Audiência de Glenn na Câmara dos Deputados (ao vivo)

OAB pede afastamento de Moro e Dallagnol de “cargos públicos”

Por Redação

10 de junho de 2019 : 18h32

No site da OAB

NOTA PÚBLICA

segunda-feira, 10 de junho de 2019 às 17h20

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Colégio de Presidentes de Seccionais, por deliberação unânime, manifestam perplexidade e preocupação com os fatos recentemente noticiados pela mídia, envolvendo procuradores da república e um ex-magistrado, tanto pelo fato de autoridades públicas supostamente terem sido “hackeadas”, com grave risco à segurança institucional, quanto pelo conteúdo das conversas veiculadas, que ameaçam caros alicerces do Estado Democrático de Direito.

É preciso, antes de tudo, prudência. A íntegra dos documentos deve ser analisada para que, somente após o devido processo legal – com todo o plexo de direitos fundamentais que lhe é inerente –, seja formado juízo definitivo de valor.

Não se pode desconsiderar, contudo, a gravidade dos fatos, o que demanda investigação plena, imparcial e isenta, na medida em que estes envolvem membros do Ministério Público Federal, ex-membro do Poder Judiciário e a possível relação de promiscuidade na condução de ações penais no âmbito da operação lava-jato. Este quadro recomenda que os envolvidos peçam afastamento dos cargos públicos que ocupam, especialmente para que as investigações corram sem qualquer suspeita.

A independência e imparcialidade do Poder Judiciário sempre foram valores defendidos e perseguidos por esta instituição, que, de igual modo, zela pela liberdade de imprensa e sua prerrogativa Constitucional de sigilo da fonte, tudo como forma de garantir a solidez dos pilares democráticos da República.

A Ordem dos Advogados do Brasil, que tem em seu histórico a defesa da Constituição, da ordem jurídica do Estado Democrático e do regular funcionamento das instituições, não se furtará em tomar todas as medidas cabíveis para o regular esclarecimento dos fatos, especialmente junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), Procuradoria-Geral da República (PGR), Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e Conselho Nacional de Justiça (CNJ), reafirmando, por fim, sua confiança nas instituições públicas.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

40 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

degas

11 de junho de 2019 às 00h43

LULA LIVRE!!!!

MORO NA CADEIA!!!!

Responder

O verdadeiro alvo

11 de junho de 2019 às 00h04

Para mim está claro que o verdadeiro alvo desta açao nao é Moro, mas supremos togados que tem rabo preso e agora estão com o fiofó na mao com receio de tambem terem sidos hackeados. É coerçao explicita para que revertam a prisao em segunda instancia.

Responder

Márcio

10 de junho de 2019 às 21h05

Essas interceptações não devem ter sido nada baratas.

Quem as fez as vendeu caras com certeza, resta saber quem as encomendou e comprou.

Não revelam nada e obviamente não darão em nada de concreto, é só sensacionalismo.

Sabem que as próximas condenações com mais anos de prisão a ser comprida estão chegando e irão velar de vez o Padrinho da facção …que seja o canto do cisne ?

Responder

Sonia

10 de junho de 2019 às 21h05

Site petista + OAB petista= apoiadores de bandidos.

Responder

    Ulisses

    10 de junho de 2019 às 21h41

    Que comentário inteligente. Deve ser o suprassumo da capacidade bolsominion argumentativa. E deu três comentário em sequência? Seus Tico e Teco devem estar esgotados por tanto esforço neurológico. Sugiro ao menos uma semana de cama e nada de rede globo por uns quarenta anos. Acho que assim seus neurônios podem dar cria e produzir argumentos melhores

    Responder

Sônia

10 de junho de 2019 às 21h02

Essa OAB é petista assim como esse site.

Responder

    Sonia

    10 de junho de 2019 às 21h32

    Eu sou um miliciano canalha que uso o nome Sonia para cagar por aqui.

    Responder

degas

10 de junho de 2019 às 21h01

Benoit, inteligência para você deve ser pensar que todo o PT roubava, mas o Lula não sabia. Ou ficar feito um pateta, gritando “lula livre” por aí.

Mas vamos aos fatos. Seja específico. São duas coisas:

1 – Comprove que o que foi publicado pela Glenn é uma transcrição fiel do original.
2 – Diga qual diálogo especificamente contém alguma irregularidade.

