Genial/Quaest: Veja os números da corrida pelo governo da Bahia

Paulo Guedes e Jair Bolsonaro. Foto: Carolina Antunes.

Por Renda Brasil, Guedes cogita extinguir Farmácia Popular

Por Redação

25 de agosto de 2020 : 15h02

O programa Renda Brasil, que tinha previsão de lançamento para esta terça (25), foi adiado por ser insatisfatório diante das vontades do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Bolsonaro considerou insuficiente o valor médio de R$ 247 mensais proposto pela equipe de Paulo Guedes para os eventuais beneficiários do Renda Brasil.

O novo programa prevê três “atos” ao longo de sua implementação, segundo apura o Estadão:

  • Transferência de renda com o fim do auxílio emergencial e transição para o Renda Brasil;
  • Novo programa de emprego, chamado “Carteira Verde Amarela”, que vai baratear a contratação dos contemplados pelo programa e prevê um complemento de renda em um tipo de “imposto negativo”;
  • Redução nos encargos que as empresas pagam sobre salários.

Para bancar os R$ 52 bilhões que o programa deve custar, Guedes propôs a extinção de programas considerados “ineficientes”.

Seriam o abono salarial (benefício de um salário mínimo voltado para quem ganha até dois pisos); o seguro-defeso (pago a pescadores artesanais no período de desova, quando a pesca é proibida); o salário-família (destinado a trabalhadores formais e autônomos que contribuem com o INSS de acordo com a quantidade de dependentes); e o Farmácia Popular (que distribui gratuitamente medicamentos).

Para esta terça (25), o governo deve apresentar apenas o programa Casa Verde Amarela, que reformula o Minha Casa, Minha Vida, dentro do pacote “Pró-Brasil”.

O presidente vê no Renda Brasil uma oportunidade de viabilizar sua reeleição, dada a aparente popularidade desencadeada pelo auxílio emergencial.

“Estou pensando em prorrogar por mais alguns meses, mas não com R$ 600 e nem com R$ 200. Um meio-termo aí até a economia pegar”, afirmou Bolsonaro a apoiadores na segunda-feira (24).

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

marcelo

25 de agosto de 2020 às 22h28

Brasil só vai ter jeito mesmo quebrando! Igual empresa q vai a falência. Vender o espólio e aí cada um por si segue sua vida.

Responder

    Salomão

    26 de agosto de 2020 às 08h04

    O Brasil já faliu faz anos.

    Responder

Deixe um comentário para Salomão

Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro Janela Partidária 2022: Quem ganhou, quem perdeu? Caro? Gasolina, Gás e Diesel: A atual política de preços da Petrobrás As Maiores Enchentes do Brasil