Responder

      Renato

      19 de novembro de 2018 às 12h09

      É impossível mostrar provas a um cego ou a um militonto lobotomizado !

      Responder

        Rodrigo

        19 de novembro de 2018 às 15h39

        Fala mais alto que não dá pra te ouvir aqui do Canadá…

        Responder

    antipaneleiro

    20 de novembro de 2018 às 22h55

    Sou idiota, confesso, não consigo ver as provas. Já que és muito mais perspicaz que eu, desafio-te a nomear as provas.

    Responder

Eugênia

19 de novembro de 2018 às 07h10

Tenho pena é dessa autorzinha que usou Lula para manifestar sua mediocridade. Muito se tem escrito sobre Lula. Mas vc podia ter a decência de ficar calada. Juizinho às avessas. Cafezinho o lixinho.

Responder

Tito Hernandes

19 de novembro de 2018 às 02h22

Essa ala ai da direita, ou seja lá de onde for, que tomou conta do Brasil e usa o Lula doe troféu irá pagar caro. Extrapolaram todos limites razoaveis para tomar o poder, e mesmo pos eleicao, continuam com sua farsa com medo do que Lula poderia fazer na oposicao. Sem precisar de muito, o governo de bolsonaro sera o pior da historia, e mais cedo ou mais tarde, uma esquerda com sede de vingança voltará ao poder. Sem disposição a acordos como antes. Toda essa extrapolação da direita de agora será lembrada. E entao veremos se o tom petulante desse judiciario de hoje permanecerá.

Responder

    Robert

    19 de novembro de 2018 às 14h01

    Pequeno detalhe: a direita já está no poder. E com a tal “sede de vingança” e sem nenhuma disposição para acordos. Vamos ver o que sobra da esquerda daqui há 4 anos.

    Responder

Fabio

18 de novembro de 2018 às 21h59

Lula, nosso presidente, resista. Eu mesmo livre, solto, gozando da liberdade me sinto atacado e ferido pela pena desumana e politicamente persecutória, responsável pela sua eliminação do recente pleito por um juiz que agora se revela integrante do time adversário que colheu vantagem com sua ausência. Falar o que disso tudo que aí está? Desta impostura que em complô dos poderes tratam de artificialmente desligar seu elo com nosso povo. Reúna as forças que envergonhado confesso não possuir mais pois acreditava no Estado Democrático de Direito e na existência de uma justiça apegada aos fatos e não na versão deles. Porque acreditei que ao final a condenação caótica que se anunciavam pela grande mídia seria de fato apenas mais um desses milhares de factoides criados à exaustão pra te derrubar. No final estou eu aqui derrubado assistindo você corajosamente defender sua honra e a de milhões de gratos cidadãos que confiam em você. Não sei de onde reúne tantas forças mas é admirável ver o quão inquebrantáveis são os teus valores. Lula, você nos honra!

Responder

Paulo

18 de novembro de 2018 às 20h51

Como já disse e reafirmei, as provas contra Lula abundam. Assim, é esperada nova condenação. E a juíza agiu bem, também, em adverti-lo de que estava numa sala de audiência judicial, como réu. Lula tentou, na verdade, testar a magistrada, até intimidá-la, talvez, o que a obrigou a ser mais dura. Mas deu pena, realmente, de vê-lo naquela situação, clamando desesperadamente por indulgência, por trás de uma postura supostamente altiva. Espero que, mais pra frente, vencido o Governo Bolsonaro, o presidente que se lhe seguir possa conceder a Lula a Graça, para pacificar o país…

Responder

    Paulo José

    18 de novembro de 2018 às 22h09

    Não entendi. Quais provas além das delações existem no processo?
    Perco a fé na humanidade e principalmente no brasileiro a cada comentário que leio como este.
    Quando o navio começa a afundar os ratos são os primeiros a pular fora.
    Me aponte qual o benefício que ele concedeu, a conta que ele recebeu o dinheiro, ou alguma prova concreta. O resto é delação pra soltar os bandidos que realmente receberam dinheiro (contra estes sim há provas como contas no exterior, bens materiais etc.) .

    Responder

      Paulo

      18 de novembro de 2018 às 23h26

      Xará, se “O resto é delação pra soltar os bandidos que realmente receberam dinheiro”, isso significa que alguém pagou, ou nomeou os indivíduos certos, na Petrobrás, por exemplo, concorda? Não satisfeito com o Mensalão, o PT (confiante na impunidade, certamente), deu sequência com o Petrolão. Lula foi contemplado com as obras no sítio. Ou você crê, sinceramente, que elas foram deferência à Dona Marisa? Agora, recibo de propina não vamos encontrar, realmente! É como cabeça de bacalhau, preto gêmeo, filhote de pomba ou ex-viado…

      Responder

        jossi

        20 de novembro de 2018 às 15h55

        Você não respondeu a pergunta do Paulo.
        Porque você não respondeu?
        Está faltando “provas”?
        Se você as tem, envie para a juíza carcereira que ela está precisando. Assim não vai passar o constrangimento de admitir que o Lula não é dono do sítio e que as obras nada tem a ver com a petrobrás(afirmação dos Odebrecht’s pai e filho na delação).
        Eles tentam incutir a idéia que o Lula é dono do sítio baseado em um e=mail que o caseiro Maradona informa o Lula que morreram dois pintos no sítio.
        Neste mesmo email o caseiro reconhece que o jacó bittar é o dono do sitio ao referir-se a ele como patrão.
        Esta é a “prova” que está nos autos, se tiver outra mais contundente, mande para a juíza.