Adianto as respostas:

1 – É impossível comprovar o que é real e o que foi inventado. Aqui não se trata de documentos como no caso do Snowden, mas de alegadas transcrições de mensagens. O viado pode ter inventado metade, inventado tudo, feito qualquer coisa. Como comprovar?
2 – Você não vai dizer nada porque, comprovado ou não, não há nenhum diálogo irregular.

Responder

Alexandre Neres

10 de junho de 2019 às 20h29

Ver estes descarados falando em informação obtida de forma ilegal depois de se utilizar recorrentemente deste modus operandi não tem preço. Os torquemadas de Curitiba simplesmente diziam que quem não deve não teme. Falavam que, do cotejo entre o direito à informação com o direito à privacidade, o primeiro prevalecia sobre o último por se tratar de direito público. Agora é de morrer de rir desse contorcionismo que se utilizam para se esquivar da responsabilidade. Canalhas, canalhas, canalhas…

Responder

Ulisses

10 de junho de 2019 às 19h24

https://jornalggn.com.br/artigos/e-os-que-cultuaram-o-juiz-de-curitiba-por-dora-incontri/
Por que as pessoas se iludem com uma personalidade dessas, um juiz, que claramente agiu com intenções políticas, o que ficou já comprovado pelo fato de ter aceito o cargo de ministro como uma recompensa por seu trabalho conspiratório e agora já estava de olho no Supremo?

Essa análise me interessa sobretudo como educadora. Conversando com pessoas de todas as classes sociais que admiram o tal juiz, que apoiaram o impeachment e elegeram o dito cujo que está hoje no governo do Brasil, observam-se duas coisas que se alimentam mutuamente: um total analfabetismo político e uma completa sujeição à manipulação da grande mídia (leia-se principalmente a Globo).
E pelo visto, aqui está cheio deles!

Responder

    Paulo

    10 de junho de 2019 às 19h51

    Eu vejo de outro modo, Ulisses! Pra mim, Lula é muito menos confiável do que Moro, como político e como homem, e vocês se iludem com ele, aceitando qualquer narrativa. Vivi mais de cinquenta anos, neste país, e posso garantir: não sou analfabeto político, longe disso. Por exemplo, eu admitirei a culpa de Moro se ela for comprovada, sem nenhuma resistência; mas vocês jamais admitirão a culpa de Lula, por mais que seja comprovada. Acredito que a ideologia cega. Pense nisso!

    Responder

      Paulo

      10 de junho de 2019 às 19h54

      Isso, claro, na hipótese de você ser honesto, intelectualmente, o que estou presumindo. Porque parte da narrativa é construída por desonestos intelectuais, dentro da esquerda, para que os inocentes úteis a propaguem. A pauta cultural de vocês, por exemplo, é criada por uma “intelectualidade” e introjetada pelo leitor menos atento, e ideologicamente orientado…

      Responder

      Benoit

      10 de junho de 2019 às 20h10

      Voce é cego intelectualmente. Se a culpa do Moro fôr comprovada? Onde é que voce esteve nos últimos anos, na Lua? Então voce não notou as inúmeras irregularidades processuais escandalosas que seriam mais do que suficiente para anular esses processos contra o Lula e desqualificar o juiz reponsável por eles? Voce não notou que a condução dos processos tirou toda a credibilidade deles?

      Responder

        Paulo

        10 de junho de 2019 às 20h16

        Até aqui, não notei irregularidade nenhuma (aliás, nem eu, nem 3 instâncias do Poder Judiciário). Mas, como já vivi bastante, não descartaria provas mais eloquentes. Portanto, prefiro aguardar. Veja a diferença entre nós, Benoit!

        Responder

          Paulo

          10 de junho de 2019 às 20h22

          Eu sou um canalha miliciano, como podem comprovar pelo que digo acima

          Benoit

          10 de junho de 2019 às 20h24

          Voce não notou porque não interessa a voce notar qualquer coisa. O juiz da primeira instância até se desculpou publicamente por uma das irregularidades (voce também não notou) que deveria ter sido suficiente para o afastar do caso e para iniciar um processo de punição. Como se vê pelo que foi divulgado agora, as desculpas eram hipócritas. Deve ser por isso que os hipócritas gostam tanto dele e têm tanta confiança num sujeito que visivelmente abusou do direito. E a segunda instância era um juiz amigo do da primeira instância. A juiza do outro caso simplesmente plagiou a sentença dela. Isso é que é energia criminosa. Essa justiça é uma piada.

