Paris Café Extra: Finanças Funcionais, uma revolução copernicaniana na economia

Maia tenta resolver crise com a China criada por Bolsonaro

Por Redação

19 de janeiro de 2021 : 17h15

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deve se reunir com o embaixador da China, Yang Wanming, para tentar resolver a crise diplomática causada pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, com o país asiático.

O estrago causado por Bolsonaro, que proibiu Araújo de receber o embaixador chinês, deve interferir no envio de insumos para as vacinas CoronaVac e Astra Zeneca.

A China é o maior produtor mundial do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), produto considerado essencial para a fabricação dos imunizantes. O atraso já existe e Maia deve tentar reverter a situação.

De acordo com os chineses, os insumos já estão prontos para serem importados ao Brasil, mas depende do aval do Planalto.

“O governo brasileiro interditou a relação com a China. Só fazem ataques ao embaixador. Agora está provada a importância do diálogo diplomático. Precisamos ao menos saber o que está acontecendo, qual é a razão de os insumos não chegarem ao Brasil”, disse Maia a Folha.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta