Fórum Reforma Tributária BandNews

Crédito: Site do MDB

Baleia Rossi é o novo presidente do MDB

Por Redação

07 de outubro de 2019 : 09h45

No MDB

União e renovação marcam eleição de Baleia Rossi como novo presidente nacional do MDB

POR Redação MDB | 07 outubro 2019

Com discursos sobre união e renovação, emedebistas de todo o Brasil elegeram – com 97% de aprovação – neste domingo (06), em Brasília, durante a Convenção 2019, a nova composição da Executiva Nacional do MDB, que comandará o partido no biênio 2019-2021. Com maior votação proporcional do partido, o MDB será presidido pelo deputado Baleia Rossi (SP).

O evento, que reuniu lideranças políticas do partido e de aliados, como o presidente da Câmara do Deputados, Rodrigo Maia (RJ), e o presidente do PSDB, Bruno Araújo (PE), marca um novo momento para o MDB. A nova chapa é composta 26 membros titulares e 16 membros suplentes.

O novo presidente eleito o deputado Baleia Rossi (SP), defendeu a valorização da militância emedebista, do fortalecimento de cada um dos núcleos do partido e reconexão do partido com os anseios da sociedade. “Temos bandeiras caras, a defesa de democracia é inegociável, mas também queremos buscar mais resultados porque hoje temos 13 milhões de desempregados e 7 milhões que não estudam e não buscam trabalho. Temos grandes desafios, precisamos reinventar, encarar nossos erros, fazer diferente”, pontuou.

Romero Jucá destacou o importante momento vivido agora pelo MDB, afirmando que o resultado da convenção enfatiza a unidade do partido. “Entendemos o recado das urnas de 2018. Não podemos nos desviar do nosso destino de fazer história nesse país, como sempre fizemos. Nossa base tem que chegar na ponta. Não tenho dúvida de que seremos o maior partido do Brasil. Temos um sistema que ouvirá e falará a cada um. Para isso é muito importante que os diretórios estaduais e municipais implantem esse sistema”, disse.

O novo secretário-geral e presidente do Diretório Estadual de Minas Gerais, Newton Cardoso Júnior, agradeceu a confiança do partido e cumprimentou a todos, destacando a presença do presidente da Câmara Rodrigo Maia. “A força do partido está nas bases e hoje haverá a renovação das forças e é hora de reconectar o partido com as bandeiras populares. Quero agradecer a quem confia na nova executiva para que o MDB continue sendo o partido que transforma a vida dos brasileiros”.

Integrante da nova Executiva Nacional, o ex-ministro Henrique Meirelles reiterou o compromisso de trabalhar, juntamente com o presidente Baleia, para que o partido beneficie a população brasileira. “O MDB está vivendo uma fase de renovação e renascimento. Não podemos esquecer que o MDB exerceu o comando desse país e fez uma revolução na economia do Brasil e que tivemos a aprovação de projetos de muita importância para que o país saísse do precipício.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, destacou a importância da escolha do deputado Baleia Rossi para a presidência do partido , não apenas por sua juventude, mas sobretudo, pela disposição ao diálogo. “O MDB tem a marca do municipalismo e vamos reforçar isso com nosso trabalho. O MDB respeita a tolerância, respeita as pessoas e trabalha por aqueles que mais precisam. Está na hora de nos unirmos. A história do MDB vai ser contada ainda por muitos e muitos anos”.

Eleito primeiro vice-presidente do partido, o senador Confúcio Moura, agradeceu indicação e destacou que, se cada um apontar quais devem ser os rumos do partido, certamente, haverá grandes sugestões. “Estaremos atentos aos anseios do nosso MDB”, disse.

Deputado estadual pelo Rio Grande do Sul, Gabriel Souza, lembrou da necessidade de os partidos se atualizarem. “É nesse sentido que o MDB fez uma série de movimentos para se adequar a essas reivindicações sociais. Hoje percebemos o tanto que evoluímos até para consolidar opiniões divergentes. Chegamos a uma chapa de consenso com uma renovação de 100% no diretório e na executiva e essa conquista foi conseguida pela habilidade de muitos, inclusive de Baleia Rossi, que sabe ouvir e dialogar”, disse.

