Câmara discute privatização da Eletrobras

Comissão aprova redução de impostos para micro e pequena empresa que contratar

Por Redação

23 de agosto de 2019 : 01h30

 

Agência Câmara — A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviço aprovou proposta que reduz pela metade o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) devidos por micro e pequenas empresas que contratarem mais empregados.

O texto foi aprovado na forma de substitutivo apresentado pelo relator, deputado Glaustin Fokus (PSC-GO), ao Projeto de Lei Complementar 97/2019. A versão original tratava de benefícios fiscais para os setores industrial e de bens e serviços, e o relator decidiu estender a medida para o setor comercial.

“O projeto cria um engenhoso mecanismo de incentivar aquelas empresas de pequeno porte que sejam responsáveis por mais empregos ou que preservem seus contratados em uma conjuntura desfavorável”, disse Glaustin Fokus.

Indústrias
Na atividade industrial, a redução nas alíquotas valerá para a microempresa que tiver contratado, nos 12 meses anteriores à apuração do tributo, acima de 10 empregados. Para pequena empresa, mais de 60 trabalhadores.

Na prestação de serviços, a regra será aplica à metade dos contingentes (mais de 5 e de 30 trabalhadores, respectivamente). No comércio, o relator definiu como critério mais de 4 contratações pelas microempresas e mais de 40 nas pequenas.

A proposta aprovada altera as regras do Simples Nacional (Lei Complementar 123/06). Para o autor, deputado Pinheirinho (PP-MG), a forma mais eficaz e rápida de melhorar o atual cenário econômico é estimular a contratação de trabalhadores.

Tramitação

A proposta ainda será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição, Justiça e de Cidadania. Depois seguirá para o Plenário.

Reportagem – Ralph Machado
Edição – Roberto Seabra

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcio

23 de agosto de 2019 às 09h42

Empresarios fazem pra là de bem a nào querer investir, contratar o minimo indispensavèl e deixar o dinehiro no tesouro direto para que os imbècis brasileiros paguem os juros.

Nesse lugar de tontoloides sào tratados pela esquerda podre como bandidos, escravistas, ecetera.

Responder

    Alan C

    23 de agosto de 2019 às 10h11

    Dá até pra ver seu animal de estimação falando: “os empresario faz bem em naum investir talkey, por isso vamo reduzir os imposto pra eles investi, talkey”

    kkkk….. Vai exigir coerência de um animal, dá nisso!!!! rs

    Responder

      Marcio

      23 de agosto de 2019 às 10h45

      Tà falando do seu pai ?

      Responder

        Alan C

        23 de agosto de 2019 às 10h55

        Não, da tua mae

        Responder

Marcio

23 de agosto de 2019 às 09h23

Otimo.

Responder

Alan C

23 de agosto de 2019 às 09h15

Ah é?? E as empresas vão investir em contratações nesse cenário de caos total????

Seria a mesma coisa que dar um ticket refeição pra uma pessoa perdida no meio do deserto do Saara…

Valor zero!

VAI BOZOLÂNDIA!!!

Responder

Deixe uma resposta