Vila Militar do Chaves (Adnet satiriza Bolsonaro)

A cerimônia de posse no Congresso

Por Redação

03 de janeiro de 2019 : 13h51

No site do Planalto

Em discurso de posse, Bolsonaro pede apoio para reerguer o País

publicado: 01/01/2019 18h08, última modificação: 01/01/2019 22h17

Diante de deputados e senadores, o novo presidente da República fez juramento e primeiro discurso à nação
No Congresso, Bolsonaro toma posse e pede apoio de parlamentares para reerguer o País

Em seu primeiro discurso após tomar posse no Congresso Nacional, o presidente da República, Jair Bolsonaro, destacou as mudanças necessárias para reerguer o País. Combate à corrupção e à criminalidade, acabar com a irresponsabilidade econômica e a com submissão ideológica são questões a serem combatidas.

O discurso ocorreu logo após Jair Bolsonaro e seu vice, Hamilton Mourão, fazerem o juramento constitucional e assinarem o termo de posse diante de deputados, senadores, representantes dos outros poderes da República e de outras autoridades.

“Convoco, cada um dos Congressistas, para me ajudarem na missão de restaurar e de reerguer nossa Pátria”, afirmou. Para Bolsonaro, o momento é propício para reconstruir o País e resgatar a esperança dos brasileiros.

Compromisso

Reforçando os compromissos assumidos durante a campanha eleitoral, o novo presidente afirmou que seu governo vai trabalhar para unir o povo e valorizar a família, com respeito às religiões e à tradição judaico-cristã, combatendo a ideologia de gênero e conservando valores. “Reafirmo meu compromisso de construir uma sociedade sem discriminação ou divisão”, ponderou.

De acordo com Bolsonaro, a pauta de trabalho será guiada pelos anseios populares, com respeito aos direitos e garantias fundamentais impostas na Constituição, como boas escolas, liberdade de ir e vir com segurança, mais emprego, saúde, educação, infraestrutura e saneamento básico.

Crescimento
Para garantir o crescimento econômico, a pauta será norteada pelo livre mercado internacional e pelo compromisso com o teto dos gastos. “O governo não gastará mais do que arrecada e na garantia de que as regras, os contratos e as propriedades serão respeitados”, disse.

Na visão do presidente, o setor agropecuário continuará desempenhando papel decisivo, em harmonia com a preservação do meio ambiente. Os desafios serão resolvidos, acrescentou Bolsonaro, “mediante um verdadeiro pacto nacional entre a sociedade e os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário”.

Democracia
Ao prometer proteger e revigorar a democracia brasileira, com respeito ao Estado Democrático de Direito, Bolsonaro defendeu a construção de uma nação mais justa por meio do rompimento com práticas que macularam a política e atrasaram o progresso. Agora, o País estará no caminho a caminho. “O Brasil será visto como um País forte, pujante, confiante e ousado”, disse.

Fonte:Planalto

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

03 de janeiro de 2019 às 22h04

Um discurso pedindo união e pacto nacional, no Congresso; e outro no parlatório, para o povo bolsonariano, em sentido oposto…

Responder

Olinto

03 de janeiro de 2019 às 21h50

Cafezinho como press release do governo. Ô maldade…

Responder

    Carlos Eduardo

    04 de janeiro de 2019 às 10h25

    O Cafezinho é um portal de notícias e tem que falar de tudo, por isso que é uma excelente fonte.
    Se quisermos ter raciocínio crítico temos que saber de tudo, pra isso até a Globo eu assisto.
    Fica a dica pra todos.

    Responder

Deixe uma resposta