Audiência de Glenn na Câmara dos Deputados (ao vivo)

Foto: Gustavo Lima/Ag. Câmara.

Líder do PDT ao Cafezinho: “vamos entrar com pedido de CPI” contra Sergio Moro

Por Redação

10 de junho de 2019 : 13h59

O deputado André Figueiredo, líder do PDT, repetiu para o Cafezinho o que já disse em seu Twitter, que o partido entrará com pedido de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a atuação do hoje ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, ao longo da operação Lava Jato.

“Os fatos são realmente muito graves”, declarou Figueiredo ao blog, confirmando que a sigla começará a recolher as assinaturas necessárias.  

“Avaliaremos conjuntamente [com o partido] nossa ação e, sim,vamos entrar com um pedido de CPI”, disse.

Nas conversas reveladas pelo Intercept, Moro orienta o procurador da República Deltan Dallagnol sobre sobre procedimentos da Operação Lava Jato, da qual Moro era o juiz responsável, e Dallagnol, o  coordenador dentro do Ministério Público Federal.

Uma CPI precisa da assinatura de 171 senadores. Para que a CPI seja mista, exige-se a assinatura de mais 27 senadores.

Tudo vai depender agora da disposição de Rodrigo Maia, presidente da Câmara, cujo poder sobre o Planalto cresce ainda mais.

Ou seja, o resultado político imediato do escândalo e do pedido de CPI, é fazer o país caminhar para essa espécie de parlamentarismo branco, que parece ser a maneira  mais efetiva possível de conter danos provocados pela incompetência do presidente Jair Bolsonaro.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcos Videira

10 de junho de 2019 às 15h58

Penso que o caminho mais sábio é ANULAR TODAS AS SENTENÇAS proferidas por Moro e o STF formar um grupo de juízes federais que, com base nos autos, fariam um novo julgamento.
Paralelamente a isso, Moro e todos os seus cúmplices da República de Curitiba devem ser PRESOS PREVENTIVAMENTE para impedir a obstrução da Justiça.

Responder

Deixe uma resposta

x
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com