Cafezinho & Cinema: conversa com Ducca Rios, diretor de Meu Tio José

Foto: Joel Rodrigues.

75,7% das vítimas de homicídio no Brasil são negras

Por Redação

27 de agosto de 2020 : 19h36

O Atlas da Violência 2020, produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) divulgado nesta quinta (27) mostra que o número de homicídios de pessoas negras no Brasil cresceu 11,5% entre 2008 e 2018.

O de pessoas não-negras caiu 12,9% no mesmo período.

Nesses mesmos dez anos, 628 mil pessoas foram assassinadas no Brasil, segundo dados oficiais.

91,8% dessas vítimas eram homens.

Entre mulheres negras, a taxa de homicídio também aumentou, mas no valor de 12,4% no mesmo período, diminuindo entre mulheres não negras pelo valor de 11,7%.

Segundo o relatório, uma mulher foi assassinada no Brasil a cada duas horas em 2018: 4.519 mulheres foram vítimas de homicídio; 4,3 a cada 100 mil mulheres.

Destas, 68% eram negras.

Segundo os dados para o ano de 2018, do total de 57.956 homicídios no país naquele ano, 75,7%, ou seja, mais de três quartos, eram de pessoas negras.

No mesmo ano, o IBGE dava conta de que 55,8% da população se declarava negra.

Segundo o número de homicídios por 100 mil habitantes em cada unidade da federação, Roraima é o estado mais violento, com 71,8 homicídios por 100 mil habitantes, enquanto em São Paulo esse valor é o menor do país: 8,2.

O Atlas levanta ainda que para cada não negro assassinado no Brasil em 2018, 2,7 negros foram assassinados.

O número de homicídios vinha apresentando queda desde 2017.

Contudo, voltou a subir nos primeiros meses de 2020, segundo indicam dados preliminares da pesquisa.

O documento levanta ainda que 71,1% dos assassinatos praticados no Brasil hoje levam a autoria de uma arma de fogo.

30.873 do total de vítimas de homicídio em 2018, ou seja, 53,3% do total, é composto de jovens que tinham entre 15 e 29 anos.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jerson7

27 de agosto de 2020 às 19h41

Ouvi dizer que a esquerda està querendo criar mais uma cota…a “cota homicidios” para brancos para diminuir a desigualdade…

Responder

    Ivair

    28 de agosto de 2020 às 11h36

    Pois é Jerson
    Essas politicas de cotas baseadas em raça são a pior coisa q existe. Querem combater racismo com mais racismo. Lamentável.

    Responder

Deixe uma resposta para Ivair