Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Lula alerta setor privado a não se arriscar com privatização da Eletrobras

Por Redação

16 de fevereiro de 2022 : 21h12

Nesta quarta-feira, 16, o ex-presidente Lula (PT) mandou um recado importante para os empresários brasileiros: para eles não apoiarem a privatização da Eletrobrás.

O alerta foi dado após o Tribunal de Contas da União (TCU) ter dado o primeiro aval para que a empresa seja entregue ao capital privado.

O tribunal aprovou a proposta de privatização da Eletrobras por 6 votos a 1. O ministro Vital do Rêgo lembrou durante seu voto que “nenhum país cuja matriz elétrica possua hidroeletricidade como parte significativa [caso do Brasil] privatizou seu setor elétrico”.

“Eu espero que os empresários sérios que querem investir no setor elétrico brasileiro não embarquem nesse arranjo esquisito que os vendilhões da pátria do governo atual estão preparando para a Eletrobrás, uma empresa estratégica para o Brasil, meses antes da eleição”, escreveu Lula no Twitter.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

17 de fevereiro de 2022 às 22h08

Nesse ponto, concordo com o Lula. A Eletrobrás e outras grandes estatais estão muito longe de terem chegado ao ponto de venda – se é que um dia chegarão. Sim, porque é o povo que pagará essa farra, como já paga com a conta de luz e nos postos de combustíveis, mesmo sem ter havido privatização, ainda. O ponto que ficou obscuro, em seu pronunciamento, é a abordagem que ele dará à questão do assaque das estatais pelos políticos, tendo em vista o tratamento obsequioso que deu, nesse sentido, às figuras mais nefastas da República, durante seus governos e os de Dilma…

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador da Bahia O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes