Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Vaza Jato: Dallagnol deu palestra secreta para banqueiros

Por Redação

26 de julho de 2019 : 20h27

É quase uma justiça poética: os únicos setores econômicos que sobreviveram incólumes à devastação econômica produzida pela Lava Jato e toda a instabilidade por ela provocada, foram os bancos…

Os últimos diálogos vazados pelo Intercept mostram que o chefe da Lava Jato no Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol, aceitou dar palestra secreta para executivos de instituições financeiras, em evento organizado pelo XP.

A história tem detalhes um tanto sórdidos. A secretária do XP, Débora Santos, que entrou em contato com Dallagnol para organizar a palestra secreta, revelou que

(…) Débora Santos, que se apresenta como “consultora/ analista de política e Judiciário” da empresa. No começo da conversa, ela diz que é esposa de Eduardo Pelella, que era o chefe de gabinete e braço direito de Rodrigo Janot quando Procurador-Geral da República. Antes de trabalhar na XP, Santos era assessora particular do Ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF.

Confira trecho do diálogo, em que Débora revela os clientes que participariam da palestra:

Como se vê, a secretária ainda revela que Luiz Fux, ministro do STF, teria aceito dar uma dessas palestras secretas.

No último evento aberto da XP, o Expert 2019, o ministro Luiz Fux deu uma palestra, em que afirmou, para delírio da plateia, formado por executivos de bancos e corretoras de bolsa, que a Lava Jato iria continuar, e que a reforma da previdência “tinha que passar”.

Dallagnol comenta ainda, em outros diálogos vazados na mesma reportagem, sobre o valor dos cachês pagos ao ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa.

O “mercado” encontrou uma maneira bastante eficaz de subornar agentes da justiça, no momento em que estes agentes assumiam uma posição de enorme poder na agenda política do país.
\
A propósito, hoje a Folha publicou que Dallagnol recebeu R$ 33 mil de empresa citada na Lava Jato, para uma palestra. O procurador também foi garoto-propaganda em comercial da empresa; não se sabe se o valor pago já incluía isso.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

66 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Nelson

29 de julho de 2019 às 17h56

O Gaúcho da Fronteira tem uma música em que diz:
“Véio apaixonado é que nem porco comendo bóia quente
Se queima tudo mas não largo o osso de jeito nenhum”

Assim estão a coxinhada, trouxaiada, pataiada, minions em geral. Estão tão apaixonados, fanaticamente, pelas aberrações, Bolsonaro, Moro, Dallagnol e outras, que não querem ouvir o menor argumento mostrando quem realmente elas são. Por mais lúcido que o argumento seja.

Responder

Alexandre Neres

29 de julho de 2019 às 14h40

Dallagnol pato branco acusava Lula de enriquecimento ilícito via palestra para enriquecer ilicitamente com palestras proferidas em empresas delatadas. Pra compensar os riscos, DD era bem pago. rs

Responder

Luiz Felipe

29 de julho de 2019 às 09h49

Acham certo soltar aqueles que roubaram BILHÕES do dinheiro público,..
E acham errado o Deltan cobrar pelas lícitas palestra que dá…
Vai entender a lógica de nossa esquerda…
Não lhes parece apenas desespero de ver a causa perdida??

Responder

    Marcio

    29 de julho de 2019 às 10h28

    E’ obvio que è isso, nada mais.

    A tentativa de homicidio nào deu certo, agora arranjaram essa palhaçada ridicula (que morreu antes de nascer) como ultima desesperada tentaiva.

    Os auto proclamados democratas ainda nào aceitaram a democracia e nunca aceitarào.

    Responder

Luis

28 de julho de 2019 às 22h32

Dd, tudo por dinheiro!!

Responder

Hilário

28 de julho de 2019 às 06h35

Bolsonaro ataca repórter e não responde sobre carona a parentes em helicóptero da FAB

Ele acha uma pergunta “idiota”…

Publicado em 27/07/2019 no Conversa Afiada

Vídeo mostra militares da FAB ajudando parentes de Bolsonaro a embarcar em helicóptero

O Presidente (sic) Bolsonaro chamou de “idiota” uma pergunta feita por repórter da Fel-lha nesta sexta-feira, 26/VII, sobre o uso de um helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB) por seus familiares.

Disse Bolsonaro:

“Com licença, estou numa solenidade militar, tem familiares meus aqui, eu prefiro vê-los do que responder uma pergunta idiota para você. Tá respondido? Próxima pergunta”.

Quando outro repórter quis saber os motivos pelos quais Bolsonaro não comentaria o assunto, o Presidente (sic) deu as costas e encerrou a entrevista coletiva.

Em maio, um helicóptero da Presidência foi usado para levar convidados para o casamento de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho de Bolsonaro e deputado federal, no Rio de Janeiro.

À época, vídeos do passeio de helicóptero foram divulgados em redes sociais por Osvaldo Campos Bolsonaro, sobrinho do Presidente (sic).

Veja um desses vídeos: https://youtu.be/o7tCNbLNFhc

Assista ao ataque de Bolsonaro à repórter:

fabio murakawa
@fabiomura
Presidente @jairbolsonaro se irrita ao ser questionado sobre uso de helicóptero da FAB por parentes seus para ir ao casamento do filho @BolsonaroSP e abandona entrevista coletiva em Goiás, depois de interromper a repórter e chamar a pergunta de “idiota”

O vídeo que mostra Bolsonaro chamando a pergunta do repórter de idiota se encontra nessa matéria:

https://www.conversaafiada.com.br/politica/bolsonaro-ataca-reporter-e-nao-responde-sobre-carona-a-parentes-em-helicoptero-da-fab

OBS: foi o próprio sobrinho do Bolsonaro, Osvaldo Campos Bolsonaro quem postou o vídeo na internet, em maio passado. Uma gozação de mais um miliciano contra todos os contribuintes brasileiros.

Responder

    Alan C

    28 de julho de 2019 às 08h20

    Me lembrou as coletivas do “saudoso” general Newton Cruz.

    Responder

    martha Aulete

    28 de julho de 2019 às 10h35

    É de rir, Hilário! O manezão do PT, o Haddad, é um professor vigarista que DESTORCE o conceito de Fascista (um falsificador de conceitos da USP). O Falsadd é professor Doutor picareta da Universidade de São Paulo, destorcedor e falsificador de CONCEITOS da Ciências humanas.

    Responder

Edibar

27 de julho de 2019 às 20h37

Novamente nada de relevante.

Responder

    Batista

    28 de julho de 2019 às 01h27

    Se o ignorante soubesse de alguma coisa relevante, não seria ignorante, nem escreveria comentários atestando isso.

    Responder

    Gilmar Tranquilão

    28 de julho de 2019 às 01h44

    Que eu saiba a matéria não falou do teu cérebro kkkkkkkkkk

    Responder

Jus Ad Rem

27 de julho de 2019 às 20h30

Deltan acusou Lula por dar palestra quando já não era mais presidente.
E agora, Deltan? Você deu palestra remunerada enquanto ocupava e ocupa cargo público com poder de decisão sobre acusações do MPF, prisões e arquivamento de processos.
Para as empresas às quais você deu palestra remunerada, os bancos e empresas que especulam no mercado financeiro, faz muita diferença na Bolsa de Valores se o Lula vai ser preso ou se o Lula vai ser solto.
VOCÊ, ENQUANTO PROMOTOR DA LJ, TINHA ESSE PODER!!
Seu picareta!!
Agora você vai enfiar o dinheiro no c* e a Justiça terá de soltar o Lula.

Responder

Alan C

27 de julho de 2019 às 19h39

DD recebe 10 a 20% do que Lula recebia por palestra.

Cada um recebe de acordo com o seu tamanho.

Responder

    Jus Ad Rem

    27 de julho de 2019 às 20h40

    As palestras do Lula eram lícitas. Lula já não era mais presidente quando deu palestras.
    O Deltan, enquanto promotor do MPF, principalmente por ter a importância que tem por ser o coordenador da LJ, jamais poderia dar palestra remunerada. Pior ainda: deu palestra remunerada para empresas diretamente interessadas na prisão do Lula.
    Só no Brasil…

    Responder

      Jus Ad Rem

      27 de julho de 2019 às 20h51

      “empresas diretamente interessadas na prisão do Lula.”

      Lula preso = dólar sobe, Lula solto = dólar cai.

      Responder

        Luiz Felipe

        29 de julho de 2019 às 09h51

        Que bobagem!!!
        Total desconexão com a realidade!!!

        Responder

          Nelson

          29 de julho de 2019 às 17h45

          Estás a falar de você mesmo, meu chapa?

      Renato

      27 de julho de 2019 às 20h53

      As palestras de Deltan são tão lícitas como as de Lula. Nao há qualquer restrição a integrantes do MPF em receber por palestras; inclusive ministros do Supremo. Infome-se. Com relaçao á Lula; qualquer empresa tem interesse na prisao de criminosos; exceto aquelas que eram beneficiadas por esse criminoso; como Odebrecht; OAS; etc

      Responder

        Marcio

        27 de julho de 2019 às 22h09

        Quanto as de Lula que ninguém viu… ?

        As palestras de Lula são iguais a língua de mosquito, só o pessoal da Odebrecht viu… já já chega a sentencia do Instituto onde eram feitas as Palestras….Kkkkk

        Responder

        Mônica Leme

        27 de julho de 2019 às 22h53

        Sei. E eu sou a chapeuzinho vermelho.
        Essas palestras de gente com cargo efetivo no serviço público são imorais. Ainda mais se dadas em horário de trabalho
        Dallagnol e Moro se acham as pessoas mais inteligentes do planeta. Tomaram no **.
        Dallagnol por palestra coloca 35 k no bolso e vc colocava qto no bolso por cada hora de palestra dele ?
        Deveria ser proibido isso e só ser permitido após uma quarentena.
        Deputado que votou a reforma da previdência pode dar palestras para Itaú e Bradesco ? Não seria estranho.

        Responder

          Renato

          28 de julho de 2019 às 10h16

          Que eu saiba quem tomou no ** de verdade foi Lula que está preso há 500 dias; babaca ! kkkkkkkkkkkkkk

          Marcio

          28 de julho de 2019 às 11h15

          Proibido mesmo è comprar os votos do Parlamento com o dinheiro da Petrobras & Cia….o resto è papo.

        Jus Ad Rem

        27 de julho de 2019 às 23h35

        “As palestras de Deltan são tão lícitas como as de Lula.”
        É mesmo? Então por que Deltan acusou Lula de beneficiar-se fazendo palestras?

        ” Nao há qualquer restrição a integrantes do MPF em receber por palestras”
        O PT havia entrado no CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) contra Deltam por usar o cargo para beneficiar-se com palestras.
        O CNMP arquivou o processo alegando que as palestras eram filantrópicas (sem fins lucrativos).
        Quero ver o que o CNMP e o Deltan vão alegar agora.

        A casa caiu. Estou vendendo lenços e te passo o telefone caso tenha interesse,

        Responder

        Monica Leme

        28 de julho de 2019 às 14h26

        Renato, o Lula será solto e mesmo que nao seja ele ja foi presidente 2 vezes, agora, o Moro nunca será e nao vai para o Supremo nem a pau.
        O marreco se sair do cargo vai preso. Perde o foro privilegiado.

        Responder

      Alan C

      27 de julho de 2019 às 21h03

      Jus, posso citar, sem pensar muito, uns 10 conflitos de interesses envolvendo esse moleque do DD, essa é apenas mais uma. Em qq país sério ele já estaria preso.

      Responder

        Renato

        27 de julho de 2019 às 21h48

        Então leve esses 10 conflitos de interesse a quem direito para que Daltan seja punido em vez de ficar de mimim aqui na internet !

        Responder

          Alan C

          27 de julho de 2019 às 22h02

          bolsominions incomodados, adoro isso rsrsrs

          Marcio

          27 de julho de 2019 às 22h04

          “Então leve esses 10 conflitos de interesse a quem direito para que Daltan seja punido em vez de ficar de mimim aqui na internet !”

          Kkkkkkkkk

          Aí você acaba com a graça da esquerdalha podre e a nossa, deixa eles ferver no próprio caldo de bílis para a gente se divertir um pouco !! Kkkk

          Alan C

          27 de julho de 2019 às 22h20

          pobre de direita incomodado, adoro isso rsrsrs

    Verônica Reis

    27 de julho de 2019 às 22h34

    Um promotor hipócrita. Faz o que crítica no Lula.
    O Glenn disse que o pior ainda não foi publicado.
    O fato e que ele e o Moro e muita gente morrem de inveja do Lula que foi o que eles nunca irão ser, mas nem em sonho.
    O choro e livre. Nunca vai chegar a ser PGR depois dessa folha corrida que foi revelada pelo THE INTERCEPT BRASIL.
    Como político seria só mais uma Tábata.
    Farsantes.

