Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Bolsonaro tem rejeição de 79% na zona sul do Rio

Por Miguel do Rosário

16 de dezembro de 2019 : 14h14

Até poucos anos atrás, o PT obtinha a maior parte de seus votos nas regiões pobres do Rio, em especial na zona oeste, principal reduto lulista.

A zona sul do Rio de Janeiro, onde ficam os bairros ricos, por sua vez, ficou conhecida, pelo menos desde 2006, como uma área fortemente antipetista.

Segundo o relatório do Datafolha divulgado hoje, a situação mudou bastante.

Lula agora tem mais rejeição na depauperada zona oeste do que na sofisticada zona sul.

Quem tem um problema sério agora nos bairros nobres é o presidente Jair Bolsonaro.

A pesquisa pergunta aos entrevistados se eles votariam ou não votariam num candidato apoiado por Lula, Bolsonaro, Witzel ou Edir Macedo. Separamos apenas as colunas referentes a Lula e a Bolsonaro, e, para efeito de simplificação, deixamos apenas a resposta negativa.

Bolsonaro e Lula aparecem com forte rejeição junto ao eleitorado carioca: 60% dos cariocas responderam que “não votariam” num candidato apoiado pelo atual presidente, ao passo que 61% afirmaram que igualmente não votariam num candidato apoiado por Lula.

As maiores rejeições a Lula se encontram entre eleitores com mais de 35 anos (65%), ensino médio (63%), cor parda ou branca (62% e 65%), renda familiar entre 2 e 5 salários (65%) e evangélicos neopentecostais (78%).

Já Bolsonaro enfrenta repúdio sobretudo na zona sul da cidade, onde 79% responderam não votar num candidato apoiado por ele.

No primeiro turno das eleições presidenciais de 2018, Bolsonaro obteve 1,9 milhão de votos (58%) no município do Rio de Janeiro, seguido de Ciro Gomes, com 656 mil votos (19,5%) e Haddad, que recebeu 398 mil votos (12%). Os outros candidatos tiveram 2% para baixo na capital. Boulos, candidato do PSOL, recebeu apenas 27,8 mil votos no Rio, ou 0,8% do total.

No segundo turno, Bolsonaro recebeu 2,18 milhões de votos na capital carioca, equivalente a 66% do total; Haddad recebeu 1,10 milhão de votos, ou 33,6%.

***

O Datafolha também traz cenários de intenção de voto, com números estratificados.

Há vários candidatos no páreo:

  • o prefeito Marcelo Crivella pontua bem entre evangélicos, entre os quais ele tem 17% dos votos (28% entre neopentecostais);
  • o ex-prefeito Eduardo Paes ainda tem bastante voto nas zonas norte e oeste, com 24% e 22% de intenções de votos, respectivamente;
  • o deputado federal Marcelo Freixo tem performances extraordinárias na zona sul (34%) e junto ao eleitorado com mais renda e escolaridade.
  • Martha Rocha tem desempenho melhor entre eleitores com mais de 45 anos, entre os quais teve 9%.
  • Benedita da Silva (PT) pontuou respeitáveis 4%, chegando a 7% entre eleitores com instrução até o ensino fundamental.
  • Alessandro Molon (PSB), apesar dos modestos 2% no total, apresentou desempenho razoável entre eleitores com renda acima de 5 salários, entre os quais obteve 6%, e na zona sul, onde ficou com 8% das intenções de votos.
  • Eduardo Bandeira de Mello, da Rede, ex-presidente do Flamengo, ficou em terceiro lugar entre os homens, com 13%, e volta a pontuar 13% entre eleitores com 25 a 34 anos.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gilmar Tranquilão

17 de dezembro de 2019 às 08h55

Duas merdas só podiam ter rejeição alta mesmo né bino?! kkkkkkkkkkk

Responder

maria do carmo

17 de dezembro de 2019 às 08h31

bolsonarto desvairado, xucro, mentiroso, invejoso, sem qualidade alguma, ousa insultar Paulo Freire educador brasileiro reconhecido pelo Brasil e mundo, energumeno e bolsonaro sem pudor abominado pelos brasilleiros e pelo mundo, infelizmente presidente do Brasil, todos que o apoiam sao igualmente sem carater, oportunistas e irracionais , bolsonaro o pior presidente que o Brasil ja teve, idiota, despreparado, destruidor da nacao, passou da hora de derruba-lo, o mundo esta indignado, brasileiros esta e a hora vamos as ruas!!!

Responder

Paulo

16 de dezembro de 2019 às 17h47

Mas será que tem tanta “esquerda caviar” assim na ZS do RJ?

Responder

    Luiz

    18 de dezembro de 2019 às 16h41

    Imagino que exista muito mais classe média vernissage, mas o que importa é a cooptação.

    Responder

Luiz

16 de dezembro de 2019 às 17h13

Perdoem-me, mas é exatamente esta “elite” cultural carioca que tem servido de fiel da balança no palco da política nacional. Se bem que venha se prestando mais como lenha para a fogueira da lava jato, e, por isso mesmo, começa a padecer na pretensão de se afirmar como solução carioca para a desigualdade nacional. Dos três focos de reação da direita: a ambição do agronegócio, a tentativa de consolidar uma inteligência executiva internacional em São Paulo e a industria cultural carioca, esta última é por certo a mais sensível.

Responder

    Paulo

    18 de dezembro de 2019 às 23h01

    Entendo, mas e o conservadorismo político, como fica no meio de uma “elite” deformada pelo uso de drogas entorpecentes e seduzida pelo marxismo cultural de Gramsci?

    Responder

Andressa

16 de dezembro de 2019 às 14h36

79% de rejeição Bolsonaro na Zona Sul do Rio… Kkkk

Responder

    Wellington

    16 de dezembro de 2019 às 18h45

    …nem quem fez essa “pesquisa” acredita nisso.

    Responder

Wellington

16 de dezembro de 2019 às 14h33

Bolsonaro teve quase 70% de votos no Rio o ano passado, agora tem 60% de rejeição e eu sou Batman…

Responder

    Paulo Cesar Cabelo

    16 de dezembro de 2019 às 15h33

    Nem todo mundo fecha os olhos ao ver que o presidente é próximo de assassinos.
    O datafolha acertou todos os resultados de eleições desde 89.
    Mas debater lógica com um seguidor de Olavo de Carvalho é perda de tempo.
    Continuem achando que a Terra é plana e que o povo está amando o governo Bolsonaro , sigam nesse rumo , é tudo que nós queremos.
    Façam mais queimadas , matem mais crianças pobres , deixem o povo sem carne , isso vai leva-los a uma vitória com 90% nas próximas eleições.

    Responder

Marcos Videira

16 de dezembro de 2019 às 14h22

Essa é a verdadeira Polarização Lula-Bolsonaro: quem tem maior rejeição !

Responder

Deixe um comentário para Luiz

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?