          Paulo Rogério

          10 de junho de 2019 às 20h41

          Perfeito! As pessoas não têm sede de justiça, de fato. Elas têm a sanha do ódio. Estão tristes não por haver sido escancarado o julgamento arbitrário contra o Lula (por quem eu tenho péssima estima, como homem público), mas por isso, provavelmente, desaguar na desmoralização completa dos linchadores da nossa doente sociedade. É vergonhoso ver esse tipo de conduta. “F…se se o Lula foi condenado sem provas! Apenas o mantenham preso!”. Isso é nojento!

          Paulo

          10 de junho de 2019 às 22h00

          “Você não notou porque não interessa a você notar qualquer coisa”. Esse é seu argumento? Você precisa de aulas de retórica, urgentemente!

      Ulisses Simon da Silveira

      10 de junho de 2019 às 21h00

      A sua opinião é irrelevante. O que importa são os fatos. E os fatos demonstram que Lula foi um dos melhores presidentes e mais honesto do Brasil. Mora no mesmo apartamento de antes de assumir a presidência. Apesar de todas as investigações, nada foi descoberto pela FARSA a Jato sobre ele ou seus filhos. Nenhum demonstra possuir riquezas. Em comparação vejamos FHC e seu Filho, Serra e sua Filha e Bolsonaro e seus Filhos. Todos enriqueceram. A filha de Serra e o filho de FHC tem inclusive dossiês escritos com provas. Basta ler a PRIVATARIA TUCANA e o PRINCIPE DA PRIVATARIA. O caso Bolsonaro tem seu laranjal e seu filhos com nem sei quantas propriedades. Isto são os fatos. Então comparar Lula com qualquer meliantes destes ou Moro, demonstra uma impressionante negação dos fatos por você!

      Responder

        Paulo

        10 de junho de 2019 às 21h52

        A diferença é que eu não nego os fatos. Por mim, Serra, FHC e Bolsonaro são bastante suspeitos. Por exemplo, você não me imaginaria escrevendo isso, mas eu vou escrever: pra mim, Bolsonaro se beneficiou, provavelmente, por 28 anos, da famosa “rachadinha” (e acho que não tão rachada, assim, mais pra ele que pro assessor, creio eu) dos proventos de seus assessores, na Câmara dos Deputados, praticando crime. Deve (eu espero, pelo menos) ser investigado quando deixar a Presidência. Quanto a Flávio, creio não restar mais dúvidas. É só prosseguir nas investigações e denunciá-lo. Serra já deveria estar preso, se a JF e a PGR em São Paulo fossem mais ágeis, no caso do Rodoanel e do Paulo Preto. E até Alckmin, pelos esquemas no metrô, cunhado e merenda escolar (este última mais de responsabilidade da Assembleia Legislativa). Do Ministério Público estadual não espero nada. FHC deveria ser esconjurado, politicamente, por “crimes de lesa-pátria”, no mínimo, se não se provar crime real. Agora, “Privataria Tucana” e “Príncipe da Privataria” são apenas ficções, até onde sei…o condenam política e moralmente, se aceitas as acusações ali denunciadas (sempre contestáveis sob o aspecto ideológico), mas na esfera criminal é outra coisa…agora, e você, aceita a foto de Lula com Léo Pinheiro, no tríplex? Aceita a frequência anormal de Lula ao Sítio de Atibaia, e a presença de objetos de uso personalíssimo da família dele, lá? Aceita uma reforma complexa e ampla por empreiteira ligada umbilicalmente a obras no Governo do Brahma? Não precisa responder…

        Responder

degas

10 de junho de 2019 às 18h58

Nem ia mais comentar, mas, antes que o meu imitador se manifeste…

1 – Manifestações de petistas como o atual presidente da OAB, a jurista namorada do Chico, o jurista gordão com tatuagem do Lenin e outros do tipo são apenas o esperado. Eles apenas obedecem ordens e cumprem seu papel no enredo.

2- Não existe absolutamente nada de irregular nas conversas reveladas.

3 – A espionagem é de altíssimo nível, certamente com gente do exterior. Isso revela até onde vão as conexões da quadrilha desmantelada pela Lava Jato e que tem o Moro como inimigo número 1.

4 – Hackear é crime. E o Greenwald, financiado por estrangeiros e ligadíssimo ao PT, é pelo menos cúmplice dele. Estrangeiro que vem cometer crimes aqui não deve ser deportado?

Responder

    Paulo

    10 de junho de 2019 às 19h45

    3 – Acredito que a Rússia seja uma boa possibilidade…o que só demonstra que segurança, na rede, é uma quimera irrealizável…

    Responder

      degas

      10 de junho de 2019 às 20h26

      “O Telegram foi fundado em 2013 pelo irmãos Nikolai e Pavel Durov, os fundadores do VK, a maior rede social da Rússia.”

