Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Foto: Ministério da Justiça.

Sergio Moro erradica pés de maconha no Paraguai

Por Redação

04 de junho de 2019 : 10h40

Os brasileiros agora podem dormir tranquilos. Sergio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública, está no Paraguai ajudando a destruir plantas de maconha.

***

No site do Ministério da Justiça

No Paraguai, ministro Sergio Moro acompanha os trabalhos da Operação Nova Aliança

Ação conjunta entre a Polícia Federal e a Secretaria Nacional Antidrogas paraguaia combate produção e tráfico de maconha

Brasília (DF), 03/06/2019 – O ministro da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Sergio Moro, acompanhou nesta segunda-feira (3), em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, as ações da Operação Nova Aliança, desenvolvida pela Polícia Federal em conjunto com a Secretaria Nacional Antidrogas paraguaia e que visa combater a produção e o tráfico de maconha.

A Operação Nova Aliança teve início em 30 de maio, em território paraguaio. Além da eliminação do cultivo e apreensão da droga, materiais usados na comercialização também são apreendidos.

O ministro Sergio Moro declarou que a operação enfraquece o crime organizado. “Queremos intensificar as ações, agora com o interesse da Argentina em participar, prendendo os líderes das organizações, identificando e confiscando patrimônio, apreendendo drogas e erradicando plantações, como ocorreu agora”, afirmou Sergio Moro.

Em conversa com os jornalistas, o ministro Moro disse que as ações de inteligência e investigação têm colaborado para o crescimento das apreensões. “Estamos investindo em operações que desmantelem as organizações criminosas”, ressaltou.

O diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, destacou que a Operação Nova Aliança representa uma maneira com que as polícias brasileira e paraguaia podem atuar conjuntamente no combate ao crime organizado. “É de suma importância a operação, que já se realiza há muitos anos com resultados extremamente positivos. Não existe outra forma de enfrentar a criminalidade transnacional se não atuarmos em conjunto”, disse o Valeixo.

Para o ministro da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) do Paraguai, Arnaldo Giuzzio, a iniciativa entre os dois países constitui uma materialização concreta na luta contra o narcotráfico. “A operação nos permite avançar com mais força contra as estruturas criminais e fortalecer cada vez mais o vínculo cooperativo”, afirmou Giuzzio.

Estima-se que 80% da maconha produzida no Paraguai tem o Brasil como destino. Em apenas dois dias de operação, foram erradicados 61 hectares de plantação de maconha. Considerando uma média de produção de três toneladas por hectare, foram incineradas aproximadamente 183 toneladas de maconha. Além da destruição de 800 kg da droga, que estava pronta para ser distribuída. Também foram destruídos cinco acampamentos e prensas usadas para preparar a droga para o transporte.

A Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai e a Polícia Federal têm construído ao longo de décadas uma ação estratégica que já resultou na extinção de poderosos esquemas de tráfico com alcance transnacional. De acordo com as autoridades policiais do Paraguai e do Brasil, esta modalidade de intervenção permite ampliar a capacidade operativa e os resultados no campo, além de economia de recursos.

O secretário de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Rosalvo Franco, também acompanhou o trabalho no Paraguai.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

21 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

SÉRGIO MORO

30 de junho de 2019 às 17h30

Show velho. A direita odeia o tráfico mas financia a munição dos caras quando cheira pó. Depois vai pro movimento pró moro e levanta bandeira da Paz. FDPS.

Responder

Prof. Everton

05 de junho de 2019 às 12h19

Mesma política ante droga que vem falhando em resolver o problema nos últimos 40 anos. Belíssima porcaria.

