Paris Café: O que esperar da classe média para 2022?

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Covid-19: Brasil registra 1.337 mortes; estados anunciam restrições

Por Redação

26 de fevereiro de 2021 : 20h59

Saúde informa que mais de 9,3 milhões já se recuperaram da doença

Publicado em 26/02/2021 – 20:26

Agência Brasil — Segundo a última atualização dos números da pandemia de covid-19 no Brasil, 65.169 casos foram confirmados em 24 horas. No total, 10.455.630 pessoas já foram infectadas pela doença no país, que é o terceiro em número de contágios no mundo. Outros 846.821 pacientes seguem em acompanhamento médico.

O Ministério da Saúde relata que 1.337 óbitos foram confirmados desde a última publicação do informe. O número total de mortes é de 252.835 – 2,41% dos infectados. Mais de 9,3 milhões de pessoas se recuperaram da doença, o equivalente a 89,5% do total.

No panorama estadual, São Paulo responde por cerca de 20% do total de casos no Brasil, com 2.026.125 registros de covid-19. Minas Gerais contabilizou 869.230 pessoas infectadas. A Bahia, em terceiro lugar no ranking de contaminação, registrou 674.384 casos.

Os estados se movimentam para restringir a circulação de pessoas em meio ao avanço da covid-19. Segundo a Fiocruz, o Brasil apresentou novo recorde de mortes diárias. O Distrito Federal, São Paulo e outras cidades e estados também estão revisando as normas de circulação e comércio para evitar o avanço da doença.

O avanço nos números da pandemia ocorrem após um ano do registro do primeiro caso.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta