Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Reprodução

No Flow, Moro se frustra ao tentar defender o “legado” da Lava Jato

Por Redação

25 de janeiro de 2022 : 08h45

Na noite desta segunda-feira, 25, o ex-juiz e pré-candidato a presidência pelo Podemos, Sérgio Moro, se frustrou após tentar defender o “legado” da Operação Lava Jato durante sua entrevista ao podcast Flow.

Ao ficar se gabando sobre os supostos benefícios da extinta força-tarefa, Moro questionou: “me diz ai um cara inocente preso na Lava Jato?”. De prontidão, um dos apresentadores do podcast, Monark, respondeu: “Lula”.

Seguindo com seus delírios de grandeza, o ex-juiz tentou se vitimizar sobre a criação de uma CPI para investigar seus ganhos milionários na consultoria Alvarez & Marsal, empresa que ficou responsável pela massa falida de empresas destruídas pela Lava Jato.

“Eu sou o único cara desses daí [pré-candidatos à Presidência] que pode falar ‘eu combati a corrupção’. E estou sofrendo. É pura perseguição porque o cara não tem nada para falar do que eu fiz e fica inventando um monte de maluquice”, disse.

Ainda durante a entrevista, Moro foi questionado sobre seus ganhos milionários na consultoria e, mais uma vez, ele se negou a responder. Além disso, ele voltou a insinuar que o ex-presidente Lula recebeu dinheiro ilícito da Odebrecht.

Ele voltou a dizer que sua remuneração na Alvarez & Marsal não vinha do dinheiro pago por empreiteiras como a OAS e Odebrecht. Foi nesse momento que o ex-juiz considerado parcial pelo Supremo Tribunal Federal, atacou Lula.

“Quem recebeu da Odebrecht, quem prestou serviço para a Odebrecht foi o Lula”, disparou.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Luiz

26 de janeiro de 2022 às 18h17

É óbvio que vocês não entendem nada sobre ironia. Estudem.
Ironia:
Ironia é a utilização de palavras que manifestam o sentido oposto do seu significado literal. Desta forma, a ironia afirma o contrário daquilo que se quer dizer ou do que se pensa. A ironia é a arte de gozar de alguém, de denunciar, de criticar ou de censurar algo ou alguma coisa.

Responder

Paulo

25 de janeiro de 2022 às 22h06

Cafezinho, quem te viu e quem te vê…

Responder

Henrique Martins

25 de janeiro de 2022 às 13h11

https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2022/01/25/queiroga-diz-que-hidroxicloroquina-nao-tem-eficacia-comprovada-contra-covid.htm

Hah neimmmm.. Pelo amor de Deus gente, a malfadada nota ‘cientifica’ foi publicada sem a autorização dele? Quem é o manda chuva do ministério da saúde então? Manicômio é pouco para definir esse governo.

Responder

Alexandre Neres

25 de janeiro de 2022 às 10h08

Já que perguntar não ofende: quem é que dizia que o melhor desinfetante que existe é a luz do sol? O que o juiz Moro faria caso o candidato Serjo pretendesse ocultar os honorários percebidos provenientes das empresas que ajudou a quebrar?

Todo paladino da moralidade tem dentro de si um canalha em potencial!

Responder

Duilio

25 de janeiro de 2022 às 09h30

O legado da Lava JAto é ter enrabado um monte de animais (Os tais de Filhos do Brasil, que ganharam até film…) que saquearam os cofres publicos ha decadas sem ser minimamente incomodados.

Responder

Deixe um comentário para Paulo

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina