Paris Café: O PT tem um projeto de governo? Qual é?

A pesquisa XP e por quem os sinos dobram

Por Miguel do Rosário

11 de junho de 2021 : 16h48

A pesquisa XP/Ipespe divulgou hoje seu último relatório de avaliação de governo e intenções de voto para as eleições presidenciais de 2022.

A rejeição ao governo Bolsonaro bateu novo recorde, chegando ao pico de 50% de ruim e péssimo, sendo 56% nas capitais, e a desaprovação à maneira do presidente administrar o país também atingiu seu ponto máximo, 60%.

Bolsonaro já viveu uma crise aguda de imagem antes, no início da pandemia de 2020, na contramão de governadores e prefeitos, que experimentaram um crescimento vigoroso de sua aprovação, o que inclusive facilitou a reeleição ou sucessão de muitos.

A razão da crise em 2020 foi causada pelo sentimento público de repulsa à maneira irresponsável com que Bolsonaro reagiu à chegada da pandemia ao país, posicionando-se sempre contra a ciência e a medicina.

O presidente nunca mudou sua postura, e apenas ontem, quinta-feira 10 de junho, fez pronunciamentos e lives em que reafirma sua descrença na ciência.

A população, felizmente, está reagindo a esse comportamento com um sentimento crescente de indignação.

A pesquisa XP também trouxe números de intenção de voto para 2022, os quais igualmente são péssimos para Bolsonaro, que agora perde no primeiro e no segundo turnos.

Quem aparece bem na fotografia é o ex-presidente Lula, que lidera as pesquisas com 32%, alta de 4 pontos sobre a sondagem do mês anterior.

Bolsonaro oscila um ponto para baixo, e agora tem 28%.

Ciro Gomes levou um tombo de 3 pontos, para 6%, o que representa mais uma dificuldade para uma campanha que tinha, dias antes, recebido uma lufada de oxigênio por causa do crescimento visto na pesquisa do Poder 360, que o trouxe para 10%.

Na espontânea, Lula cresceu 3 pontos e chegou a 24%, enquanto Bolsonaro oscilou um ponto para baixo, e agora tem 23%.

Ciro tem apenas 3%, e todos os outros tem 1% para baixo.

A posição de liderança nas pesquisas, mais a crescente rejeição a Bolsonaro, permite a Lula fazer as articulações estaduais com muita desenvoltura. Os eleitores estão cada vez mais ansiosos para saber de que lado se posicionarão seus candidatos majoritários e proporcionais na polarização.

A XP também trouxe cenários de segundo turno. Bolsonaro perde de Lula por 45% X 36%. Nota-se, sobretudo, a boca do jacaré se abrindo, jargão de analistas políticos para dizer que há um movimento em curso, o qual, no caso, favorece o petista.

Ciro Gomes também ganharia de Bolsonaro, por 41% X 37%. Já Dória e Huck, perdem do presidente num eventual segundo turno. Isso significa que o eleitor está pedindo um candidato que represente um conjunto de valores muito diferente de Bolsonaro, e Doria e Huck ainda são associados ao presidente, por terem declarado voto nele.

Conclusão: Todos os movimentos sinalizam uma polarização muito cristalizada. A possibilidade de Bolsonaro minguar rapidamente, e ficar de fora do segundo turno, não é crível. E o eleitor que vem abandonando Bolsonaro migra diretamente para Lula.

À medida que esse cenário se define, os atores políticos começam a se articular desde já, estabelecendo pactos, alianças e parcerias para as eleições de 2022.

O movimento de Marcelo Freixo é um exemplo. Mas sobre Freixo vamos escrever num outro post.

Ah, por quem os sinos dobram?

Bem, segundo poema de John Donne, essa é uma pergunta que não deveríamos sequer fazer, porque a resposta é muito simples. Eles dobram por nós mesmos.

E esperemos que seja um dobrar de alegria pela derrota do pior presidente da nossa história!

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

paulo grigoletto

09 de julho de 2021 às 19h12

É fácil vir a público e divulgar pesquisa feita de acordo com ideologia partidária. Pesquisa séria é aquela em que nas ruas pessoas falam suas intenções de voto. Dizer que fazer pesquisa nas ruas é arriscado e pode comprometer a saúde, não passa de subterfúgio de pessoas que são bancadas por uma elite que impulsiona a esquerda e não quer acabar com a corrupção. Aguardem eleições limpas e não esse jogo a de estratégias, aliás, muito mal feito pelos esquerdistas para elevar os índices de aceitação de um condenado pela justiça, pois assim, ficaria mais fácil de sabotarem as urnas. Voto eletrônico e impresso urgente para acabar com essa narrativa.

Responder

dcruz

12 de junho de 2021 às 20h28

Cada povo tem o governo que merece. Os assim chamados bovinos,continuam fiel a seu ídolo.Esse fenômeno, parecido com uma síndrome de Estocolmo coletiva na qual a vítima acaba amando seu algoz,lembra o povo alemão que Hitler deixava morrer de fome em nome de sua guerra contra o resto do mundo,mas continuava adorando seu líder.Estavam morrendo na miséria, tanto quanto os judeus que odiavam, mas com o retrato do fuhrer em suas casas e exigindo de todos a saudação maligna “heil Hitler”e quem não a fizesse era considerado”comunista”  e denunciado à Gestapo. Estamos revendo esse filme de horror.

Responder

Alexandre Neres

12 de junho de 2021 às 12h44

O que mais me irrita nessa pesquisa e me leva a contestar sua credibilidade é ver Sergio Morto à frente de Ciro Gomes. Mesmo em queda livre, acho um acinte levar a sério a hipótese de que nessa altura do campeonato o marreco de Maringá ultrapassou o Ciro.

Responder

Efrem Ventura

12 de junho de 2021 às 11h56

Tem videos no youtube com 1 hora de motos passando pelo mesmo lugar e continuando… desçam do pè de alfaçe e começer a apostar em jovens para 2026 ao invés de perder tempo com velhos mofos, podres.

Responder

Jorge Fernandes

12 de junho de 2021 às 10h51

Por que a XP tem resultado tão diverso da 360 ?

Lembrando que as duas pesquisas, na minha opinião, não refletem a opinião de mais de 200 milhões de brasileiros, pois mais de 110 milhões não tem o que comer, portanto não tem telefone e não estão sendo consultados.

O genocida foi expulso de um avião aos gritos de genocida, ladrão, filho da puta, etc

Muito interessante

Responder

Sebastião

11 de junho de 2021 às 20h10

Tem pessoas que se iludem com os percentuais dos votos não válidos. Nem no auge do anti-petismo, com a Lava Jato a todo o vapor, fez os índices serem menos ruins… Os votos válidos são os que contam, e sempre existirá abstenção, nulos e brancos. É parte da democracia e desilusão dos eleitores, ou talvez tanto faz, tanto fez…

E Lula não ser candidato? Ele disse que se conseguir apoio do centrão, que vai ser candidato. Embora em 2002, ele tivesse tido somente o PL fora da esquerda. Está articulando, e quando os partidos começarem a ver que Lula terá condições de ser eleito, migrará pra ele. Uns, ficarão intactos, buscando se cacifar e se valorizarem pra exigir apoio ao governo Lula.

Mas ainda acho, que Bolsonaro pode ter uma leve melhora, com os programas que ele vai lançar. Mas, as mortes do COVID, impedirá que ele ultrapasse Lula. Isso está marcado – como inepto que Bolsonaro foi.

Responder

jose carlos rodrigues arana

11 de junho de 2021 às 20h01

“O Ciro é uma pessoa muito bem preparada e com quem tenho boa relação. Mas as pesquisas mostram que não há espaço, neste momento, para duas candidaturas do mesmo campo. Espero que até a véspera da eleição amadureça a necessidade de união e isso mude.”
– Marcelo Freixo (PSB)

Responder

    Sergio

    12 de junho de 2021 às 22h32

    Freixo não serve nem pra limpar o chão dos demais .

