Hangout com Miguel do Rosário: Bolsonaro nos EUA

Guilherme (esq) e Luiz Henrique (dir), autores do massacre na escola em Suzano (SP)

O massacre de crianças em São Paulo

Por Redação

13 de março de 2019 : 16h15

Polícia identifica atiradores de escola em Suzano

Publicado em 13/03/2019 – 15:02

Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil São Paulo

Em entrevista coletiva concedida na tarde de hoje (13), a polícia civil de São Paulo confirmou o nome dos dois atiradores da escola Raul Brasil, em Suzano, na grande São Paulo. Os autores do crime são Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, ex-alunos. A motivação para o crime ainda não foi divulgada. Guilherme estudou no colégio até o ano passado.

Os dois atiradores chegaram à escola por volta das 9h30 da manhã de hoje, durante o intervalo de aulas, e atiraram contra funcionários e estudantes. Cinco crianças e um funcionário morreram no local. Os dois atiradores se mataram. De acordo com último balanço divulgado pela polícia, 10 pessoas ficaram feridas e 10 pessoas morreram, incluindo os dois atiradores.

Dentre os que morreram, duas eram funcionários da escola, Eliane Regina de Oliveira Xavier e Marilena Vieira Umezo. Cinco eram alunos do ensino médio: Pablo Henrique Rodrigues, Clayton Antonio Ribeiro, Caio Oliveira, Samuel Melquiades Silva de Oliveira e Doulas Murilo Celestino, que morreu no deslocamento para o hospital.

Vinte e três pessoas foram levadas ao hospital, entre elas, pessoas que passaram mal após o ataque. Antes de chegarem à escola, eles atiraram no dono de uma locadora de carros, Jorge Antonio Moraes, que também veio a óbito.

O governador João Doria decretou luto oficial de três dias no estado.
Saiba mais

Edição: Denise Griesinger

Reportagem da Agência Brasil

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

28 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

R. Junqueira

14 de março de 2019 às 10h49

Bolsonaristas psicopatas fascistas canalhas.
Aparecem aqui para defender e fazer culto às armas em meio ao massacre que acabou com a vida de vários inocentes.

Responder

    Alecio

    14 de março de 2019 às 12h50

    Sim,espero que a nova politica de armas mude esse cenário de violencia que vem aumentando desde que os fascistas desarmaram a populacao. Ja é o quarto desastre como esse nos ultimos 20 anos, fora os outros 60 mil assassinatos anuais que o Brasil enfrenta.

    Responder

Amilcar

14 de março de 2019 às 08h01

Tem idiotas querendo colocar a culpa do disastre nos video-games, como se antes dos video-games nao existissem assassinatos.
Outros idiotas querendo colocar culpa nas armas de fogo, como se antes das armas de fogo nao existissem assassinatos.
Mas ninguem coloca a culpa no assassino que tinha o DNA ruim. Esse sim é o ultimo culpado e a felicidade é que ele nao esta mais entre nós

Responder

Taty

14 de março de 2019 às 06h07

Povo imbecis do cacete
Ppq, esse tal de Bolsonaro não formou caráter de ninguém não seus otários. Parem e pensem nas pessoas que morreram e seus familiares. Agora usam qualquer coisa pra colocar a culpa em quem não tem.

Responder

Godofredo

13 de março de 2019 às 23h46

Segundo o Major Olimpio bastava os professores estarem armados que isso seria evitado, mas, caro Major, entao, pq policial morre ???
É uma idiotice liberar armas. A maioria das pessoas sao esquentadas, se tiver com uma arma numa briga de transito ou de vizinhos mete bala no desafeto.
Colocaram uma pessoa sem preparo para ser presidente. Bolsonaro nao tem preparo para ser presidente da republica e escolhe ministros ruins tb e sem preparo para segurar a bucha. O chanceler é um lunatico. Pensa que guerra se faz hj e se acaba a guerra amanha e que nao vai acontecer nada no Brasil.
Tem um monte de estagiários no governo a começar pelo Bozo. Discursos irresponsaveis e impensados dao nisso. O presidente da republica tem que ter visao do alcance das palavras dele. Tem que PENSAR antes de falar e fazer as coisas.
Eduardo Bozo deve ter comprado a vaga na UFRJ, é um estulto.

Responder

    Renato

    14 de março de 2019 às 10h29

    “entao, pq policial morre ??”. Caro remelento militonto, se os policiais trabalhassem desarmados eles deixariam de morrer ? Como você prenderia traficantes, homicidas , ladrões ? Apontando uma florzinha ou uma pomba branca em direção a eles ?

    Responder

Tragédia Anunciada

13 de março de 2019 às 20h51

Muitas paginas na internet, muitos canais nas redes sociais, muitas das quais claramente ligadas ao bolsonarismo pregando violência e uso de armas há alguns anos. Deois quando uma tragédia anunciada acontece aparece os mercadores da morte, os defensores e lobbyt$a$ de armas falando as frases mais do que conhecidas e ensinadas pelos maiores lob$stas de armas – a associação de rifle americana – NRA . Como esperado apareceram as frases de que arma não mata, quem mata são pessoas. A outra frase mais do que conhecida é de que faltou um good guy com uma arma para impedir um bad guy com uma arma. Todas estas frases utlizadas inclusive por deputado , senador e seguidores do partido do bolsonaro. Frases utizadas por muitos lobi$ta$ e mercadores da morte lá nos estados unidos.

Responder

    Paulo

    13 de março de 2019 às 21h16

    Mas ainda nem temos a liberação da posse – que dizer do porte – de armas…

    Responder

    Alécio

    14 de março de 2019 às 04h50

    Espero que a nova politica de armas mude esse cenário de violencia que vem aumentando desde que desarmaram a populacao. Ja é o quarto desastre como esse nos ultimos 20 anos, fora os outros 60 mil assassinatos anuais que o Brasil enfrenta.

