Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

O documentário, divulgado pelos Bolsonaro, que defende a ditadura

Por Redação

03 de abril de 2019 : 10h01

Para registro histórico, e para informação dos internautas, segue o link do documentário que defende a ditadura militar:

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Bruno

04 de abril de 2019 às 05h21

Vou deixar pra ver num dia que estiver bem disposto, pois não me agrada ter que ver 2 horas de ideias da extrema direita.
Uma vez ouvi justificarem o golpe dizendo que o presidente deposto era simpático à URSS, e os EUA nos invadiriam e dividiriam como fizeram com a Alemanha. Quero saber o que isto tem de verdade e se podíamos ter feito um acordo militar com a URSS pra mantermos nossa soberania.

Responder

Saudaçao à Mandioca!

03 de abril de 2019 às 22h22

Bem típico dos orfaos do presidiário criticar sem argumentos um filme que sequer assistiram. Mas também, esperar o que dessa gente, são meros papagaios repetindo o que o mestre mandar. A propósito, o documentario faz reiteradas críticas aos militares, mas nao poupa os terroristas que hoje posam de vítimas.

Responder

Paulo

03 de abril de 2019 às 19h49

Cada qual com a sua narrativa, mas, de modo geral, o documentário não mostra mais do que já se sabia, pra quem conhece um pouco da história do Brasil. Única coisa que chama a atenção é a menção aos serviços secretos da Checoslováquia, cuja atuação no Brasil pré-Golpe eu desconhecia (a ser melhor comprovado). Mas, em benefício do documentário, diga-se: faz uma autocrítica do Golpe, ainda que acabe por justificá-lo, ao termo. Não vejo isso na esquerda! Louvável também a referência ao gramscismo cultural vigente no Brasil. Até a Globo adotou (não sabemos se de forma voluntária, plenamente), como se vê nas novelas e nos telejornais, diuturnamente (não passa um dia, por exemplo, sem a menção ao tal de “feminicídio”, procurando salientá-lo como “fenômeno novo e exponenciado”, na sociedade brasileira moderna). É um massacre!

Responder

Alan Cepile

03 de abril de 2019 às 17h22

Obrigado Miguel, mas não preciso assistir um lixo desse pra saber que 1+1 não é igual a 3.

Responder

AlexB

03 de abril de 2019 às 17h05

Um idiota que trabalha comigo(milico da reserva…)veio pra cima de mim, dizendo para eu assistir a essa bomba, que era muito bom, ótimo material, imparcial, blá blá…olhei para ele e disse ‘tá, deixa eu anotar o nome’… e saí andando, já desconfiado da lisura e qualidade do tal documentário.
Por ironia e/ou sorte, duas horas depois abro essa postagem.
Esses coxinhas não conseguem enganar ou convencer em momento algum!!

Responder

Gustavo Henrique Barrêto

03 de abril de 2019 às 16h37

Olavismo na greta.

Responder

Charles

03 de abril de 2019 às 14h15

Fake, fake, fake, fake. VTNC

Responder

NeoTupi

03 de abril de 2019 às 12h51

Não vejo sentido divulgar um pretenso documentário que não passa de uma colagem de fake news.

Responder

Muito bom

03 de abril de 2019 às 10h16

Muito bom, nenhum canal da mídia publicou, mas, vocês, sim. Ótimo, ajudem na divulgação!!!

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?