Responder

Cláudio Pio de Sales Chaves

05 de junho de 2019 às 07h56

Esse filme é velho e faz parte da surrada “política criminal” do encarceramento em massa, antigo conhecido dos soldados de polícia e que não funciona…

Responder

Renato

04 de junho de 2019 às 18h50

Poxa, esquerdistas estão desolados. O preço do baurete vai aumentar ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

    Zé Maconha

    04 de junho de 2019 às 21h37

    Baurete?
    Isso é gíria dos anos trinta?
    Nunca ouvi isso na minha vida.
    Só sei que a maconha tem ficado melhor e mais barata ao longo dos anos.
    Quem gosta de maconha é a deputada do PSL lá , viu os twits dela? Hahahaha

    Responder

    roberto de paula gomes

    05 de junho de 2019 às 13h48

    Mas a sua mãe vai fazer programa na esquina para ajudara gente a comprar

    Responder

Ervidio

04 de junho de 2019 às 17h57

Pra quem reclamava da política do pão e circo de antes, os novos políticos estão fazendo diferente, tiraram o pão agora é só circo kkkk

Responder

Ervidio

04 de junho de 2019 às 17h53

Dormir tranquilo? Só depois de fumar um baseado! kkkkkkk

Responder

    Zé Maconha

    04 de junho de 2019 às 18h00

    É isso aí hahaha!

    Responder

Fantoche & cia

04 de junho de 2019 às 14h23

War on Drugs da era nixon e regan.

Responder

João Carlos

04 de junho de 2019 às 14h16

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk e continua operação enxuga gelo…tira 1000 toneladas do tráfico e a maconha não acaba…que coisa não? Só dinheiro na mão de político ladrão! Brasil.

Responder

Pode ser?!

04 de junho de 2019 às 13h28

Engraçado que esse “Dr Sergio qualquer coisa”se empenhou tanto para prender os “bandidos que saquearam o Brasil nos últimos 16 anos” e deixou livre os Aécios, os Temers da vida e agora faz a egipcia vingindo não ver os criminosos de verdade que se alastram como cancer no sistema. Portanto o único povo brasileiro que “abraça carinhosamente” esse farçante só pode ser os canalhas, canalhas, canalhas!

Responder

    Olavo

    04 de junho de 2019 às 15h01

    Tem militontos pelegos e viúvas do condenado que adoram passar vergonha nas redes sociais. Temer, o vice que vc voltou, já está na mira de alça do herói do povo brasileiro Moro e o Aécio só não foi enquadrado por conta do maldito foro privilegiado. Mas calma boneca, bandidos da estirpe do Lula, serão todos enjaulados pelo Dr. Sérgio Moro herói do povo brasileiro e futuro ministro do STF.

    Responder

      Renato

      04 de junho de 2019 às 18h52

      A boneca petista não sabe o que é foro por prerrogativa de função !

      Responder

Zé Maconha

04 de junho de 2019 às 13h17

Não entendi , agora que o Cafezinho defende a violência policial pensei que iria achar esse tipo de teatrinho legal.
Continua aí Moro , eu encomendo meu skank pela deepnet direto da Holanda hahaha.

Responder

Zé Maconha

04 de junho de 2019 às 13h13

Hahaha meliantes como Queiroz , Flávio Bolsonaro e Aécio estão livres.
O que Moro fez contra eles?

Responder

    Renato

    04 de junho de 2019 às 19h01

    Pior era no tempo do Petê, Zé Maconheiro, que estavam livres , além desses, Sérgio Cabral, Eduardo Cunha, Zé Dirceu, Lula , Geddel Vieira, Adir Assad, André Vargas, Delúbio Soares, Pedro Correa, João Vaccari, entre outros. Bandidos bem mais perigosos que esses pés-de-chinelo do Flávio Bolsonaro e Queiroz…

    Responder

Olavo

04 de junho de 2019 às 12h04

Este é o verdadeiro herói do povo brasileiro “Dr. Sérgio Moro “. Atual ministro da justiça e futuro ministro do STF. O povo brasileiro te abraça carinhosamente e estará sempre ao seu lado, contra os bandidos que saquearam o Brasil nos últimos 16 anos. Manda mais corruptos para Curitiba Moro, tem muita cela vazia a espera destes meliantes.

Responder

    Zé Maconha

    04 de junho de 2019 às 13h18

    Depois um cara desses nega que é gay.
    Vai dar pra ele Olavo?

    Responder

      Olavo

      04 de junho de 2019 às 14h53

      Kkkk sentiu a estocada né Zé droguinha… Calma boneca, vou dar é um cipó bem roliço nas pregas da Sra. Sua mãe e na meretriz da sua irmã. E se a vagaba da sua mulher quiser, empurro o cipó nela tbm.

      Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?