        Responder

      O Pai

      19 de novembro de 2018 às 08h52

      As provas existem, Paulo José. Mas eu compreendo que vocês não queiram vê-las….

      Responder

        Jossi

        20 de novembro de 2018 às 15h59

        Se existem , onde elas estão?
        Te asseguro que no processo elas não estão.
        Aliás, só juízes bandidos e mau intencionados para receber uma denúncia totalmente inepta e sem base como esta.
        Todas as provas que estão o processo provam exatamente o contrário do que os promotores da lava rato afirmam.
        Aliás, porque estes mesmos promotores nunca incomodaram o Serra. cujo delator entregou recibos de depósito de R$ 34 milhões, 23 deles efetuados em contas no exterior?

        Responder

          O Pai

          20 de novembro de 2018 às 16h09

          Aff…
          mais uma convertida doutrinada detectada.

          O Pai

          20 de novembro de 2018 às 16h52

          http://www.google.com.br
          Se dê ao trabalho, Jossi.

carlos alberto

18 de novembro de 2018 às 20h33

Parece que a jornalista tenta desmitificar a figura de Lula,e fácil nesta situação em que ele se encontra, qualquer um ficaria, esquece que os juizes dao mais valor a delação ,mesmo sem prova ,e a palavra dos delatores contra a dele, e hoje após Moro tirar ate fotos com Aecio e com Doria,e ministro do Bozo fica claro que e um julgamento politico,sei que este site torceu para o Ciro um boquirroto que se acha, um oportunista da hora, e um covarde ou soberbo? na hora que a esquerda precisava,esperava que estando Lula Peso era sua hora, o Boquirroto so foi caindo com sua língua grande no fim tentou ser ate meio populista e sua decepção foi muito grande ,a colunista tentou o que Ciro tentou na Campanha desmitificar Lula ,seu irmão ate gritava Lula esta preso Lula esta preso, posso dizer que foi pequena como Ciro.

Responder

Marcos Pinto Basto

18 de novembro de 2018 às 20h21

É revoltante o que estão fazendo com o Presidente Lula, a cada dia que se passa, Lula deixa de ser ex-Presidente para se tornar nosso eterno melhor Presidente da República que já tivemos. Seus detratores têm tentado destruir a vida de Lula e família, causaram danos irreparáveis, mas com tantas faltas criminosas cometidas, acabaram criando um GRANDE HERÓI NACIONAL, O PRESIDENTE LULA! Muito decepcionante nesta questão toda, é o comportamento dos líderes políticos de esquerda e o Povo mais pobre que permanecem impassíveis, indiferentes ao que acontece com Lula na prisão em Curitiba!
E deveriam estar ainda mais preocupados porque deixaram de ter o grande defensor de seus direitos!

Responder

    david marques

    19 de novembro de 2018 às 12h09

    Revoltante é o caralho….. esse filho da puta enganou os pobres e roubou o país inteiro, revoltante foram os roubos que ele o pt promoveram nos 16 anos que ficaram no poder, agora quero mais é o pt e lula tomem bem no centro do cú mesmo, e que ptminions que não gostarem que vão chupar um canavial de rola

    Responder

      Severino Pedro Feliciano Júnior

      20 de novembro de 2018 às 22h24

      A revolta que me toca é a que me faz acender a chama da verdadeira justiça, revolucionária, que um dia há de dar descarga nessa merda toda e desentupir a fossa séptica fascista, e toda sorte de psicose e doença mental de natureza homoerótica que domina a mente desses nerds imbecis, como esta bosta que atende pelo nome de david marques e que ao falar, a cada palavra, carrega em termos chulos de natureza sexual, tudo aquilo que ele deseja pra si, como homossexual que se reprime, descarrega em quem, no seu delírio de analfabeto político, considera como seu inimigo o maior estadista e gênio político que ficará na história de um país tristemente idiotizado e tomada por antas que, quando escrevem, defecam um verborreia donde nada se extrai de edificante…. a suposta força de teus palavrões, verme capacho de ladrões burgueses, bolsominion desgraçado, só nos convencem da fraqueza de tua razão dessarazoada, e do quanto cedo o lixo e a fossa de onde saístes com essas gangs de walking deads zanzando por ái, será desinfectada…amanhã será outro dia! apesar de você, seu bosta!

      Responder

Deixe um comentário para Gustavo

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?