Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

A ex-presidenta argentina, Cristina Kirchner. (AGUSTIN MARCARIAN REUTERS)

Cappelli: a lição de Cristina Kirchner a Lula e a Ciro

Por Redação

19 de maio de 2019 : 16h27

A LIÇÃO DE CRISTINA KIRCHNER

Ricardo Cappelli

A ex-presidente da Argentina anunciou que será candidata a vice na chapa de Alberto Fernández. Cristina Kirchner lidera as pesquisas. Em algumas, ganha de Macri no primeiro e no segundo turno. Por que abriu mão da cabeça de chapa?

“A situação do povo e do país é dramática e estou convencida que esta é a melhor fórmula, que expressa o que a Argentina precisa neste momento para unir os mais amplos setores políticos e sociais”, declarou Cristina.

Aberto Fernández é um peronista considerado centrista e pragmático. Kirchner possui grande apoio popular, mas também uma elevada rejeição.

Além disto, Cristina enfrenta resistências dentro de setores mais amplos do peronismo. Ameaçada por processos judiciais – reprodução da “Nova Operação Condor” em curso na América Latina -, agiu com grandeza e sabedoria estratégica.

Que lição fica para o Brasil?

Vivemos nas eleições presidenciais brasileiras um amplo debate sobre a melhor forma de enfrentar a ofensiva conservadora. Incapaz de construir convergências, a esquerda brasileira optou pelo “salve-se quem puder”. Deu Bolsonaro.

O PT é o maior partido da Brasil. Lula, nosso principal líder. Qual foi o principal objetivo da reação? Caçar Lula e o PT. O que Lula decidiu fazer? Pagar pra ver e olhar nos olhos da besta-fera.

Numa guerra assimétrica, enfrentar o inimigo de peito aberto é suicídio planejado.

Os mais afoitos dirão que a situação na Argentina é diferente, que Fernandéz é do mesmo partido de Cristina. Ela está condenada? Presa? Lula preso se recusou a abrir a cabeça de chapa para qualquer membro do PT. Levou sua candidatura inviável às últimas conseqüências. Haddad assumiu aos 45 do segundo tempo.

E o que faz Lula agora? Em entrevista a jornalista Mônica Bergamo, anuncia que viverá 120 anos, que vai sair da cadeia, que será candidato novamente e que vai voltar a liderar o país. Não abre espaço para ninguém, nem mesmo do PT.

Escrever isto é atacar Lula? Claro que não! Carrego comigo a honra de ter servido ao país sob liderança de Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula foi o primeiro brasileiro de fato a chegar ao poder. Pobre, nordestino, mestiço, sobrevivente. Getúlio, Jango, JK – e tantos outros gigantes que formam o panteão de heróis nacionais -, foram dissidências progressistas da elite brasileira.

É uma imbecilidade querer comparar o trabalhismo com o lulismo, duas correntes fundamentais e formadoras do nacionalismo progressista. É como querer definir o que foi mais importante, a invenção da eletricidade ou a revolução promovida pela internet. Muito provavelmente, uma não existiria sem a outra.

Os pedetistas, ao verem o gesto grandioso de Cristina Kirchner, correram para apontar o dedo para Lula. E qual o exemplo de Ciro? Querem apenas trocar um “santo de devoção” por outro, reproduzindo o mesmo messianismo que nos conduziu ao fundo do poço.

Lula e Ciro devem um gesto do tamanho do de Cristina à nação. Deveriam se encontrar, encerrar as desavenças e dizer claramente que não são candidatos, que não é o momento de discutir nomes e sim de aglutinar os mais amplos setores na defesa do Brasil.

Esta seria a base da Frente Democrática. Formaria um pólo capaz de unir a esquerda e atrair partidos de centro, partes do PSDB e liberais democráticos contra a marcha fascista.