    Responder

      Marcio

      28 de julho de 2019 às 16h11

      O que o Bundevaldo diz ou nada é a mesma coisa.

      Responder

    Ioiô de Iaiá

    28 de julho de 2019 às 10h28

    Não há nada errado em dar palestras. Seja o Ciro, o FHC o Lula etc se não estiverem ocupando cargos públicos. Este é o caso de Dallagnol, com o agravante de ser palestra para empresa investigada pela procuradoria.

    Responder

      Marcio

      29 de julho de 2019 às 10h38

      ….e por curiosidade onde tà escrito que quem ocupa cargo publico nào pode dar palestras ?

      Responder

crz

27 de julho de 2019 às 15h37

Esse dalaninho é um dos piores hipócritas que circulam na gang do Moro.Ele tinha um envolvimento suspeito com negócio de casas no Minha Casa, Minha vida. Que fim levou a investigação?.

Responder

degas

27 de julho de 2019 às 12h53

Palestra privada agora é secreta? Como sempre neste caso, sugerimos que os críticos levem o caso à justiça. Se há ilegalidades e há provas delas (como dizem) por que só ficar nos artigos em tom escandaloso em alguns blogs e jornais?

Não levam porque não há nada, só o desejo de libertar os criminosos presos pela Lava Jato.

Por outro lado, temos agora a internação secreta do Verdevaldo no fim de semana passado. O Davi Marida fez até vídeo para dizer que era tudo mentira, mas hoje a internação foi confirmada. E se o motivo não era overdose, por que esconder a internação e mentir desse jeito?

Responder

    Marcio

    27 de julho de 2019 às 13h08

    “Não levam porque não há nada, só o desejo de libertar os criminosos presos pela Lava Jato.”

    É o que foi dito desde o começo…a operação Moro faliu antes de começar e palhaçada tá acabando.

    Responder

      Renato

      27 de julho de 2019 às 21h49

      O negócio dos esquerdopatas é só ficar de mimimi aqui na internet .

      Responder

        Marcio

        27 de julho de 2019 às 22h06

        Alguém já percebeu o tanto de crimes que eles arrumam na cabeça deles e nada que vai pra frente ?? Kkkkkkkkk

        É uma piada sem fim, a cada dia a senso do ridículo sobe de nível.

        Responder

        Alan C

        27 de julho de 2019 às 22h22

        bolsominions incomodados, adoro isso rsrsrs

        Responder

      maria do carmo

      28 de julho de 2019 às 04h29

      Papo de sem neuronios pau`mandado por quirelas!

      Responder

    Renato

    27 de julho de 2019 às 16h39

    O negócio do Miguel e dos petistas/esquerdistas é só ficar de mimimi na internet ! kk

    Responder

    NeoTupi

    27 de julho de 2019 às 16h41

    Palestra restrita de um procurador da república com cláusula de confidencialidade? Jura que não é piada? O nome disso é outra coisa: consultoria, ou advocacia administrativa se emitir parecer, mesmo que verbal e informal como se estivesse respondendo a uma pergunta.
    E pra piorar um procurador líder de força tarefa, cujas operações midiáticas afetavam cotações de ativos negociados em bolsas, em pleno período eleitoral quando até pesquisas afetavam o dólar, e “palestra” (consultoria) paga por investidores.
    Isso vai derrubar não só o procurador (pode esperniar, mas mais cedo ou mais tarde vai cair), mas também os executivos que participaram dessas “palestras”, pois suas empresas responderão processos movidos por escritórios de advocacia de concorrentes e investidores que não tiveram acesso à “palestra”, tanto na SEC nos EUA (tem bancos estadunidenses no meio) e na CVM. Isso pra começar.

