Live do Cafezinho: bate papo com o cineasta cearense Wolney Oliveira

FUP reafirma greve na Petrobras

Por Redação

18 de fevereiro de 2020 : 11h06

FUP reafirma continuidade da greve
18 FEVEREIRO 2020 00:33

Em mais uma decisão monocrática, o ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra, decretou a ilegalidade da greve dos petroleiros. A FUP e seus sindicatos irão recorrer da decisão. A orientação é que os petroleiros mantenham a greve e sigam as recomendações dos sindicatos em relação às tentativas de intimidação e assédio dos gestores da Petrobrás.

Assista ao depoimento dos petroleiros no link abaixo:
https://www.facebook.com/watch/?v=689899021829291

Na greve de novembro do ano passado, quando o ministro Ives Gandra decidiu isoladamente definir como ilegal a greve dos petroleiros, ele foi derrotado por seus pares na Seção de Dissídio Coletivo (SDC) do TST.

Na atual greve, Ives Gandra é novamente relator do processo de dissídio coletivo, e, mais uma vez, decide monocraticamente pela ilegalidade de um movimento legítimo. Para isso, utiliza como fundamento o resultado de uma medida cautelar que a Petrobras ajuizou em seu favor.

O ministro poderia ter pautado a greve dos petroleiros na sessão desta segunda (17) da SDC ou aguardar o julgamento designado para o dia 09 de março. “O mínimo que se esperava era que o ministro Ives Gandra respeitasse a decisão anterior de seus pares na SDC, o que não ocorreu”, contesta o diretor da FUP, Deyvid Bacelar.

A greve entra nesta terça-feira em seu 18º dia, com 21 mil trabalhadores mobilizados em mais de 120 unidades do Sistema Petrobrás. A força desse movimento histórico está na unidade da categoria peroleira e na resistência aos desmandos da gestão Castello Branco.

Qualquer decisão sobre a greve será deliberada coletivamente em assembleias, previamente convocadas pela FUP e seus sindicatos, após deliberação das entidades e publicação de edital específico.

A greve é um direito garantido a todos os brasileiros pela Constituição de 1988, dentre eles os petroleiros.

Publicado na FUP

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alan C

18 de fevereiro de 2020 às 18h40

Parabéns aos grevistas.

Responder

Wellington

18 de fevereiro de 2020 às 16h24

Alguém com a cabeça minimamente no lugar acha que quem tem família em casa para sustentar tenha tempo e dinheiro a perder fazendo greves inuteis em vez de trabalhar ?

Responder

Abdel Romenia

18 de fevereiro de 2020 às 11h24

Torcemos fortemente para que os “grevistas” sejam demitidos do primeiro ao ultimo e que sejam aplicadas as multas mais altas possivèis aos sindicatos pelo prejuizo causado aos cofres publicos e aos trabalhadores.

Responder

Deixe uma resposta para Alan C