Paris Café: O PT tem um projeto de governo? Qual é?

Nova pesquisa mostra disputa acirrada de 3 a 4 candidatos pelo governo de São Paulo

Por Redação

05 de maio de 2021 : 11h07

Nesta terça-feira, 4, saiu mais um levantamento do Paraná Pesquisas para o governo de São Paulo. A pesquisa mostra o favoritismo dos ex-governadores Geraldo Alckmin (PSDB) e Márcio França (PSB) na disputa pelo Palácio dos Bandeirantes em 2022. Logo em seguida, na terceira colocação, o ex-prefeito Fernando Haddad (PT).

O Paraná Pesquisas identificou que 19,9% dos eleitores consultados votariam em Alckmin ante os 15,4% registrados por França. Já 13,4% declaram que o voto seria em Haddad. Branco e Nulo, 14,9% e Não sabe, 4,8%.

Fonte: Paraná Pesquisas

Nos dados estratificados, o apoio de Alckmin é maior entre eleitores com ensino fundamental (26,4%), entre quem tem 60 ou mais (21,3%) e entre mulheres (20,9%).

França possui maior percentual de apoio entre homens (18%), entre quem tem 35 a 44 (18,1%) e entre quem tem ensino médio (16,3%). Por sua vez, Haddad tem maior apelo entre eleitores de 16 a 24 anos (15,7%) e entre quem tem ensino superior (15%).

Num segundo cenário e sem a presença do vice-governador Rodrigo Garcia (DEM), Alckmin vai a 20,8% enquanto Márcio França registra 15,9% e Haddad com 13,6%. Branco e Nulos 15,4% e Não sabe, 5%.

Fonte: Paraná Pesquisas

No terceiro cenário levantado pela pesquisa e com ausência de Geraldo Alckmin, o socialista lidera com 18,6% das intenções de voto seguido por Haddad com 16,2% e Paulo Skaf (MDB) que registra 13,2% das intenções de voto.

Fonte: Paraná Pesquisas

No último cenário levantado pela pesquisa e com a presença do prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB), França continua na liderança com 18,3%, Haddad com 15,8% e Skaf, 12,8%. Branco e Nulo vai a 18,9% e Não sabe, 5,7%.

O Paraná Pesquisas ouviu 1602 eleitores do estado de São Paulo entre os dias 28 de abril e 01 de maio. A margem de erro do levantamento é de 2,5% para mais ou para menos e nível de confiança de 95%.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

05 de maio de 2021 às 17h11

O único aí sem denúncias/acusações de malfeitos é o França…

Responder

Batista

05 de maio de 2021 às 17h06

Olha o ‘Paraná’ aí de novo, geeeeeeeente!

Agora ressuscitando o Chuchu.

Responder

Alexandre Nered

05 de maio de 2021 às 15h22

Paraná Pesquisas da República de Curitiba segue indefectível e sempre ocupando posição de destaque no Cafezinho. Foi celebrado convênio entre as duas instituições? Mas, hein?

Responder

Tiago Silva

05 de maio de 2021 às 14h24

Ué… A Paraná Pesquisas ComP (de PSDB) nem cogitou um cenário com a reeleição do atual governo Dória??? Ou essa aferição apenas ficou interno no PSDB???

Estranho…

Pelo que se vê, mesmo que os resultados desse instituto não tenham muita credibilidade ou confiança… É que se Boulos se unir a Haddad enquanto caso França se unir a Skaf, embolaria ainda mais com o possível melhor candidato do PSDB que a pesquisa intenta mostrar.

Responder

Marcel

05 de maio de 2021 às 13h21

Boulos tem que se tocar que é a vez de Haddad pro governo. E se lançar a deputado federal, depois tentar prefeito de novo

Responder

Deixe uma resposta para Tiago Silva