    Responder

    Jus Ad Rem

    27 de julho de 2019 às 21h00

    Não se deve misturar o público com o privado.
    Deltan, enquanto deu palestras remuneradas, tinha cargo público COM PODER DE DECISÃO sobre a prião ou liberdade do Lula.
    Se para você isso faz diferença, imagina para as empresas às quais ele deu palestra: bancos e empresas que atuam na especulação financeira.
    Ademais, funcionário público não pode fazer palesta remunerada em razão do cargo.
    Precisa desenhar?

    Responder

    Jus Ad Rem

    27 de julho de 2019 às 21h06

    “Davi Miranda, internação, overdose e bla bla bla…”
    Vc é um bozominion que acredita em tudo o que queria que fosse verdade.
    Tome um Gardenal a cada 8 horas e vá dormir.

    Responder

NeoTupi

27 de julho de 2019 às 12h52

Procurador da República ter conversa fechada remunerada com investidores da bolsa e ainda com acordo de confidencialidade? Em país sério dá afastamento sumário por má conduta e responde processo por possível inside information.
Procurador ser pago para emitir parecer verbal sobre conjuntura de sua investigação sobre o resultado de eleições para investidores das bolsas?
Esse pessoal perdeu noção de limites e até de linha divisória da lei.
O então presidente do TSE, se confirmado o narrado, também deve explicações.

Responder

MARINALVA

27 de julho de 2019 às 12h29

CORRUPÇÃO GENERALIZADA NO GOVERNO BOLSONARO

Família de Bolsonaro usou helicóptero da FAB para ir a casamento de Eduardo

Eleito com um discurso de moralidade e de combate a privilégios, Jair Bolsonaro repete a prática que criticava; para o casamento do filho Eduardo Bolsonaro, realizado em maio, um helicóptero da FAB foi mobilizado para transportar familiares do clã, que comemoram nas redes; assista

24 de julho de 2019, 21:18 h Atualizado em 24 de julho de 2019, 22:39

247 – Eleito com a promessa de moralidade e de combate a privilégios, Jair Bolsonaro repete a mesma prática que criticava:

Familiares do presidente de extrema-direita utilizaram helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB) para ir ao casamento do deputado Eduardo Bolsonaro, filho de Bolsonaro e cotado para assumir o cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

Um sobrinho do presidente, identificado como Osvaldo Campos, fez uma transmissão no Facebook junto com outros familiares para registrar o momento. No vídeo também aparece o deputado Hélio Lopes (PSL-RJ), conhecido por acompanhar Bolsonaro em todos os eventos públicos.

A denúncia foi feita nas redes sociais pelo deputado Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara.

Pode isso, Arnaldo ? Essa é a nova política? Festa de casamento com helicópteros da FAB ??

Assista ao vídeo: https://youtu.be/o7tCNbLNFhc

Responder

Miguel Biner

27 de julho de 2019 às 11h15

E as palestras do Moro ?
Duvido que tenham sido de graça.
Aliás, quem pagou passagens e hospedagens a Moro e sua conge nas inúmeras viagens aos EUA ?
Os paladinos da moralidade e da ética não passam do Collor 2.0.

Responder

Admar

27 de julho de 2019 às 11h02

Os Golpistas Aécio, Alckmin, Serra, Meirelles, Romero Juca e Temer caíram, ta faltando agora o SujoMoro cair!

Responder

    Alan C

    27 de julho de 2019 às 19h35

    Tudo da mesma laia da bozolândia, o pedigree é o mesmo, todos em casa curtindo os milhões que roubaram dos cofres públicos.

    Maldito PT!…..

    Responder

maria do carmo

27 de julho de 2019 às 09h57

dallagnol dinheirista e seu chefe moro criminoso descarado pensa que o povo e trouxa!!!

Responder

Dutra

27 de julho de 2019 às 09h39

Prisão prá essa quadrilha de Curitiba!

Responder

maria do carmo

27 de julho de 2019 às 09h33

dalttan dallagnol charlatao faminto criminoso usa o nome de Deus em vao, fux que envergonha os ministros do STF que exercem suas funcoes como verdadeiro sacerdocio ( sao poucos mas felizmente existem ) com a gangue dos banqueiros,doidinhos para aprovarem a deforma da previdencia que ultimamente estao silentes poi seus planos estao se realizando, – militares voltem para o quartel, religiosos voltem para as igrejas, empresarios voltem para sua empresas, rentistas morram!!!

Responder

João

27 de julho de 2019 às 07h45

SOCORRO!