    Responder

Valeriana

11 de junho de 2021 às 19h21

A XP deve ter ganhado uma grana preta nos governos petistas com o Tesouro Direto pagando 12% ao ano com risco zero….o quem pagava isso é quem acorda as 5 da manha para trabalhar e ganhar 1/2 salarios minimos.

Quem das nossas amigas esquerdetes ganhou uma grana preta com o marvado capital também hein…

Levantem a maozinha aì….kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

    Marcos

    12 de junho de 2021 às 07h29

    Valeriana, você não tem culpa de pensar assim.
    O verdadeiro culpado foi Noé, que exagerou na quantidade de antas que colocou na arca.

    Responder

Netho

11 de junho de 2021 às 19h19

A pesquisa informa que a República das Milícias também é derrotada no segundo turno pela Terceira Via.
Se não paira dúvida de que o ex-metalúrgico – que se tornou o principal executivo do cartel das empreiteiras na condição de Amigo da Odebrecht -, mantém a dianteira no primeiro e segundo turnos contra o Jair da Rachadinha e Arauto da Era Miliciana, também não há mais dúvida alguma quanto ao fato de que o PDT tem aumentado exponencialmente o seu cacife no enfrentamento do Messias da Carnificina.
A pesquisa – que não vale nada tão distante de 15/11/2022 -, tem um efeito ruim, tanto para Lula quanto para Ciro.
É o fato de acender a luz vermelha para o governo.
Ninguém dúvida de que a partir de agora, todas as medidas possíveis e imagináveis, não deixarão de ser tomadas para garantir a reeleição do filhote da ditadura.
Lula e Ciro, também, como Freixo, não devem descuidar das seguranças pessoais.
Quanto mais se aproximar o dia do Juízo Final dos responsáveis por UM MILHÃO DE MORTOS até novembro de 2022, mais agressivos e desassombrados ficarão as forças paramilitares, milicianas e extremistas da direita para não serem arrancados da nau capitânia. Sem falar nos militares que desfrutam dos privilégios e sinecuras à tripa forra na farra do exercício contumaz e irrestrito do poder de mando e de decisão.
Erram rotundamente aqueles que considerarem o Jair da Rachadinha batido de antemão. Já se cometeu tal erro crasso em 2018, sobretudo pelos lulopetistas, sob a retórica da “desidratação” do miliciano.
Não só não desidratou como, agora, acumulou um poder de pressão com o qual nenhum outro presidente foi capaz de contar desde o último dos generais no poder.

Responder

Raul

11 de junho de 2021 às 17h59

A Pesquisa 360 não conta? Olhem pesquisa muito distante só serve para quem é muito conhecido no cenário nacional. Marina em 2017 estava chegou a ter 27%, acabou com1%. De centenas de bolsonaristas arrependidos, ainda não ouvi ninguém sorir para o Lula.

Responder

Ronei

11 de junho de 2021 às 17h52

Tchau bozo.

Responder

Rony Lopes Lunguinho

11 de junho de 2021 às 17h38

36 + 8 = 42
Ou seja 42% ainda não tão nem aí.
Cedo para comentar pesquisa.

Responder

Ronei

11 de junho de 2021 às 17h36

Tô sóó aguardando o que Lula vai inventar para não se candidatar…vai ser engraçado viu !!

Responder

    ARY BOREL DE AGUIAR NETO

    11 de junho de 2021 às 19h08

    Lula não tem histórico de ir para Paris na hr da onça beber água.
    A Cesar o que é de Cesar!
    Ele não arrota que lutou pela democracia como uns e outros. Ele definitivamente lutou e a defendeu.
    Esteve preso tanto na ditadura quanto a pouco e não se curvou.

    Discordar não é o mesmo que desrespeitar!

    Abraço

    Responder

      Ronei

      11 de junho de 2021 às 21h50

      Eu ainda acho melhor ir pra Paris 15 dias que 2 anos para cadeia, mas…degustibus non est disputandum.

      Responder

Deixe uma resposta para Ronei