    Responder

Sergio Araujo

13 de março de 2019 às 19h02

Politicizar uma tragèdia como essa è coisa de vermes.

O Brasileiro è quanto de pior exista sòb o perfil humano e civil, se Deus existe tenha piedade de voces.

Responder

    Paulo

    13 de março de 2019 às 19h23

    Extremos se parecem, à esquerda e à direita. Mas não se dão conta disso…

    Responder

    lucio

    13 de março de 2019 às 20h09

    sergio,
    tambem no exterior, os doentes que cometem chacinas tipo esta sao sempre de extrema direita, é um dato de fato. entao a coisa é politicizada por si.

    Responder

Zé Maconha

13 de março de 2019 às 18h58

Agora apareceram mais postagens.
O atirador era bolsonarista , frequentava a página Bolsonaro opressor 2.0 , chamava os outros de esquerdopatas.
É isso o que o pensamento de extrema-direita faz , cria assassinos covardes.

Responder

Milton

13 de março de 2019 às 17h40

Culto às armas, culto à pena de morte, culto ao nazismo e culto aos bolsonaros.
Tudo junto e misturado. Vai dar merda.

Responder

    Renato

    13 de março de 2019 às 18h00

    Você, pobretão militonto de esquerda, se lembra do massacre de 2011, ocorrido numa escola do Rio de Janeiro, durante o governo de autista Dilma ? Foi também culpa do culto à pena de morte, culto ao nazismo e culto aos bolsonaros ? Ou foi culto à idiotice de Dilma e à roubalheira protagonizada pelo Petê ?

    Responder

      lucio

      13 de março de 2019 às 18h17

      massacres como este, tambem no esterior, sao feitos por malucos nazistas, que sempre existiram… e hoje acharam um heroi na politica.

      Responder

        Renato

        13 de março de 2019 às 18h21

        Não seria “no exterior”, caro analfabeto petista? Você, ruminante militonto, é o retrato do fracasso da Pátria Educadora de Dilma ! kkkkkkkkk

        Responder

          lucio

          13 de março de 2019 às 19h06

          nao sou petista nem analfabeto. sou filho da patria educadora EUROPA e as vezes erro em escrever algumas palavras (vc escreve perfeito linguas europeias que nao sejam portugues?). e vc é um pedaço de merda doente mental nazista ignorantissimo.

          Responder

            Renato

            13 de março de 2019 às 20h02

            Você é filho de alguma puta brasileira que foi fazer programa na Europa ! kkkkkkkkkkkkkk

            Responder

        Sérgio Araújo

        13 de março de 2019 às 20h21

        E continuam ainda…

        Responder

      martins

      14 de março de 2019 às 05h23

      sr. renato, já chegou mostrando nivel. Dá prá ver no linguajar. Engole o ódio que voce como todo minion, está babando. Boca fechada não entra mosca!

      Responder

LUPE

13 de março de 2019 às 17h17

Caros leitores
Podemos entender também que são jovens com mal formação, inseguros, e com extremo medo do futuro.
Isto em um país que não dá condições de vida razoáveis aos seus cidadãos
(alto índice de desemprego, baixos salários, etc)
mais + um presidente que prega o ódio
mais + um presidente que prega porte de armas para todos
mais + redes sociais que pregam o ódio
mais + um país psicopata glorificado pela classe média alta (do qual esses jovens, me parece faziam parte)
Dá resultados como esse.
Com a destruição do Brasil a todo vapor pelos (desculpem, mas….)
bandidos que estão no Poder o caos social vai crescer
e outros resultados iguais a este podem ser esperados………………

Responder

    Renato

    13 de março de 2019 às 18h07

    Você, pobretão remelento de esquerda, se lembra do massacre de 2011, ocorrido numa escola do Rio de Janeiro, durante o governo de autista Dilma ? Ocorreu em razão das premissas que você citou e que também ocorriam naquela época ?

    Responder

    Carlos

    14 de março de 2019 às 08h04

    Sim, Lula e Dilma passaram anos pregando ódio e luta de classes para ganahr votos, por isso tantos casos iguais a esse ultimo ocorreram nos ultimos 10 anos.
    MAs vc errou, Lula e Dilma eram contra a populacao ter armas para se defender dos bandidos. Se atualize

    Responder

Mais Livros Menos Armas

13 de março de 2019 às 16h52

A direita brasileira é assassina sanguinária. Copiaram tanto os estados unidos e a apologia às armas que o resultado não podia ser diferente. SAAANGUEEEEEE, MUITO SANGUEEEEEEEEE, MUITA ARRRRRRRRRRMA. MUITA BAAALLA.
A bancada da bala e da bibla querem mais armas.

Que Deus tenha estas pobres crianças, vítimas desta doença chamada bolsonarismo.

Campanha pelo desarmamento JÁ!.
PAZ.

Responder

    Renato

    13 de março de 2019 às 18h02

    Sugiro que você suba nas favelas do Rio , nas áreas de milícia carioca e leve livros aos traficantes, ladrões de cargas e aos milicianos . Quem sabe eles se rendem a você, caro militonto !

    Responder

Zé Maconha

13 de março de 2019 às 16h41

Esse Guilherme compartilhou post do Eduardo Bolsonaro e em outro post atacava a esquerda.
Defendia policiais e pregava liberação das armas.
Outro caso de bolsominions assassinos.

Responder

    ari couto

    13 de março de 2019 às 16h59

    De um jeito ou de outro, essa família está em todas.

    Responder

Deixe uma resposta