Bolsonaro agora quer o fim das autoescolas

Presidente Jair Bolsonaro voltou a defender alterações no Código de Trânsito, desta vez afirmando ser favorável aos cursos de formação de novos motoristas; “Acho que nem deveria ter exame de nada. Você faz uma parte escrita e vai para a prática, nem precisa cursar em autoescola”, afirmou

https://www.brasil247.com/brasil/bolsonaro-agora-quer-o-fim-das-autoescolas

Responder

XUF

27 de julho de 2019 às 07h29

Nassif comenta as últimas revelações do the Intercept.

Ministro Fux e o procurador Dallagnol metidos até o pescoço na corrupção. IMPERDÍVEL!

https://youtu.be/Y05Gb9rs3Aw

Responder

Tauro

27 de julho de 2019 às 07h04

EMPRESÁRIO DO AGRONEGÓCIO ESCULHAMBA BOLSONARO, RAQUEL DODGE, OS MINISTROS DO STF, e propõe impeachment para o capetão… a quem ele chama de louco.

Um vídeo para ser visto e compartilhado por todos os brasileiros.

Assista: https://youtu.be/hBdF06ZYYVk

OBS: eu concordo com tudo que o empresário disse e digo: com mais meia dúzia de pessoas iguais a ele a gente bota essa quadrilha de bandidos pra correr.

Responder

Nelson

26 de julho de 2019 às 23h48

Agora entendi porque Moro, Dallagnol e o resto da camarilha, secundados por uma legião enorme de bajuladores, viviam a chamar o PT de “orcrim”.

Era um despiste deles. Enquanto todo mundo olhava para o PT com ranço, raiva, ódio, a Orcrim deles – essa verdadeira, sem aspas – passava batida; ninguém dava bola para ela.

Aprenderem muito bem a lição lá nos States. Noam Chomsky nos conta que os governos dos EUA adotam a tática muito usada por qualquer advogado mediano, a do “ladrão, ladrão”. Esse advogado “aconselha seu cliente a, ao ser pego com a mão no bolso de alguém, ser o primeiro a gritar ‘ladrão, ladrão'”, diz Chomsky.

Responder

Marcos Videira

26 de julho de 2019 às 21h46

Banqueiros reunidos secretamente com o Ministro Fux e o procurador Dallagnol sobre o tema “Lava Jato e as ELEIÇÕES”. Meses ANTES do primeiro turno. Em segredo e recebendo $$$$$.
O sistema Judiciário ALINHADO com a elite econômica – os banqueiros.
O Brasil virou uma putaria criminosa, nojenta, infame…

Responder

Paulo

26 de julho de 2019 às 21h27

Essa avidez por dinheiro não combina muito com a postura serena e equidistante que um procurador deveria ostentar…e a proximidade com empresários é ainda mais deletéria…é óbvio que os banqueiros não queriam as palestras de Dallagnol, como os empresários não queriam as palestras de Lula. Ambos nada têm a acrescentar nem pra plateia de auto-ajuda.

Responder

Marcio

26 de julho de 2019 às 21h02

Fez bem, eu faria uma por dia ou até duas.

Responder

    J Fernando

    27 de julho de 2019 às 09h45

    Ver um bolsominion declarando a máxima “tenho bandido de estimação” não tem preço…
    (e antes que enfie Lula na conversa, meu candidato é Ciro Gomes).

    Responder

      Marcio

      27 de julho de 2019 às 10h05

      Parabéns, eu nunca votei.

      Responder

        J Fernando

        27 de julho de 2019 às 11h33

        Parabéns, por ter “bandido de estimação” no MPF.

        Responder

          Marcio

          27 de julho de 2019 às 11h48

          Obrigado.

        Alan C

        27 de julho de 2019 às 19h33

        #aCulpaNãoÉminhaEuVoteiNoAecio

        Responder

Alan C

26 de julho de 2019 às 20h58

Nada combina mais do que o idiota do power point dar palestra para a elite que mais ganha dinheiro na história do capitalismo mundial.

Responder

chichano goncalvez

26 de julho de 2019 às 20h40

Vejam onde os analfabetos politicos, e poque não dizer maldosos tambem, nos meteram, votaram em uma quadrilha de fazer inveja a maffia de Miami !

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?