“Nós, líderes, devemos deixar a vaidade de lado, e eu estou disposta a ajudar a partir de um lugar onde possa ser mais útil”, afirmou a senadora peronista. Que o gesto de Cristina Kirchner sirva de lição.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

25 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Saulo

21 de maio de 2019 às 07h42

União das esquerdas no Brasil, é algo para se sonhar, mas a realidade é triste! Na verdade o ego de alguns, é muito maior que sua capacidade eleitoral e o coletivo não interessa a estes pseudos líderes, o melhor exemplo, o exemplo a ser seguido e do PSOL, que habilmente, trabalha para uma composição ao lado do PT, que provavelmente nos trará a prefeitura do Rio. Agora fugir do país, no momento que a esquerda mais precisava, não é nem um pouco admirável, não é a postura de quem quer ser um líder!

Responder

Paulo José

20 de maio de 2019 às 13h15

Bela análise. Espero que sirva de lição para o Brasil. O problema é que nosso povo é mais ignorante, nossa elite mais mesquinha e nosso país mais extenso. A saber…

Responder

Nelson Sousa

20 de maio de 2019 às 13h10

Só observando. Se a chapa da Christina-visionária-que-fez-o-que-Lula-não-fez perder, vai ter muita gente que comemora essa decisão dela como vitória fazendo cara de paisagem…

Não esqueçam. A Argentina tbém tem mídia e justissa golpistas.

Responder

Olavo

20 de maio de 2019 às 11h33

O negócio do presidiário agora é casar… Finalmente veio a verdade sobre a morte da sua esposa Letícia. Aguentar uma amante tudo bem, viver ao lado de um bandido corrupto ativo e lavador de dinheiro também, mas aguentar duas amantes é demais.

Responder

Admar

20 de maio de 2019 às 10h25

Ciro virou também agora o “salvador da pátria” o único que tem a formula magica pra curar todas as nossas ínguas. Esse messianismo já foi condenado em relação ao Lula ao Temer e agora ao JegueNalro por quem o Indica como o único a ter o programa ou projeto pra solucionar todos os nossos problemas!!!

Responder

Beto

20 de maio de 2019 às 10h12

A Cristina Kirchner está condenada pela lava-jato Argentina, e se eleita presidente não poderá de dar indulto, mas como vice pode receber o indulto do presidente eleito, seu aliado.

Responder

    Paulo

    20 de maio de 2019 às 10h18

    Eu vou além: recebe o indulto e assume, após a renúncia do vice. Golpe! Obstrução à Justiça!

    Responder

Paulocruz47

20 de maio de 2019 às 09h57

…pense numa postagem descabida! Onde o Lula tiraria lições de Cristina ou de qualquer outro líder argentino se eles tem o Lula como líder? Onde o Lula errou? Foi em ter confiado num traíra, assim como o PT, e tivemos a realidade hoje. Alguém tem alguma dúvida de que o PT em peso votaria no Ciro se ele fosse pro segundo turno? Votei nele no primeiro, mesmo sendo petista. Hoje peço desculpas pelo erro.
Se estivesse no poder, por certo, mandaria metralhar o Lula. Puta cara traidor de quem nele sempre confiou. Ciro pra mim, nunca mais!

Responder

Justiceiro

20 de maio de 2019 às 08h42

Quem bagunçou a eleições foram os institutos de pesquisas, Ibope e Data Folha, colocando o nome de Lula nas pesquisas presidenciais.

Ora, Lula tinha sido condenado em segundo grau e não poderia disputar a eleição por ter caído na ficha suja. Simples.

Mas o que fizeram os Institutos? mantiveram o nome de cachaça, que a gente saber que tem bastante seguidores, até às últimas consequências, fazendo o TSE anular a inscrição de Lula.

Com relação ao texto, não esperem que Lula abra mão do domínio na esquerda. Ele manipula ao
bel-prazer e ao oferecer a cabeça de Marília Arraes em Pernambuco para o PSB não apoiar Ciro, demonstrou o quanto canalha esse cara é.

E parece que a esquerda não tem forças pra se desligar do domínio do presidiário.

Responder

Miramar

19 de maio de 2019 às 23h59

Gosto muito do que o Capelli escreve, e desse texto concordei com a maior parte. Só não esperem que o Ciro volte a subir em palanque de petista. Para minha felicidade, este já declarou que NUNCA MAIS. Agora, é comovente o esforço retórico de alguns petistas que declaram que nós queremos o apoio futuro do PT. Do PT só esperamos uma única coisa que é distância.

