Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Crédito: Agência Brasil.

Superávit comercial chega a US$ 2,2 bi, o menor desde 2014

Por Redação

01 de outubro de 2019 : 17h49

Na Agência Brasil

Superávit comercial chega a US$ 2,2 bi, o menor desde 2014

Ministério diz que saldo reflete menor atividade econômica mundial

Publicado em 01/10/2019 – 16:36

Por Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil Brasília

O Brasil apresentou superávit comercial de US$ 2,246 bilhões, em setembro, o menor resultado para o mês desde 2014, informou hoje (1º) a Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia. O resultado do mês passado foi 59,9% inferior, pela média diária, ao alcançado em igual período de 2018 (US$ 5,071 bilhões).

Em setembro, as exportações chegaram a US$ 18,740 bilhões, com retração de 11,6% em relação a setembro de 2018 e crescimento de 4,7% em relação a agosto, pela média diária.

As importações totalizaram US$ 16,494 bilhões, com aumento de 5,7% em relação a setembro de 2018 e crescimento de 11% sobre agosto deste ano.

No acumulado de janeiro a setembro de 2019, as exportações chegaram a US$ 167,379 bilhões, com queda de 6%, considerando a média diária na comparação com igual período do ano passado. As importações somaram US$ 133,589 bilhões, com queda de 1,8%, pela média diária, sobre igual período de 2018.

Com isso, o saldo comercial acumulou superávit de US$ 33,790 bilhões, 19,5% inferior ao registrado de janeiro a setembro de 2018.

Segundo o subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Herlon Brandão, a retração no comércio exterior ocorre pela menor atividade econômica mundial. “O principal motivo que os organismos internacionais apontam que a retração da economia mundial é devido à guerra comercial [entre Estados Unidos e China]”, disse.

Estimativas

Com exportações menores, o governo espera por um superávit comercial menor este ano. Em julho, o governo previa superávit comercial de US$ 56,7 bilhões e agora o valor caiu para US$ 41,8 bilhões, com queda de 28% em relação a 2018. A previsão está abaixo da estimativa do mercado financeiro (pequisa Focus do Banco Central), que projeta superávit comercial de US$ 51,7 bilhões.

Edição: Fábio Massalli
Tags: superávit comercial balança comercial exportação importação

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

chichano goncalvez

01 de outubro de 2019 às 18h04

A culpa maior é do governo, não resta maior duvida, mas tambem, dos empresarios mercenarios que só visam o lucro a qualquer preço, eles fizeram um boicote as escondidas contra o governo do PT, espero que pagem a conta, é dificil, pois eles depositam nos paraisos fiscais. Pode ser que um dia o povo acorde, e comessem a botar fogo na casa deles , com eles dentro é claro.

Responder

Deixe um comentário para chichano goncalvez

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?