Cafezinho & Cinema: conversa com Ducca Rios, diretor de Meu Tio José

Freixo se reúne com Lula no Rio

Por Redação

10 de junho de 2021 : 20h46

O líder da oposição na Câmara, Marcelo Freixo (PSOL-RJ), se reuniu nesta quinta-feira, 10, com o ex-presidente Lula (PT). Freixo é um dos parlamentares que o líder petista colocou no seu rol de conversas visando 2022.

Além de Freixo, Lula também se reuniu com os deputados federais Alessandro Molon (PSB), Jandira Feghali (PCdoB) e o presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano (PT).

Pré-candidato ao governo do Rio, Freixo apareceu na frente no último levantamento feito pelo Paraná PESQUISAS para o governo do Rio. O psolista

apareceu com 23,8% das intenções de voto.

Ele é seguido pela deputada estadual Martha Rocha (PDT) que registrou 23,1% e pelo governador Cláudio Castro (PL) com 16,3%. Apadrinhado pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, aparece com apenas 2,1%. Brancos e Nulos, 25,9% e Não sabe, 8,8%.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

EdsonLuiz.

12 de junho de 2021 às 02h03

Qual o projeto PT para o país?
Gastar, gastar e gastar sem critério até provocar outra maior recessão econômica, atacar levianamente a reputação de todos os quadros partidários mais honrados até produzir um deserto político, dividir, fragmentar e vulnerabilizar a sociedade com suas práticas de cooptação, aparelhamento e corrupção e a política do ‘nós contra eles’, sua sempre antipolítica?

No início de seus mandatos o PT escreveh uma carta se comprometendo com a política que vigorava. Aproveitou seus frutos, destruiu essa política implantando a do PT, e deu em recessão, perda dd receita, perda de financiamento, volta da infraçào, falcificação de orçamento, etc.

E tudo com muita corrupção.

Olha que dessa vez já vão receber um paìs destruído por suas políticas somadas ao agravamento de tudo pela pandemia e por bolsonaro. É esse o projeto do PT, repetir tudo de novo? E repetir também o ódio todo que espalhou, na maioria das vezes contra quem não merecia esse ódio, como Fednando Henrique Cardoso.

Responder

    EdsonLuiz.

    12 de junho de 2021 às 02h06

    Corrigindo: falsificação de orçamento.

    Responder

Alexandre Neres

11 de junho de 2021 às 01h38

“Apesar do consenso em torno de sua candidatura, Lula disse que está aberto ao debate sobre outros nomes que eventualmente surjam com viabilidade. Lamentou a ausência do PDT na frente democrática firmada naquele ato; disse que entende a posição do partido de lançar candidatura própria, mas discordou da postura de Ciro Gomes pelas críticas que lhe feito.

– Ciro precisa decidir quem é o inimigo principal neste momento. Não será nos criticando que ele conseguirá crescer – afirmou.

Lula disse ainda que ficaria feliz em disputar o segundo turno com Ciro Gomes. Na sua opinião, se os dois chegassem ao confronto final nas eleições, a política se engrandeceria, pois teríamos em jogo dois grandes projetos para o país.

– Com Bolsonaro derrotado no primeiro turno, ganharia o Brasil – acrescentou.”

Responder

William

10 de junho de 2021 às 20h56

Que dupla…um burguesinho macinheiro da zona Sul do Rio e um Pilantra ex presidiário.

Responder

Kleiton

10 de junho de 2021 às 20h54

Se eu fosse traficante de droga votaria para Freixo.

Responder

    EdsonLuiz.

    11 de junho de 2021 às 00h29

    Poderia até ser que se você fosse maconheiro votasse em Marcelo Freixo. Poderia votar ou não votar, como qualquer eleitor.

    Mas se em vez de ser maconheiro você fosse traficante, então com certeza você votaria em bolsonaro.

    Responder

    Manuel Rosa Bueno

    12 de junho de 2021 às 02h25

    E daí embarcaria num avião presidencial com 39 Kg de cocaína e na companhia de um monte de milicianos, né?

    Responder

Deixe uma resposta