Dito isso, mais uma vez se deve louvar o gesto nobre de Cristina Kirchner, a única pessoa da América Latina parecida com um estadista. Só uma estadista pode dizer que a própria figura que não agrega e deve-se abrir caminho para quem agregue. Diferente de um certo presidente que em seu último número de Stand-Up, declarou que pretende se dedicar a entender o porquê algumas pessoas que ganharam muito dinheiro em seu governo não gostam dele.

Responder

LUPE

19 de maio de 2019 às 22h56

Caros leitores,

Desculpem, mas,
quanta idiotice política,
e quanta infantilidade……….
…….. nesta análise política.

Não levam em conta
o poderosíssimo poder da Grande Mídia
em envenenar a cabeça

(fragilíssima da maioria dos brasileiros,
com formação psicológica de educação bastante precária,
somada à ignorância ) .

A Lava Jato redirecionou para Lula e o petismo
ódios infantis
escondidos e reprimidos ,

criando na cabeça das pessoas ,
em veneno fortíssimo e granítico,

O “monstro traidor Lula”,
a monstra traidora Dilma” ,
o “corrupto PT “.

Depois disso,
dizer que
(em outra palavras)

Lula foi um idiota político,
não soube agir politicamente,
foi um fraco,
foi um egoísta político,
não soube agir politicamente, etc, etc, etc.

desculpem,
mas,
é de uma imbecilidade de raciocínio,
no mínimo,
raso e infantil.

O autor baseia-se em cobrar um poder de Lula que……………..
…………não existe,
é só uma ilusão infantil

(dele, o autor deste post)

Meus caros ,
a Lava Jato foi um tsunami violentérrimo.

Nada deteria seus efeitos devastadores.

Que culminou na eleição do bossalnaro.

Talvez Cristina tenha aprendido
alguma coisa
sobre esta imensa força
de nossos inimigos,
e tentou esta estratégia
de abrir mão da cabeça de chapa.

Mas,
vamos ver.

Se nossos inimigos botaram Lula na cadeia ,
passando por cima de tudo quanto é lei,

condenaram-no,
mesmo ele inocente,
como comprovaram TODOS os juristas responsáveis mundiais,

o que não podem fazer contra Cristina?????

Sorry……………………..

Responder

    LUPE

    19 de maio de 2019 às 23h05

    Quanto a Ciro,
    que não tem a milésima força de líder de Lula…………..

    Que lição o autor acha que a decisão de Cristina
    serve para ele???

    Responder

      Brasileiro da Silva

      19 de maio de 2019 às 23h51

      Lupinho, um dos poucos mavs ptminions que restaram no mundo, vc continua recebendo R$ da propina que seu partido roubou do povo pobre?

      Responder

        Claudio Freire

        20 de maio de 2019 às 09h53

        Rapaz, é absolutamente democrático que você faça oposição ao PT. Mas não reproduza o discurso direitista para fazer isto.
        Faça uma oposição construtiva, para que possamos montar uma frente democrática contra o avanço do fascismo.

        Responder

        Paulocruz47

        20 de maio de 2019 às 10h01

        Aqui não tem isso, o PT é um partido de fato e não isso que apoiou o BOLSO e está fadado ao fim, tão logo o BOLSO saia de evidência. E você sabe que não demora. Você ou é da elite ou alguém que ainda não viu a merda que fez votando nessa anta. Mas vai vê e vai pedir perdão e já fica sabendo de antemão que não vamos perdoar…pode se lascar junto com o seu ogro!

        Responder

    LUPE

    20 de maio de 2019 às 12h26

    Caros leitores

    Quanto ao meu comentário
    abaixo,
    desculpem-me,
    não devia ter escrito nada,
    naquele momento.
    O autor, desculpe-me.
    Desculpem-me todos.

    Quanto ao assunto do post,
    é fundamental que haja harmonia,
    RESPEITO
    entre todas as lideranças.
    E que saia à frente,
    e acima de todos,
    aqueles que melhor oferecerem
    condições de liderança,
    e aceitação e voz
    junto aos eleitores.

