Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Em nome de aliança com centro, Lupi acena com retirada de candidatura de Ciro

Por Redação

01 de abril de 2021 : 16h18

O presidente Nacional do PDT, Carlos Lupi, admitiu que em nome de uma aliança com o centro e dependendo das chances de reeleição de Jair Bolsonaro, o partido pode abrir mão da candidatura de Ciro Gomes em 2022.

“Se houver a ameaça de continuidade de Bolsonaro, é uma hipótese que admito. Se surgir nessa terceira via um outro nome, que apresente um bom projeto, podemos conversar”, admitiu ao Valor.

O líder pedetista ressaltou que o PDT não pode adotar um projeto hegemônico com o objetivo de impor uma candidatura sem antes dialogar com outras forças.

“É preciso ver o melhor nome, quem poderá derrotar Bolsonaro. Não podemos entrar nessa conversa com um projeto hegemônico, de fazer aliança desde que o candidato seja o meu.”

Sobre Sérgio Moro, o líder trabalhista foi enfático na rejeição ao ex-juiz e ministro de Bolsonaro.

“Tudo em relação ao Moro está sob suspeição”

Até o momento, o PDT mantém diálogo constante com o PSD e o DEM. Em meados de março, o apartamento de Ciro Gomes em Fortaleza foi o local de uma profunda conversa com o ex-prefeito de Salvador e presidente Nacional do DEM, ACM Neto. Lupi estava presente na ocasião e os três conversaram sobre eventual aliança

O ex-ministro e presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, foi procurado pelo mandatário do PDT e os dois conversaram nesta quarta-feira, 31. O presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, também se reuniu com Lupi.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Netho

03 de abril de 2021 às 15h16

O país resistiu à República dos Marimbondos de Fogo, dos Marajás, dos Pães de Queijo, das Privatarias, das Propinarias, dos Cartéis e, quiça, das Milícias.
Todavia, não resistirá à repetição da história como farsa.
Nem o capetão do resfriadinho e seus filhotes da ditadura e milicianos.
Nem o ex-metalúrgico que se lambuzou no Cartel das Empreiteiras.
Nem o medo, nem a falsa esperança.
Há uma larga avenida à espera da terceira-via.
Quanto maior a catástrofe, mais viável de ser consumada.
O falso Messias da ‘esquerda de fancaria’ e o tirânico Messias da ‘direita de hospício’ não são solução.
Ambos são o problema e o fazem cada vez maior.

Responder

Alan C

02 de abril de 2021 às 07h55

Tá certíssimo o Luppi. Não tem que ficar de falsidade dizendo que não vai ser candidato quando todo mundo sabe que vai ser como faz um certo candidato barbudo, mentindo como sempre.

Responder

Patrice L

01 de abril de 2021 às 21h46

Primeiro de abril, kaô mesmo! Quem acredita que o Ciro – ou o PDT em seu nome ou à sua revelia – tem essa capacidade ou humildade de renúncia? Não, depois de tantas agressões e escapada pra Paris! Até o Cafezinho já se perdeu no empreendimento de fazer o Ciro presidente a qualquer preço! Onde aquele Cafezinho tão combativo, ao lado do Megacidadania, e que hoje procura não melindrar a direita – inclusive midiática – visando com que essa gente aceite e apoie o Ciro presidente?

Responder

O Demolidor

01 de abril de 2021 às 21h41

Contagem regressiva pro Ciririca pular pra outro partido……..quinta coluna que já tava baqueada correndo pro centrão que tanto criticava……implodindo…..isso começou em 2018 com Ciro Gomes, Kátia Abreu e os “Lehman Bros” Tábata Amaral e Felipe Rigoni…..

Responder

Batista

01 de abril de 2021 às 20h01

Parece que Lupi assistiu O É da Coisa?

Responder

Helio

01 de abril de 2021 às 19h28

“Ao assinar manifesto com Doria, Amoedo, Huck, Mandetta e Leite, Ciro Gomes conclui sua ruptura com o campo progressista. Busca, de todas as maneiras, uma aliança que o coloque como o candidato nem-nem, contra Bolsonaro e contra Lula, ao lado da oposição de direita”[Breno Altmam, jornalista].

Alguém ainda tem dúvida de que lado está o Ciro?

Por outro lado, para cotejar potenciais candidatos, nada como conhecer a capacidade impressionante de análise de Lula na solução dos grandes problemas nacionais, na entrevista que ele deu, hoje, na Band para o jornalista Reinaldo Azevedo.

Responder

Paulo

01 de abril de 2021 às 18h51

Espero que seja jogo de cena, dissimulação, etc, pois seria injusto subtrair uma candidatura como a de Ciro ao escrutínio da população – ainda que ele tenha poucas chances…

Responder

Paulo César Cabelo

01 de abril de 2021 às 18h37

Kkkkkkkk Miguelito vai ter que fazer campanha pro Bolsodória.

Responder

MIramar

01 de abril de 2021 às 18h32

Feliz Primeiro de Abril.

Responder

Marcelo França de Souza

01 de abril de 2021 às 18h15

Hoje é o Ciro o nome mais solido de Centro/esquerda que não derreteu nas pesquisas. Hoje é o nome melhor estruturado e preparado para tirar o pais desta bandalheira. Lupi disse oque eles queriam ouvir e com isso jogou o nome do Ciro aos quatro cantos aumentando sua notoriedade e especulação. CIRO PDT 12/2022.

Responder

Pedro

01 de abril de 2021 às 17h37

Excelente postura!

Responder

Galinze

01 de abril de 2021 às 17h20

A Tábata Amaral foi expulsa do partido por ter votado a favor da reforma da previdência…o PSDB votou como ?

Responder

    O Demolidor

    01 de abril de 2021 às 21h38

    Expulsa de onde? Continua lá no lugar dela….a quinta na coluna dissmulada….

    Responder

Tony

01 de abril de 2021 às 17h18

Nem o próprio partido aposta no Cirolipa…. kkkkkkkk

Responder

    Pedro

    01 de abril de 2021 às 17h39

    Pensamento de supremacista petista. Só quem é o candidato mais preparado pode ter uma postura como do PDT. Ciro é muito mais preparado, mais novo, limpo. Não tem ranço político pra polarizar e assim tem condições de unir o país destruído pela polarização

    Responder

      Batista

      02 de abril de 2021 às 14h42

      E ainda, não deforma, não solta as tiras e não têm cheiro.

      Mas FHC, provável partícipe da gestação desse manifesto dos sete, depois seis, pois um dos arquitetos dessa ‘terceira via’ para salvar a direita dominante, junto com a Globo Marinho e inquilinos da Casa das Garças, profeticamente em 22/03/21, insiste em que há controvérsias:

      “Não acho que seja a pessoa que o Brasil precisa neste momento para abrir um caminho de renovação. Ele sabe falar, mas não sabe para que lado vai. Tenho a sensação que ele pode ir para qualquer lado. Ciro não é de esquerda, de direita nem centro. Ele é ele”.

      E mais não precisa ser escrito, afinal ninguém conhece esses mesmos, que os mesmos…

      Responder

dcruz

01 de abril de 2021 às 17h00

Santa ingenuidade, céus. Aqui tem que aplicar a lei de Garrincha: já perguntaram aos russos? Leia-se ao invés de russos: já perguntaram ao Ciro?

Responder

Deixe um comentário para Helio

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?