A audiência pública sobre a reforma tributária

A resposta de Lupi ao artigo de Tábata

Por Redação

15 de julho de 2019 : 13h37

Conforme me dispus, o blog irá ouvir todos os lados da polêmica envolvendo Tábata Amaral.

O presidente do PDT, Carlos Lupi, respondeu ao artigo que ela publicou no jornal.

Lupi postou em sua rede no Twitter:

Abaixo, trecho da matéria da Folha com as respostas de Lupi:

Presidente do PDT rebate Tabata e diz que ela defende ‘democracia da conveniência’

Em artigo publicado na Folha, deputada federal disse que tem sido alvo e criticou estrutura partidária

14.jul.2019 às 18h35

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, afirmou neste domingo (14) que a deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) defende uma “democracia da conveniência” e “acha bom quando o partido decide como ela quer e ruim quando decide como ela não quer”.

A fala de Lupi rebateu artigo de Tabata publicado na Folha, em que ela critica a falta de “mais democracia interna” nas estruturas partidárias. A deputada tem sido alvo de crítica dos correligionários por ter votado a favor da reforma da Previdência na Câmara, descumprindo ordem interna da sigla.

“Se ela acha que a esmagadora decisão de uma convenção nacional de mais de 500 membros, em que ela estava presente, não é democrática, quero saber o que ela acha que é [democrático]. É ouvir o Jorge Paulo Lemann?”, questionou Lupi, se referindo ao bilionário cuja fundação apoiou a trajetória da deputada.

No artigo, Tabata diz que partidos tentam se modernizar, mas “ainda ostentam estruturas antigas de comando, e na maioria faz falta mais democracia interna”.

“Muitas vezes, consensos sobre pautas complexas não são construídos de baixo para cima, e cartilhas antigas se sobrepõem aos estudos e evidências”, escreveu ela.

“Quando algum membro decide tomar uma decisão que considere responsável e fiel ao que acredita ser importante para o país, há perseguição política. Ofensas, ataques à honra e outras tentativas de ferir a imagem tomam lugar do diálogo. Exatamente o que vivo agora”, emendou.

Lupi nega que a deputada tenha sofrido esse tipo de ataque. “Eu quero te perguntar onde tem alguma palavra da direção do PDT ofendendo a honra dela. Você pode procurar e não vai achar. Nós restringimos e criticamos o comportamento dela, não a honra”, disse o dirigente.

Para ele, o artigo de Tabata “é natural em alguém que queira justificar os seus erros”. “Foi um partido que a recebeu de portas abertas. Incentivamos, apoiamos, era um nome que a gente cogitava para ser prefeita de São Paulo”, afirmou.

(…)

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

José Carlos

16 de julho de 2019 às 15h05

As decisões tomadas em assembléia por um numero significativo de membros, tendem a ser mais leais aos interesses políticos partidários em prol de uma causa ou objetivo e naturalmente se sobrepõe aos interesses pessoais, caso existam.

Responder

Instituto Vitta

15 de julho de 2019 às 18h32

Gostaria de agradeser pelas materias, e gostria de poder puplicar em meus sites deis de ja eu agradeso.

Responder

Alan C

15 de julho de 2019 às 15h49

o artigo de Tabata “é natural em alguém que queira justificar os seus erros”

Tb vi assim o artigo dela.

Responder

Deixe uma resposta