O senador pelo estado do Amazonas Eduardo Braga destacou que o MDB é um partido dos brasileiros. “Hoje começamos uma renovação com responsabilidade no MDB. Precisamos de uma política que faça o Brasil voltar a crescer, temos que fazer os ajustes para que o povo brasileiro possa voltar a ter emprego, renda e uma vida melhor. Nosso partido se reconstrói pelo Brasil e pelos brasileiros.”

Orgulho

O presidente de honra do MDB, José Sarney, reafirmou seu orgulho em pertencer a uma legenda que dedicou-se a uma única causa: a luta pelo povo brasileiro. “Vivemos altos e baixos, mas superamos tudo em benefício do Brasil. Ao novo presidente, Baleia Rossi, só posso dizer a ele que não olhe para o retrovisor, que apenas ele mire apenas no futuro. Sempre defendemos o Estado de Direito. MDB segue com uma responsabilidade muito grande”.

O prefeito de Duque de Caxias (RJ), Washington Reis, eleito segundo secretário, em seu discurso, falou sobre o tamanho e a força do MDB, partido representou duas vezes na Câmara dos Deputados. “Nesse momento, a nova chapa é a garantia de que o MDB vai avançar, aumentando o número de prefeitos e vereadores. Na votação da Reforma da Previdência, o líder Baleia Rossi (SP), conseguiu com que o MDB votasse de modo coeso. Essa é uma prova de que o MDB faz a diferença”, lembrou.

O senador Marcelo Castro (PI) e novo tesoureiro do partido declarou que a unidade do partido, nesta convenção, sinaliza um esforço de todos para fortalecer o partido. “As eleições de 2018 foram atípicas que os extremos prosperaram e o centro sofreu muito. Precisamos fazer um bom diagnóstico e reconhecer que fomos maltratados pelas urnas. É a hora do fortalecimento do nosso partido e ele será maior quanto maior será o nosso número de candidatos a prefeitos, vice-prefeitos, a legisladores”.

Aliados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, enfatizou que é preciso ter confiança e orgulho do trabalho realizado pelo partido. “O MDB juntamente com a frente liberal e o PFL consolidaram nossa democracia e nestes últimos anos, o governo de Temer garantiu a transição para uma eleição democrática de 2018. Construiremos um bom futuro reconhecendo nossos erros e acertos. Fizemos muito sob a liderança do presidente Temer, como o teto de gastos, pela primeira vez enfrentamos a ineficiência do estado brasileiro e quem criou isso foi o presidente Temer com o Congresso.

Bruno Araújo, presidente nacional do PSDB, destacou a origem democrática do MDB para o país, até como origem de outras legendas. “Não há como pensar na história do Brasil sem a presença sempre constante do MDB. Construímos muito e enquanto estivemos à frente do país tivemos a ajuda do MDB. Estaremos juntos, representando a diversidade, fundamental para o futuro do país. Viva a democracia e vida longa ao MDB!”

Homenagem à Ulysses

A convenção do MDB foi realizada no dia 6 de outubro, data em que Ulysses Guimarães, emedebista histórico, presidente da Assembleia Nacional Constituinte (ANC), faria 103 anos. Símbolo da luta pela democracia, Ulysses liderou o partido na luta pela redemocratização do País no período da ditadura militar.

VEJA A NOVA EXECUTIVA DO MDB:

Presidente: BALEIA ROSSI (SP)

1º Vice-Presidente: CONFUCIO MOURA (RO)

2º Vice-Presidente: CARLOS CHIODINI (SC)

3º Vice-Presidente: DANIEL VILELA (GO)

Secretário-Geral: NEWTON CARDOSO JÚNIOR (MG)

1º Secretário: GABRIEL SOUZA (RS)

2º Secretário: WASHINGTON REIS (RJ)

Tesoureiro: MARCELO CASTRO (PI)

Tesoureiro Adjunto: RAUL HENRI (PE)

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

07 de outubro de 2019 às 20h20

Mais do mesmo…novinho, discurso moderninho, mas nos bastidores as velhas práticas…a politica brasileira não se renova, e, quando parece fazê-lo, eis que vem um Collor ou Bolsonaro da vida…

Responder

Deixe uma resposta