Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Miguel do Rosário e Leonardo Attuch conversam sobre conjuntura política

Por Redação

08 de julho de 2021 : 17h59

Na tarde desta quinta-feira, 8, o editor do Cafezinho, Miguel do Rosário, e um dos idealizadores do portal Brasil 247, o jornalista e editor Leonardo Attuch, promoveram uma live especial para debater sobre a conjuntura política no Brasil.

A live acontece em meio as denúncias de corrupção na compra de vacinas pelo Ministério da Saúde, o avanço nas investigações da CPI da Pandemia no Senado, o derretimento político contínuo e acelerado de Jair Bolsonaro e o crescimento exponencial do ex-presidente Lula (PT) nas pesquisas eleitorais.

Assista a live completa!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

EdsonLuiz.

11 de julho de 2021 às 01h08

Ameaça!

Alexandre neres,

Você ameaçou mesmo!
Isso é desequilíbrio!
Isso é coisa de meganha!

E você se sente perturbadk com o que escrevo é exatamente por o conteúdo atingir perfeitamente o que precisa: desmsscarar ad imposturas com fatos e dados. Como desmascara o PT, você se descontrola. E vem me ofender.

Como VOCÊ é o que não tem conteúdo, pessoaliza, fulaniza, agride…

E agora, ameaça.
Como um meganha!

Pudesse você desmentir

Você afirmou que eu me escondo. Todos sabem que não. Os mais recentes aqui, que não sabiam, agora sabem!

O acesso que você alega, é invasão no espaço das pessoas para ofender.

Novamente você faz alegações.
Incrível! Novamente dlas só ca em em você.

Vou dar por terminado isso por aqui. Embora eu saiba que você sempre vai voltar para perturbar.

Mas não sem antes repetir: fazer ameaças é que ė coisa de meganha!

Responder

Marco Vitis

08 de julho de 2021 às 20h35

Miguel do Rosário alinhado ao 247. “Lula ganha no primeiro turno”.
O Cafezinho será mais um blog fazendo propaganda do PT e atacando Ciro ?
No papo com o Atuch (amigo do Naji Nahas e repudiado pelo saudoso Paulo Henrique Amorim) parece que já vestiu a camisa. Que coisa…

Responder

    Saint

    09 de julho de 2021 às 12h51

    O filósofo de Trier já tinha dito: ” Política burguesa dá nojo.”
    Saudações!

    Responder

Alexandre Neres

08 de julho de 2021 às 18h49

Vixe Maria! Os puristas, que abortam qualquer tentativa de diálogo, vão estrilar! Ai que meda! Miguel vai ser tachado de traidor do movimento. Vê se eu aguento…

Responder

    EdsonLuiz.

    09 de julho de 2021 às 00h01

    Os outros que me desculpem, por favor!

    Mas você, alexandre bolsoneres, é fato, e está escrito por você mesmo, em Post deste nosso ‘ocafezinho’ do dia 02/07/2021, há seis dias, portanto, faz ameças!

    E ainda alegou que só não consumaria a ameaça que fez porque, segundo você mesmo escreveu, eu me escondo por trás do anonimato.

    Para seu governo, não me escondo. Nunca!

    Desde a primeira vez que repostei, eu deixo o meu nome, o meu email ou os dois.

    Deixo registro espaçadamente, para não saturar, mas faço questão de deixar exatamente para não me esconder. Deixo forma de contato exatamente para que, se alguém tiver alguma queixa e se sentir melhor assim, poded falar diretamente comigo.

    Quando você agride, e você agride sempre e não só a mim, você é mal educado e covarde. Quando você pessoaliza, fulaniza, é por impossibilidade de responder fatos, que é o que uso, e por incapacidade de discutir no campo das ideias….

    Mas quando você aneaça, aí é porque é jagunço e canalha.

    Isso mesmo, chamei você de canalha, que é quem faz ameaças. Mas eu sempre achei você mais parecidl mesmo com o tal do ernesto araújo e com um bolsonaro, tanto na truculência como culturalmente.

    E agora? Vai me encontrar para consumar a ameaça?

    Você, e não é de hoje, ultrapassou todos os limites, coisa que você, assim como o seu superego, o 01, não tem e nunca vai ter mesmo!

    Não é à toa que assim que você já tinha passado da conta, e olha que faz tempo, eu passei a chamar você por seu nome mais pertinente: alexandre bolsonéres.

    Responder

      Alexandre Neres

      10 de julho de 2021 às 10h19

      EdsonLuiz, pelo seu comentário percebe-se que você está em surto, intimidado. Fique tranquilo. Participo de outros grupos, nos quais mesmo à época sendo minoria, sustentava minhas posições contra tudo e contra todos, identificado, nadando contra a maré. A maioria acreditava em um super-herói justiceiro e eu via nele um inimigo do estado democrático de direito, que corrompia o sistema judicial. Hoje não há mais discussão sobre o assunto, já que o Judiciário se pronunciou a respeito. Na época não foi fácil, praticamente sozinho se postar contra um bando de idólatras que se prosternavam ante um Savonarola que não passava de um santo do pau oco. Então, o que disse foi nesse sentido. Eu me posicionava, era atacado, mas defendia com unhas e dentes meus pontos de vista, não me escondia sob o anonimato. Inclusive aqui neste blogue não sou como você, pois sou identificado, troco ideias, as pessoas têm acesso a mim, não ao meu e-mail.

      Sabe por que às vezes sou extremamente rude com você: antes devo deixar claro que não o tenho como inimigo, o que questiono são suas ideias, as quais não me furto em rebater. Não tenho paranoia com a sua pessoa. Discordo da falta de embasamento das suas opiniões, dos lugates-comuns e dos clichês que utiliza, do nonsense e da sua falta de noção sobre política. O que me incomoda na verdade é que seus comentários não me soam bem, fico com uma pulga atrás da orelha. Parecem de meganha, de infiltrado, de quinta-coluna. Sabe o jogo do policial malvado e do bonzinho? Para mim, você faz o gênero do bonzinho.

      Enfim, espero que se liberte dessa ideia fixa, se livre das suas obsessões e eu não me furtarei de ripostar seus argumentos, um a um, caso venha com suas teses capengas e débeis. Deixe os outros em paz, pare de repetir suas cantilenas. Deixe de paúra.

      Responder

Deixe um comentário para Alexandre Neres