Como reconquistar o eleitorado do Sul? Bate papo com Mabel Teixeira

Senadores se dividem por causa da reeleição de Alcolumbre e o orçamento para Covid-19

Por Redação

07 de agosto de 2020 : 15h51

Os senadores que formam o grupo ‘Muda Senado’ estão divididos devido as articulações em volta da reeleição do presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP) e a verba para o combate a Covid-19.

O grupo de congressistas é formado por 16 senadores do PSDB, PSB, PSL, Cidadania, Podemos e da Rede.

Para consolidar sua candidatura a reeleição, Alcolumbre têm adotado o discurso pró-governo para se consolidar como o candidato do presidente Jair Bolsonaro.

Porém, a lei proíbe reeleição na mesma legislatura e Alcolumbre também articula a aprovação de uma PEC que muda a atual legislação.

Além disso, alguns congressistas desconfiam que a verba para o combate a Covid-19 esteja sendo liberada apenas para os senadores que estejam alinhados com o Planalto e a reeleição de Alcolumbre.

Do ‘Muda Senado’, apenas os senadores Marcos do Val  (Podemos-ES)  e Plínio Valério (PSDB-AM) foram procurados e beneficiados com a portaria 1.666/20 do governo federal que destina verba para o combate a Covid-19.

No dia 14 de julho, o senador capixaba destinou R$24 milhões para a Secretaria de Saúde do Espirito Santo.

Já Plínio Valério enviou R$10,4 milhões para 62 municípios do Acre.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

07 de agosto de 2020 às 19h31

No fim, nesse Congresso de araque, tudo se resume a isso: dinheiro! E sob as bençãos daquele que dizia ter vindo pra combater a corrupção. Pobre povo brasileiro! Acreditaram em outro mistificador…

Responder

Deixe uma resposta para Paulo