    Responder

Ivan

19 de maio de 2019 às 19h33

Estou aqui quebrando a cabeça pra entender onde Ciro Gomes entra nessa situação.
Qual seria a “lição” pra Ciro?? Ele estava fora da vida pública, retornou ao Brasil para ser candidato, ele teria que recusar? Essa história tá completamente sem sentido.

Responder

    Zé Maconha

    19 de maio de 2019 às 20h00

    O Ivan demorou pra voltar depois da vergonha de criticar o meu português num comentário escrevendo a palavra “craze” hahaha
    E agora mostra que também tem enorme dificuldade pra entender um texto.
    Para mim você não saber que crase se escreve com s é irrelevante , agora não saber compreender um texto e ainda criticar alguém com comentários preconceituosos por um erro de pontuação num comentário escrito de maneira informal , é o cúmulo da arrogância somado ao cúmulo da ignorância.

    Responder

      Ivan

      19 de maio de 2019 às 20h21

      Desculpe companheiro, mas não faço a menor ideia do que vc ta falando, acho que vc tá fazendo alguma confusão.

      Responder

Wilton Santos

19 de maio de 2019 às 19h32

A situação brasileira é completamente diferente da argentina. O golpe de 2016 e a prisão do Lula teveram como pano de fundo o controle do pré sal brasileiro. O imperialismo fez de tudo para assegurar o controle das reservas de petróleo brasileira. A Argentina é um país irrelevante, ao contrário do Brasil que poderia se tornar uma potência global se o Lula voltasse a governar o país e retomar o pré sal.

Responder

    Donna

    19 de maio de 2019 às 22h51

    Minha Nossa, aqui tem alguns porque nem consegui ler todos, Mas dos poucos q li é O Circo dos Horrores…
    Quanto ao Msg do Cara, Ele deve ser Ciro, mas pra quem puxa saco de Ciro, precisa puxar saco de Lulista ´pra ter Uma Moralzinha, E isso pode sugerir várias ideias, Tvz quisesse dizer q Ciro poderia ter sido vice e de Lula, daí ele esqueceu q ficha suja não pode nem se candidatar, mesmo q Não estivesse preso. Ou se Ciro tivesse aceito a Ideia de ser O Candidato Poste de Lula, ou vice de Haddad… e aí juntaria os 2 eleitorados..
    Mas o q ninguém sabe, O Ciro foi muito + votado q O Haddad, So sofreu o reverso nas urnas apenas no Brasil, pra parecer q O Pt ainda sobrevive, q tem eleitorado pra continuar, mas dos 150 paises onde tem Brasileiros, o ciro tava mais de 100% dos votos de Haddad.
    Ciro só não reclamou porque soube q teve bem menos q JB, mas cada urna, onde tinha 15% de Ciro, tinha 2 a 5¢ no máximo de Haddad.

    Responder

Zé Maconha

19 de maio de 2019 às 19h09

O próprio autor reconhece as diferenças óbvias.
Ciro é que não teve grandeza , Ciro poderia ter aceitado ser vice e depois do impedimento de Lula ser alçado a cabeça da chapa.
Ciro seria presidente não fosse um cabeça dura mas preferiu se isolar e facilitar a eleição do Bozo.
O convite foi feito , Ciro recusou e depois saiu ofendendo Lula gratuitamente.
Cristina está cedendo a chapa para um companheiro de partido , apples and oranges.

Responder

    Ultra Mario

    19 de maio de 2019 às 23h03

    É sério mesmo que vocês petistas acham que a população brasileira aceitaria ter um capacho de presidiário como presidente? Não importa quem fosse, perderia de qualquer jeito. Então me diz, o Ciro prestar esse papel ridículo ajudaria como?

    Responder

suzi

19 de maio de 2019 às 18h09

Impressão minha ou essa matéria era pro Lula e o autor inseriu Ciro apenas pra amenizar a ira dos petistas?

Responder

Alan C

19 de maio de 2019 às 17h55

Quis ficar em cima do muro e se atrapalhou ao citar Ciro, que acabou ficando sem função no seu texto.

De resto concordo.

Responder

Deixe um comentário