Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Moro foge de debate após confirmação de Ciro

Por Redação

28 de janeiro de 2022 : 17h31

A assessoria do ex-juiz e pré-candidato a presidência, Sérgio Moro (Podemos), cancelou a participação dele em uma debate promovido pela Rádio Nazaré FM, da Bahia.

Moro tomou a decisão após a divulgação de uma imagem no Instagram da emissora confirmando a participação do ex-ministro Ciro Gomes (PDT) no mesmo programa. Nas últimas semanas, o pedetista tem desafiado o ex-juiz parcial para um debate.

Segundo o Metrópoles, a assessoria de Moro alegou “que alguém do PDT telefonou para solicitar a participação de Ciro no programa que receberia o ex-juiz”. 

Por sua vez, a assessoria de Ciro nega essa versão e afirma que o ex-ministro foi convidado apenas conceder uma entrevista por telefone, e que em nenhum momento, o ex-ministro foi comunicado sobre a realização de um debate ou sobre participação de Moro.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

EdsonLuíz.

30 de janeiro de 2022 às 00h51

Resposta a Paulo (não sei por que, mas eu nunca consigo abrir no espaço correto para responder – e não consigo fazer outras coisas):

Paulo,

Que a Rádio armou para juntar Sergio Moro e Ciro Gomes, eu percebi!

Mas Sérgio Moro é candidato, e é candidato a ser Presidente da República, ele tem que estar preparado para o debate ou então não se apresentar como candidato, não pode refugar o debate. Se desafiado a debater, precisa aceitar o desafio; se a Rádio armar, então ele deve marcar para debater em outra Rádio. Mas candidato não pode refugar debate!

Se o Ciro Gomes refugasse um debate sem uma justificativa aceitável, eu falaria a mesma coisa!

Aliás, no caso do valor que Sérgio Moro recebeu pela consultoria, sem entrar aqui na discussão sobre ter sido abuso ou não terem pedido fora do protocolo que ele prestasse conta, eu acho que ele, sendo candidato, deveria dar satisfação imediatamente, não ficar enrolando por principismo. Ter princípios é uma coisa; principismo é outra coisa diferente.

E agora que ele já deu satisfação, embora atrasado, sobre quanto recebeu, eu acho que ele tem razão em cobrar de todos que fizeram carga contra ele, de cobrar de todos os candidatos, para que deem satisfação de ganhos esquisitos, como os ganhos de Lula com empreiteiras e os ganhos dos bolsonaros com rachadinhas.

E se houver alguma esquisitice de dinheiro com Ciro Gomes, com Alessandro Vieira, com Simone Tebet ou com qualquer outro candidato, a satisfação imediata ao país deve ser dada por todos!

Político é um ente público. Quem tem vida pública tem obrigação com o público para o qual se apresenta!

Responder

ARY BOREL DE AGUIAR NETO

29 de janeiro de 2022 às 09h11

Me perdoem a franqueza mas ninguém liga p esse “embate”!!!

Responder

Paulo César Cabelo

29 de janeiro de 2022 às 02h14

Moro é um juiz parcial , isso foi reconhecido pelo supremo e provado pela vaza jato.

Responder

Saint

28 de janeiro de 2022 às 22h18

Nenhum candidato pretende debater com o Ciro Gomes, seja por falta de projeto ou excesso de cautela.

Responder

Netho

28 de janeiro de 2022 às 22h13

Se há um caminho para desconstruir os picaretas é o desafio permanente e sistemático para os debates ao vivo sem edições mediado por jornalistas supostamente independentes, que não existem, mas que se devem ser levados em consideração pela praxe protocolar.
Não é só o paladino de Curitiba que correrá dos debates com as calças na mão.
Há mais favoritos que não se disporão ao debate, cujos pés são de barro mas posam de santo de vitral.

Responder

Paulo

28 de janeiro de 2022 às 20h13

“O ex-juiz parcial”. Que feio! E fica a culpa para a onipresente “Redação”. Já notei a guinada lulista do Blog, que, a seguir nessa toada, virará (guardadas as proporções) a Jovem Pan da esquerda, superando o DCM, o 247 e quejandos…

Responder

EdsonLuiz.

28 de janeiro de 2022 às 18h59

Quem foge de debate está confessando o despreparo para ser candidato.
Se falta preparo, peça um tempo para se preparar, mas não fuja!

Eu respeito muito empenho e a coragem que o ex-juiz Sérgio Moro teve para investigar, provar e condenar inúmeros políticos, empresas e empresários corruptos. E seu bom trabalho nessa área foi confirmado pelos tribunais que deveriam confirmar as provas, o TRF-4 e o STF (o STF não analisa provas, só analisa os ritos constitucionais). Respeito tanto mais seu empenho em combater corruptos e corrupção quando sei da dificuldade de fazer isso em uma sociedade tão corrupta quanto a nossa. Mas na condição de candidato a presidente da república não dá para respeitá-lo quando foge do debate sem dar nenhuma satisfação aceitável.

Responder

    Paulo

    28 de janeiro de 2022 às 23h11

    Edson Luiz, pelo que se noticia, houve uma armação – ou tentativa dela – para inserir Ciro num debate não configurado, previamente. Acho errado. As coisas têm que ser feitas às claras…

    Responder

Deixe um comentário para EdsonLuiz.

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina