Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

O relatório completo do Ibope com avaliação popular do governo Bolsonaro

Por Redação

25 de abril de 2019 : 20h22

O Ibope divulgou o relatório estratificado completo com a avaliação de Bolsonaro. Eu separei alguns paineis.

Abaixo, o texto publicado no Ibope:

Avaliação positiva de Jair Bolsonaro permanece estável em abril; avaliação negativa continua em tendência de crescimento

O percentual dos que avaliam o governo do presidente Jair Bolsonaro como ótimo ou bom se mantém praticamente inalterado em relação ao mês de março, conforme mostra pesquisa do IBOPE Inteligência realizada a pedido da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Nesse período, o percentual oscila de 34% para 35%, dentro da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Vale lembrar que em janeiro, 49% avaliavam o governo como ótimo ou bom, e em fevereiro, 39%. Por outro lado, o percentual dos que avaliam a gestão de Bolsonaro como ruim ou péssima mantém a tendência de crescimento observada desde janeiro e passa para 27% da população (eram 11% em janeiro, 19% em fevereiro e 24% em março). Neste mês, 31% avaliam o governo como regular, um recuo de 3 pontos percentuais em relação a março.

O percentual de aprovação da maneira de governar do presidente continua no mesmo patamar do mês anterior: 51%. O percentual de desaprovação sobe dentro da margem de erro da pesquisa: de 38% em março para 40% neste mês.

No que diz respeito à confiança dos brasileiros no presidente, praticamente não há mudança em relação a março. O percentual dos que confiam no presidente somam 51%, variação dentro da margem de erro na comparação com o mês anterior (49% – eram 62% em janeiro e 55% em fevereiro). O mesmo ocorre com aqueles que não confiam no presidente: são 45% em abril contra 44% de março (30% em janeiro e 38% em fevereiro).

Aprovação do governo por área de atuação

As áreas de atuação do governo melhor avaliadas são segurança pública, educação e meio ambiente. Todas com o percentual de aprovação significativamente superior ao de desaprovação. Note-se que no caso da segurança pública, mais da metade da população aprova as ações e políticas do governo.

As áreas piores avaliadas são taxa de juros e impostos. Em ambas, mais da metade da população desaprova as ações e políticas do governo para as respectivas áreas.

Noticiário

Para 39% dos entrevistados, o noticiário recente tem sido mais desfavorável ao governo Jair Bolsonaro, enquanto 23% consideram que tem sido mais favorável. As notícias sobre o governo mais lembradas pela população se referem à Reforma da Previdência e às viagens do presidente Jair Bolsonaro. O tema Reforma da Previdência foi lembrado por 15% dos entrevistados. Com relação às viagens do presidente, 12% citam pelo menos uma das viagens. As mais lembradas foram as viagens para Israel, citadas por 7% dos entrevistados e para os Estados Unidos, citadas por 3%. Outros temas que apareceram com destaque foram o Ministério da Educação (demissões e mudança do ministro), preço dos combustíveis, 13º para o Bolsa Família e políticas e ações de segurança pública.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Hamiltom

27 de abril de 2019 às 21h11

Será que existe Débil Mental que acredita nessas pesquisas fakes e brincadeira?????

Responder

Alan C

26 de abril de 2019 às 11h45

Mas é claro que a desaprovação vai continuar crescendo a medida que a bozolândia não ataca os problemas de forma direta e, sobretudo, profissional.

Enquanto o governo ficar de ideologia idiota só falando em PT os índices tendem a piorar.

Tá na hora de trabalhar!

Responder

LUPE

25 de abril de 2019 às 22h20

Caros leitores

No comando da destruição do Brasil.

Mas, a Grande Mídia diz que ele vai bem ,
está tudo legal, apesar de……………. etc. etc.,,,

E quem sou eu para discutir com a GM ?

GM que jogou no lixo o melhor governo que este País jamais teve,

Tudo para servir aos patrões dela , GM,
que são os superpoderosos.

Principalmente os superpoderosos estrangeiros.

Que nos roubam e saqueiam em negociatas,
em contratos escabrosos.

E leis criminosas (agora em em pauta a Reforma (Destruição) da Previdência

Quanto ao PT
“eles” ,
através da GM ,
(e das redes sociais),
dizem que o PT e o petismo
são inimigos do Brasil.

Fazer o quê,
contra essa imensa potência que é

a Grande Mídia (e as redes sociais) ?

Responder

    Hamiltom

    27 de abril de 2019 às 21h14

    Você bába ou delira???? Nunca li nada mais idiota!

    Responder

Paulo

25 de abril de 2019 às 22h11

Tá claro que os de baixo sobem e os de cima descem…que essa Reforma da Previdência seja bem mitigada no Plenário, ou passarão todos à história – Executivo e Legislativo – como traidores da pátria! Ou alguém acredita nos nºs cabalísticos do Chicago-Boy?

Responder

    LUPE

    25 de abril de 2019 às 22h25

    Ô bandido Paulo

    Cumé qui é?

    Linguagem inteligente para confundir .

    Linguagem que você aprendeu no Instituto Millenium,
    mantido pelos nossos inimigos,
    e que você frequenta.

    Grande Paulo, traidor da Pátria,
    agente de nossos inimigos, ……………. no Cafezinho

    Responder

      Paulo

      25 de abril de 2019 às 22h40

      Lúmpen, acredite, seria inútil te explicar! Não que você seja incapaz de entender, é que você é incapaz de aceitar. Vida que segue…

      Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?