Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Brazil's presidential candidates Luiz Inacio Lula da Silva (R) of the Workers' Party (PT) and Geraldo Alckmin of the Social Democratic Party (PSDB) gesture before the beginning of a TV debate in Rio de Janeiro, Brazil, 27 October 2006, in view of next 29 October runoff. AFP PHOTO / ANTONIO SCORZA (Photo by ANTONIO SCORZA / AFP)

Levantamento mostra chances de Alckmin ser vice de Lula e montagem das federações partidárias

Por Gabriel Barbosa

26 de fevereiro de 2022 : 16h15

Neste sábado, 26, a InfoMoney divulgou a nova rodada do Barômetro do Poder, levantamento que compila mensalmente as avaliações e expectativas de consultorias de análise de risco político e de analistas independentes sobre temas relevantes no Brasil.

Em um dos pontos levantados, a pesquisa mostra a avaliação dos agentes sobre as chances do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, fechar parceria com o Partido dos Trabalhadores (PT) para ser vice na chapa presidencial de Lula.

De acordo com o levantamento, cerca de 46% dos analistas avaliam que a probabilidade é “alta” e outros 46% declaram que a possibilidade é “muito alta”. Ou seja, 92% dos que participaram da pesquisa já estão considerando a chapa Lula-Alckmin como certa.

Fonte: Barômetro do Poder

Outro ponto relevante abordado pelo barômetro foi a respeito das federações partidárias.

A pesquisa questionou sobre a possibilidade de alguns partidos estarem juntos pelos próximos quatro anos. Sem dúvida, o que chama atenção é a baixíssima credibilidade em relação a possível federação entre MDB, PSDB e União Brasil.

Já pelo lado da centro-esquerda (PT, PSB, PCdoB e PV) a maioria dos analistas participantes consideram que a federação entre esses partidos pode acontecer.

Porém, ainda existe a estimativa de que o PSB acabe ficando de fora. “A federação do PT deve incluir apenas PCdoB e PV. PSB deve ficar de fora”, aponta o relatório.

Por outro lado, a probabilidade de PSOL e Rede Sustentabilidade montarem o próprio bloco de aliança também se mostra bastante elevada.

Fonte: Barômetro do Poder

Sobre a disputa pelo Planalto, existe a avaliação de que até o início da campanha presidencial de fato, a atual conjuntura em que Lula e Bolsonaro são os principais cotados para disputar o segundo turno, pouco deve mudar, dificultando ainda mais o caminho da terceira via.

Além disso, os analistas estimam que o inquilino do Planalto ainda tem chances de melhorar sua avaliação ao longo da consolidação do Auxílio Brasil entre as camadas mais pobres da população.

Já sobre Lula, a visão é que o líder progressista chegou a um teto de intenções de votos, por conta do “tamanho de sua atual rejeição nas pesquisas”.

Ainda na leitura destes agentes, o ex-presidente vai continuar avançando em alianças no Centro, personificado pelo próprio Alckmin e com o ex-ministro Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD. Todo esse esforço será para que Lula seja o nome para liderar o bloco anti-Bolsonaro.

O Barômetro do Poder foi realizado entre os dias 21 e 23 de fevereiro e contou com 13 participantes, sendo 10 casas de análise de risco político e 3 analistas independentes.

São eles: BMJ Consultores Associados, Carlos Melo (Insper), Cláudio Couto (FGV-EAESP), Control Risks, Empower Consultoria, Eurasia Group, Medley Global Advisors, Patri Políticas Públicas, Ponteio Política, Prospectiva Consultoria, Pulso Público, Thomas Traumann (Traumann) e Consultoria XP Política.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM. Pós-graduando em Comunicação e Marketing Político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

01 de março de 2022 às 12h06

Eu não sei onde o Edson Luiz foi arranjar essa história de que o lula é o bolsonaro estão apoiando A ou B pelo que estou sabendo o lula se procurou foi afirmando a sua neutralidade que a guerra não constrói o que constrói é a luta pela paz, o bolsonaro é que foi justamente na hora errada segundo alguns especialistas em política internacional e provavelmente sabem um pouco dos idiomas que a visita foi cuminar exatamente com início da guerra.

Responder

Alexandre Neres

27 de fevereiro de 2022 às 13h31

Pianca, como de costume, centra fogo em Lula nos seus textos. Ataca Lula o tempo todo e faz uma breve menção a Bolsonaro. Nessas eleições, a disputa se dará entre esses dois candidatos. Mais do que isso, se dará entre civilização e barbárie.

Pianca sempre repete as teses da falsa equivalência, dos dois extremos e dos dois populistas. Lula sempre governou por meio das instituições, não diretamente com a população. Portanto, é mais uma das estultices do Pianca. É facilmente perceptível o papel a que Pianca se presta, embora tente dissimular por meio de um discurso pomposo e enfadonho. Pianca faz o jogo do mito. Pianca é um isentão que estufa o peito pra dizer que vota em branco. Em negro e em alguém oriundo do povo é que não iria votar mesmo.

Pianca assistiu a novelinha da Globo noite após noite, aquela que saía dinheiro dos dutos. Tal qual Homer Simpson do seu sofá, acreditou piamente no que viu, até pela falta de capacidade crítica. Para ele, Lula cometeu o crime mais grave que existe: é o maior corrupto. Na narrativa urdida, a principal vantagem recebida pelo líder da organização seria um muquifo no Guarujá. Eu que sou um lascado, se me dessem um apê no Guarujá com a obrigação de ir lá jamais pisaria nele. Praia, Pianca, não é Guarujá, Vila Velha ou Guarapari, tem alguma coisinha em Santa Catarina, no Rio tem praia boa, mas começa a melhorar mesmo é da Bahia pra cima. Pianca toda hora faz questão de ostentar que é jejuno em direito. É um terraplanista jurídico, como um bolsominion raiz, que renega a ciência do direito. Para Pianca, gado da GloboNews, Serjo Morto foi um grande juiz e Lula é um condenado por corrupção, rasgando a Constituição Federal e seus princípios mais comezinhos.

O cúmulo da piada é que o dito cujo se autoproclama progressista. Para ele, são progressistas: Paulo Hartung, Tabata Amaral, Felipe Rigoni (PSL/ES), Cidadania, Novo (bolsonarista), FHC, Roberto Freire, Eduardo Leite e caterva. Pelamor Pianca, é cringe! Aproveite o Carnaval para rasgar essa fantasia!

Responder

Kleiton

26 de fevereiro de 2022 às 21h42

O saco e o lixo…dupla perfeita.

Responder

EdsonLuíz.

26 de fevereiro de 2022 às 18h58

Progressista!

Lula e o PT estão juntos ao autocrata Vladmir Putin quando este se encontra aterrorizando todo um povo, matando esse povo, humilhando seu líder eleito (e que não cometeu nenhuma irregularidade no poder, como falsificar orçamento) e atentando contra sua dignidade para submeter esse povo.

Não só Lula e o PT estão em apoio a Vladmir Putin nesse abuso contra a autodeterminação desse povo. Com alguns se escudando no discurso da paz, também estão nisso, entre outros gárgulas, o regime Cubano, o ditador de Belarus, o ditador da Chechênia e…

…para um pouco de surpresa no tabuleiro de jogo, mas nem tanta surpresa, também está junto nesse apoio a Vladmir Putin, junto com esse bando de populistas, autocratas e ditadores, ninguém menos que…

…jair bolsonaro!

Quem disse que um beijo não pode ser obsceno? Estão, neste momento, Lula/Putin/bolsonaro num demorado ””’smack”” coletivo e obsceno contra a democracia e contra o povo ucraniano e sua soberania.

E está morrendo gente! E sofrendo muito também!

Horror no mundo!
Horror dessa gente covarde!

Progressistas?

Responder

Deixe um comentário

Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro Janela Partidária 2022: Quem ganhou, quem perdeu? Caro? Gasolina, Gás e Diesel: A atual política de preços da Petrobrás As Maiores Enchentes do Brasil