Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Fonte: Governo Federal.

Nem o Governo sabe o que é o “Pró-Brasil”

Por Redação

20 de junho de 2020 : 15h08

Dois meses após o lançamento do programa “Pró-Brasil”, lançado como um conjunto de medidas para alavancar o crescimento nacional após a pandemia, documentos indicam que o Governo está perdido sobre o que ele será.

Alvo de críticas de Paulo Guedes por seu teor “intervencionista”, o programa propunha-se, a princípio, a lançar R$ 30 bi de investimentos públicos e R$ 250 bi de concessões à iniciativa privada.

Contudo, “não há o estabelecimento de ações prioritárias, de origem de recursos, ou de medidas excepcionais para obtenção de fontes adicionais”, segundo documento assinado por alguns ministros do Planalto.

O Pró-Brasil foi lançado no dia (e durante) a já famosa reunião ministerial de 22 de abril.

Na ocasião, Rogério Marinho (PSDB-RN) defendeu abandonar pragmatismos e se preparar para utilizar estrategicamente o poder do Estado na organização da economia.

Para Guedes, Marinho quer ser governador do Rio Grande do Norte e sua defesa intervencionista tem a ver com isso.

Contudo, “até o momento não há estudos ou pareceres com estimativa de custos, de geração de emprego ou outras avaliações referentes ao programa”, continua documento assinado por ministros como Braga Netto e Jorge Oliveira.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

chichano goncalvez

20 de junho de 2020 às 19h05

O caos é muito mais organizado, do que essa hipotese de governo que temos, credo !

Responder

Miramar (Alexandre Neres faz acusações sem provas)

20 de junho de 2020 às 16h07

O que acontece primeiro : a cassação do Flávio ou a saída do Guedes?

Responder

Deixe um comentário