Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Europa e Rússia perto de uma “crise de mísseis”

Por Redação

27 de junho de 2019 : 11h58

NATO prepara-se para uma crise de mísseis com a Rússia
De Euronews • Últimas notícias: 26/06/2019 – 18:13

No início da reunião dos ministros da Defesa da NATO (Organização do Tratado do Atlântico Norte)*, Jens Stoltenberg falou sobre os mísseis russos que violam o Tratado sobre Forças Nucleares de Alcance Intermédio (TFNAI).

“O destacamento dos mísseis russos SSC-8, é uma questão muito séria, porque estes mísseis são capazes de transportar ogivas nucleares. Podem atingir cidades europeias em alguns minutos”, afirmou.

Os mísseis em questão podem atingir entre 500 e 5.500 quilómetros e podem transportar ogivas nucleares. Em jeito de sátira, o embaixador russo na UE, Valdimir Chizhov, sugeriu que os EUA deixem também o tratado e instalem os seus próprios mísseis alcance intermédio na Europa. “Há vozes em Washington que dizem que não têm intenção de colocar mais mísseis desta classe na Europa. Tanto quanto sabemos, continuam a fabricar novos mísseis. Se não é para a Europa, é para onde? Para os Estados Unidos? Bom, se eles vão lutar com o México ou – Deus nos livre -, com a Venezuela… ”

Brooks Tigner da Jane’s Defence Weekly antecipa o que pode ser a resposta da NATO à próxima crise dos mísseis: “Vejo duas ou três opções que a NATO pode tomar. Uma delas seria ficar sob o actual proteção nuclear dos EUA – que tem um custo porque significa manter armas nucleares no mar ou no ar – como aconteceu durante a guerra fria. – Se Trump vai aceitar, não sei -. Outra: os europeus podem assumir os mísseis no ar. Não podem colocá-los no chão porque sabemos que isso reavivaria todos os protestos e debates violentos que vimos nos anos 80 na Europa. E o terceiro seria construir uma defesa antimísseis com armamento convencional”.

O jornalista da Euronews, Andrei Beketov revela: “Uma fonte aqui na sede disse-nos que – para não exacerbar a tensão – a NATO vai esperar até 2 de agosto, o dia em que os russos eventualmente deixam o tratado para anunciar as medidas de resposta. Estas medidas serão muito caras. Por isso, no início da reunião ministerial foi anunciado que os aliados europeus e o Canadá vão aumentar o orçamento da defesa em 3,9% este ano.

* A Organização do Tratado do Atlântico Norte, por vezes chamada Aliança Atlântica, é uma aliança militar intergovernamental baseada no Tratado do Atlântico Norte, que foi assinado em 4 de abril de 1949.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

LUPE

27 de junho de 2019 às 15h27

“Eles” são os maiores banqueiros do Mundo,
os maiores investidores em todas as maiores empresas do Mundo,
principalmente as petroleiras (Shell, Total, Chevron, etc.).

São bilionários e, até, (um só) trilionário em dólares…..

Imaginem o poder………………em dólares……………………..

Responder

Luciano

27 de junho de 2019 às 12h09

A Europa não precisa se preocupar, pois a Russia tem a política de atacar somente se for atacada. Quem tem interesse em criar esse conflito são os americanos que ordenam a OTAN a realizar exercícios militares próximos as fronteiras da Russia. Os Europeus deveriam ter medo dos Estados Unidos pois esse país é atualmente a maior ameaça a paz européia.

Responder

    LUPE

    27 de junho de 2019 às 13h21

    Caro Luciano

    Permita-me acrescentar que os Estados Unidos
    (ou quem está por trás do Governo , – manda)
    são a maior (e única) ameaça à HUMANIDADE.

    Petróleo e negócios (principalmente armamento)
    acima de tudo.

    Parece que não entendem que VÃO JUNTOS no caso de uma guerra mundial atual………..

    Como controlam a Grande Mídia ocidental,fazem as pessoas pensarem que o inimigo é a Rússia ….

    (China está a caminho de ser o próximo “inimigo da humanidade”) segundo “eles”…

    Responder

      LUPE

      27 de junho de 2019 às 13h28

      E mais, a OTAN/NATO é controlada por “eles”………….

      Haja vista a pilhagem do petróleo da Líbia, em que a NATO/OTAN foi
      (ilegalmente)
      acionada e foi a principal fonte dos bombardeios
      e consequente destruição daquele país…..

      Além de quase 1.000.000 (um milhão)
      de mortos, feridos, aleijados e deformados
      pelos cruéis e perversos
      bombardeios …..

      Responder

        LUPE

        27 de junho de 2019 às 13h32

        Mais:

        Precisa dizer que as pessoas no Mundo ocidental pouco souberam sobre isto tudo?

        Precisa explicar o por que desta ignorância?

        Afinal a Grande Mídia,,, etc, etc,

        Responder

          LUPE

          27 de junho de 2019 às 15h21

          Mais

          Desnecessário dizer, mas, a Rússia é o maior obstáculo para “eles” às tomadas do petróleo do Irã e da Venezuela.

          Precisa dizer mas?

    Lucas

    28 de junho de 2019 às 07h27

    Sim, lembro dos ataques terriveis que a Crimeia e estonia fizeram aos Russos. rsrs

    Responder

      Hairy Heart

      28 de junho de 2019 às 07h58

      Creio que o amiguinho Lucas nunca tenha assistido ao documentário “Porque lutamos”, ou do original em inglês “Why we fight”… Preste bastante atenção ao discurso inicial de Einsenhower, ok… Talvez vc entenda a essência bélica dos tio Sam…

      Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?