      A Rússia é uma hipótese bem provável. O sujeito quer fugir do Facebook ou do WhatsApp e acaba caindo numa arapuca ainda pior. É o fogo e a frigideira.

      Responder

    Marcio

    10 de junho de 2019 às 20h08

    E’ uma facção criminosa que se instalou no Brasil nas ultimas decadas e que foi ganhando a cada dia mais poder e ramificações em todos os setores publicos e privados (grandes empresas).

    As instituições nunca fizeram nada para segurar o dilagar dessa praga.

    A culpa è exclusivamente dos brasileiros que deixaram isso aconteçer por tempo demais; ainda vai demorar lustros para limpar esse lixo todo.

    Responder

      Benoit

      10 de junho de 2019 às 20h13

      O que voce acha dos privilégios nababescos do poder judiciário no Brasil e que parecem não ter igual no mundo?

      Responder

    Benoit

    10 de junho de 2019 às 20h11

    Degas, voce está confundindo a sua cabeça com a realidade. Nada que voce diz tem fundamento. De onde vem tanta burrice?

    Responder

    Alexandre Neres

    10 de junho de 2019 às 20h28

    Ver estes descarados falando em informação obtida de forma ilegal depois de se utilizar recorrentemente deste modus operandi não tem preço. Os torquemadas de Curitiba simplesmente diziam que quem não deve não teme. Falavam que, do cotejo entre o direito à informação com o direito à privacidade, o primeiro prevalecia sobre o último por se tratar de direito público. Agora é de morrer de rir desse contorcionismo que se utilizam para se esquivar da responsabilidade. Canalhas, canalhas, canalhas…

    Responder

Paulo

10 de junho de 2019 às 18h52

Precipitado, a estas alturas, falar-se em afastamento de Moro e DD…

Responder

    Batista

    10 de junho de 2019 às 19h08

    Concordo, aguarde-se a segunda fase da operação Lava Moro e aí demite-se de vez.
    Afastar defuntos para enterrar mais tarde é pura perda de tempo.

    Responder

      Paulo

      10 de junho de 2019 às 19h43

      Estás otimista, Batista!

      Responder

    Benoit

    10 de junho de 2019 às 20h14

    Se fosse no Japão seria harakiri.

    Responder

      Paulo

      10 de junho de 2019 às 20h20

      Se Lula fosse japonês, provavelmente, já o teria praticado. Note que Getúlio fez isso em idade semelhante, sem nenhuma acusação que caracterizasse vício de caráter pesando sobre ele…

      Responder

Zé Maconha

10 de junho de 2019 às 18h42

Durante treze anos de roubalheira do governo do Petê, não lembro de a OAB ter pedido o afastamento de qualquer dos muitos corruptos que orbitavam no interior e ao redor do governo petista !

Responder

    Ulisses

    10 de junho de 2019 às 19h30

    Por que para acusar um partido de roubalheira precisa-se de provas. Coisa que em todo o tempo da Farsa a Jato, não conseguiram, mesmo com todas a ilegalidades conhecidas do Moro e Quadrilha Jurídica. Agora descobre-se com provas o comportamento meliante desta turma e os analfabetos políticos choram as pitangas

    Responder

      Ulisses

      10 de junho de 2019 às 20h08

      Eu reconheço que PT roubou muito.Não vejo a corrupção porque quando me apresentam as provas eu finjo que caiu um cisco nos meus olhos e que não estou enxergando nada !kkkkkk

      Responder

        Ze Maconha

        10 de junho de 2019 às 20h18

        É, naquela época houve um processo do caso chamado Banestado conduzido por um tal de juiz Moro que não levou ninguém à cadeia. Talvez tenha caido um cisco nos olhos do juiz ou os réus fossem do partido errado.

        Responder

        daniela

        10 de junho de 2019 às 20h19

        Ei pilantra, manda ai as provas que tu tens, oh canalha miliciano!

        Responder

        Ulisses

        10 de junho de 2019 às 20h53

        Parece que tem um chara meu reaça na área. Mas me confundam com o idiota.

        Responder

          Edi Passos

          10 de junho de 2019 às 22h57

          Não é teu chará não meu caro. São os bozominions e morominions doentes que falsificam e plagiam até os nomes para tentar confundir e por fim a qualquer discussão séria que se instale na rede!


Deixe uma resposta

x
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com